Presentes dos Monges - Sak Yant, a tatuagem sagrada!

Translate here!

Fotos: Mônica Morás

Quando pergunto para outras pessoas quando foi a última vez que elas fizeram algo pela primeira vez, eu faço a mesma pergunta para mim mesmo: quando foi? Não espere para a próxima semana, próximo mês ou para 2015, faça hoje algo diferente! Já fiz a é minha 3ª Sak Yant, não é novo, mas é algo diferente. Há tempos atrás que prometi a mim mesmo que minha vida deveria ser vivida dia a dia e que eu teria que fazer dela melhor a cada dia que passasse. Quando fazendo coisas diferente em nossas vidas elas passa de uma forma diferente, não significa que seja melhor, mas é apenas diferente e para mim é o suficiente.


Como foi receber a Sak Yant

Quando cheguei em Chiang Mai tinha como objetivo fazer mais um Sak Yant, a tatuagem mágica dada por monges. Já tinha feito uma no peito em Bangkok, mas nada se comparou com as duas experiências que tive no templo do Ajarn Tom.

Ele me recebeu como se nos conhecêssemos, conversamos um pouco e ele achou que a Ha Taew, conhecida com as 5 linhas, seria a melhor opção para tatuar. Fiz minha oferenda, rezamos juntos e ele começou. Com extremo perfeccionismo ele desenhou as linhas que serviriam de base para a escrita feita a "mão livre", e rapidamente escolheu o bamboo (as Sak Yant são feitas com bamboo) e preparou a tinta. Foram aproximadamente 30 minutos para que uma das tatuagens mais bonitas e com significado que eu tenho ficasse pronta.

Enquanto ela estava sendo feita eu apenas sabia o que a Mônica me dizia e percebia pelos olhares curiosos de outros monges sobre a tattoo. Quando ele acabou, começou a abençoa-la (acho que ele estava rezando) e soprou umas 5 vezes fazendo uma oração, pois isso serve para validar a magia da Sak Yant. Quando vi o resultado mal pude acreditar em como havia ficado bonito. Fizemos uma foto juntos e na despedida já dei a certeza ao Ajarn de que voltaria para a minha terceira Sak Yant. 

E 3 semanas depois lá estava eu, novamente, passando pelo mesmo processo, com o mesmo monge, mas desta vez no braço. Outra experiência fantástica, mas desta vez por pouco mais de 1h, devido a complexidade de se tatuar o braço uma Gao Yord, também conhecida como 9 Picos. Um outro monge precisou ajudar, e apesar da dificuldade, até mesmo o Ajarn Tom ficou feliz pelo resultado.

Apesar de todas as crenças que existem em cima das Sak Yants, acredito que tudo está relacionado nas nossas crenças pessoais! Cada tatuagem pode ser mágica, não é necessário ir ao um monge e fazer uma Sak Yant, a única diferença é que ela será única, pois foi feita por um monge e abençoada. E na minha opinião todas as tatuagens são únicas.

Escrevemos um post explicando os Significados da Sak Yant e Como Fazer Uma de Graça.

Gao Yord ou 9 Picos

Ha Taew ou 5 Linhas

Ajarn Tom

 

Já conhece nosso Facebook?


VEJA MAIS