7 Curiosidades Históricas de São Petersburgo na Rússia

Translate here!

Texto: MONICA MORAS     Fotos: EDUARDO VIERO

São Petersburgo é a segunda maior cidade da Russia, a que mais recebe visitantes e é um importante centro cultural. Além disso, se destaca também pelo seu importante porto, onde atracam inclusive cruzeiros com turistas. Visitamos São Petersburgo durante a nossa viagem pela Transiberiana e antes de pegar o mapa e explorar a cidade, sempre é bom conhecer 7 Curiosidades Históricas da "Veneza do Norte":

 

1.     Vários Nomes

Para quem não sabe, São Petersburgo já mudou três vezes de nome. A cidade foi fundada pelo czar Pedro, o Grande em 1703 que escolheu o nome da cidade em auto-homenagem. Durante a Primeira Guerra Mundial, o nome foi alterado para Petrogrado para excluir a terminação alemã (burg) do nome, já que a guerra era justamente contra a Alemanha. Em 1924 a cidade foi rebatizada de Leningrado, em homenagem a um dos principais nomes da Revolução Russa, Vladimir Lênin, na criação da União Soviética. Já em 1991, junto com as eleições presidenciais, a população votou pela volta do nome original, São Petersburgo.

 

2.    São Petersburgo, A Veneza do Norte

São Petesburgo é uma cidade projetada, são centenas de ilhas, algumas abaixo do nível do mar. A cidade vem sendo elevada artificialmente para evitar os riscos de enchentes, mas nem por isso perde seu charme. Seus canais lembram muito Veneza e Amsterdam e sua arquitetura pode reconhecida nos traços dos vários arquitetos italianos que foram contratados para projetar os principais marcos da cidade.

 

3.     Cerco de Leningrado

Durante a Segunda Guerra Mundial, Leningrado (hoje São Petersburgo) foi um dos alvos das tropas de Hitler, que acreditava que tomar a cidade seria como dar uma lição moral a União Soviética. Por 872 dias, entre os anos de 1941 e 1944, a cidade foi bloqueada para contatos externos onde mais de 1 milhão de civis e militares morreram de frio, fome e doenças. Conta-se que o canibalismo era praticado nas famílias para não morrerem de fome, para que cemitérios precisavam ficar protegidos com guardas armados para que os túmulos recentes não fossem violados. Foi o mais longo e destrutivo entre os cercos a cidades na história moderna. Em 1945, a Leningrado recebeu o título de cidade heróica pela resistência exemplar de seus cidadãos.

 

4.     Catedral do Salvador do Sangue Derramado

É o ponto mais conhecido de São Petersburgo e um dos mais bonitos também com sua arquitetura barroca e neoclassica. Foi construída em memoria de Alexandre II, permaneceu fechada na época soviética e durante a Segunda Guerra Mundial serviu como armazém de batatas. Foi reaberta em 1997, após 27 anos de restauração. Atualmente não acontecem mais cerimônias religiosas, o espaço de 7500m² de mosaicos e figuras religiosas serve apenas como “museu”.

 

5.     O Hermitage

É um dos maiores museus de arte do mundo, com um acervo que possui mais de 3 milhões de peças de diversas épocas, estilos e culturas . A coleção está distribuída em dez prédios ao longo do rio Neva e o prédio principal é o Palácio de Inverno, que foi a moradia oficial ininterruptas dos Czares russos até a queda da monarquia no país. Também é o responsável pela altura baixa dos prédios da cidade, já que nenhum pode ser mais alto que esse castelo. Toda primeira quinta-feira do mês a entrada é gratuita.

russia

 

6.     O Festival das Noites Brancas

É um evento mundialmente conhecido que reúne milhares de pessoas nas ruas durante algumas noites do período conhecido como sol da meia noite, para comemorar o final do ano letivo, com queima de fogos, shows e apresentações artísticas. As noites brancas acontecem entre os meses de junho e julho e a noite toda fica com a luz por do sol, jamais escurece. 

 

7. Catedral de Santo Isaac

É a mais grandiosa das igrejas de São Petesburgo, projetada por um arquiteto francês e finalizada em 1958. Foram usados 14 tipos de mármore e para a cúpula foram utilizados 100kg de ouro nos 21,8m de diâmetros inspirados na Catedral de São Paulo, de Londres. Para os interessados, a vista do alto da catedral é muito bonita, mas para isso é necessário subir os 262 degraus. 

 

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS