Ata de 1 Mês de Viagem

Texto: Mônica Morás

Ulan Ude - Russia, 25 de julho de 2014

Ata de 1 Mês de Viagem

- Eduardo e Mônica começaram a jornada em 25 de junho, saindo de Novo Hamburgo-RS com destino a Moscou-Russia de avião.

- Após alguns dias em Moscou, foram para Sao Petersburgo de trem noturno.

- Sao Petersburgo, Eduardo tomou a primeira Guinness na Russia.

- Passaram dias instáveis em Sao Petersburgo e voltaram para Moscou de trem para iniciar a Transiberiana.

- Dia 5 de julho foram surpreendidos com uma pequena festa surpresa em comemoração ao aniversário do Eduardo, com direito a bolo e parabéns em varias línguas.

- Encontraram um casal russo que deu inúmeras dicas de como aproveitar melhor a cidade, Anton e Oksana.

- Iniciaram a Transiberiana em direção a Ekaterinburgo por 26 horas seguidas. Descobriram que a Transiberiana não é tão complicada assim.

- Ekaterinburgo, um casal de recém casados pediram para fazer selfie com o Eduardo e sua GoPro. Mônica registrou tudo.

- Em Ekaterinburgo, durante toda a estadia se estressaram com o hostel. Mas ganharam um amigo que fez panquecas e ajudou na compra das passagens, o David.

- Eduardo xingou em português bem claro a mulher do hostel, pois ela sequer sabia da Copa do Mundo e sala onde estava a TV virou quarto justamente naquela noite. Eles perderam o jogo da seleção. 

- Eduardo roubou a TV da supostamente sala e colocou na cozinha para que todos pudessem assistir a Final da Copa do Mundo. Assistiram com alemães, ingleses, russos e beberam chá. 

- Partiram ainda na Transiberiana para Irkutsk, na Sibéria. Enjoaram de comer cup noodles e beber cha durante as 56h horas dentro da cabine. 

- Dividiram a cabine com a Ludja que falava russo e alemão e havia nascido na Estonia. Eles se entenderam em 80% do tempo. Mônica fez foto com a Ludja na despedida. 

- Em Irkutsk descobriram o melhor da Sibéria e da Russia. E tomaram banho, já que não há chuveiro no trem.

- Foram para a ilha Olkhon ver a pedra Shamanka e o Lago Baikal. Eles nadaram nas águas geladas do lago.

- No por do sol na ilha, eles fizeram um ritual de agradecimento junto com seus novos amigos russos, Masha e Alexander.

- Na ilha experimentaram pela primeira vez algumas comidas russas e buryati. E passaram a comer todos os dias a mesma coisa.

- Foram para Listvyanka, detestaram e na volta Mônica jurou nunca mais voltar para Russia por motivos culturais. 

- Eduardo perguntou para todas as pessoas que conheceu como é a Siberia no inverno. Ele quer voltar no inverno. 

- Conheceram o lado não turístico de Irkutsk com a nova amiga russa, Sasha.

- Partiram para Ulan-Ude, ainda na Transiberiana. Experimentaram fazer a curta distância numa classe inferior e conhecerem mais pessoas legais, com Ielena, Katya e Maxim.

- Durante esse um mês tiveram choques culturais, desenvolveram a habilidade de comunicação falada e gestual, exercitaram a paciência e distribuíram sorrisos sinceros de gratidão.

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS