Cortei e Doei meu Cabelo

Translate here!

Texto: Mônica Morás

Desde a metade da viagem meu cabelo começou a ganhar um comprimento assustador. Eu optei por não cortar durante a viagem, porque na Ásia os cabelos são bem diferentes do meu e fiquei com muito medo do cabeleireiro errar e estragar de vez os meus cachos, como falei no post Desafio da Vaidade na Estrada. Por isso suportei o tempo todo, mas já com a ideia de doar quando voltasse. 

Esse dia chegou, eu cortei e doei pro Hospital da Criança Santo Antônio de Porto Alegre, direto lá na recepção. Doei, porque aquelas crianças são muito mais corajosas do que eu, lutam diariamente para seguir vivendo e um dia realizarem seus sonhos. Sim, o objetivo principal delas é viver! Quanta ironia, porque o nosso, os saudáveis, também é viver, só que parece que a gente fica adiando isso indefinidamente sem perceber que a vida é incrivelmente curta e tudo pode mudar em um segundo. 

Quem também quiser doar tem que tomar alguns cuidados, conforme consta no site do hospital:

Interessados em doar cabelo podem procurar o posto de coleta na recepção do Hospital da Criança Santo Antônio, na Avenida Independência, 155 - Centro Histórico para realizar a entrega das mechas. Veja abaixo como o corte de cabelo deve ser feito:

- Ir a um cabeleireiro e pedir para cortar no mínimo 15 centímetros.

- Para o corte, deve ser amarrada a parte a ser cortada em um atilho ou borrachinha de cabelo.

- O corte da mecha deve ser com o cabelo seco, senão ela pode embolorar, criando fungo e ela será inutilizada.

- Depois de cortada a parte do cabelo a ser doada, o cabeleireiro pode umedecê-lo para ajeitar o corte.

- Pode ter química no cabelo, não tem problema.

- A mecha deve ser guardada num saquinho plástico e encaminhada para um dos postos de coleta ou enviada pelo correio para a Caixa Postal 58 - CEP 92010-300 - Canoas/RS.

Pra quem quiser saber mais de como tudo funciona, entra lá no Facebook do Projeto Cabelaço que arrecada cabelos doados para confeccionar perucas pAra crianças de baixa renda com câncer no RS. 

ANTES

DEPOIS

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS