Salinas Grandes - Argentina

Hello, World!

Foi por acaso e muita sorte que descobrimos a Salinas Grandes no norte da Argentina, a terceira maior salina do mundo. São 525km² de área entre Salta e Jujuy, extremo norte da Argentina, a uma altura de 3.350 metros acima do nível do mar com sal na espessura de 10 a 50cm. Em época de chuvas, forma uma lâmina d’água de até 30cm que produz uma visão inigualável do lugar.

É em salinas que é possível fazer aquelas fotos divertidas de perspectiva, geradas pela grande distância do horizonte. A orientação que recebemos ao chegar lá era de se proteger do sol (protetor, óculos escuros, etc), afinal é um lugar que reflete inteiro, também não caminhar rápido, nem correr, nem pular por causa da altitude que não estamos acostumados, apesar de termos usado as folhas de coca (link aqui). Seguimos apenas a primeira regra, óbvio! Eu sinceramente não sei quanto tempo ficamos por lá, mas fizemos muitas fotos e rimos descontroladamente uns dos outros pelos resultados. Fora a parte divertida, vem a dica: é um lugar sem “nenhuma” estrutura. Existem dois banheiros químicos, um masculino e outro feminino, e ainda é cobrada uma taxa de 2 pesos para usá-los. E na frente de uma pequena construção que marca a entrada na salina, há uma lhama feita de sal. Só! Outra coisa: se engana quem acha que é tudo branquinho, limpinho. De perto o sal é até bem sujinho!

Antes de chegarmos na salina, paramos numa placa de indicativo de altura, nada menos que 4170m acima do nível do mar. Ainda bem que tínhamos usado nossas folhas de coca (link aqui)! Levamos 2h para chegar lá a partir de Salta pela Turismo La Posada (link aqui), numa excursão que incluía Purmamarca (link aqui).

IMG_6254.jpg
IMG_6260.jpg
IMG_6347.jpg
IMG_6387.jpg
IMG_6391.jpg
IMG_6411.jpg