Imigração na Russia

Como nada é perfeito nesse mundo, é óbvio que nós tivemos problemas. Já sabíamos que seria complicado passar na imigração sem ter um roteiro definido, apenas 3 dias de reserva de hostel e sem as passagens da Transiberiana, mas não sabíamos que havia uma “pegadinha” antes de chegar lá.

Bom, no site na Embaixada da Russia consta apenas a informação que brasileiros não precisam de visto, sem maiores detalhes, e para nossa surpresa não pudemos fazer o checkin, pois existem regras imigratórias que exigem a passagem de saída da Russia. Ou seja, teríamos que providenciar uma passagem qualquer dentro de um período de 90 dias para podermos embarcar. Passada a fúria interna de ter que gastar um valor desnecessário, fomos até o balcão de compra de passagens da Turkish mesmo e pegamos um voo de volta para Istambul para setembro que saiu mais barato do que uma viagem RS – SP num fim de tarde. Sorte que existe reembolso de uma parte desse valor! Feito isso, conseguimos embarcar.

Já na imigração em Moscou, a oficial não disse uma palavra, apenas pegou o passaporte, deu uma rápida olhada para nós, sorriu para o Eduardo por causa da barba (ele tá sem barba no passaporte), preencheu alguma coisa no computador, nos entregou um documento em russo para assinar e devolveu o passaporte com o formulário de entrada em russo que devemos devolver na saída. Sem perguntas, apenas isso! Menos mal, foi a imigração mais rápida e fácil que já passamos!

russia moscou imigração

 

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS