Nosso 1 Dia em Malaca

Translate here!

Texto: Mônica Morás       Fotos:  Eduardo Viero e Mônica Morás

Malaca é uma pequena cidade charmosa que fica pertinho de Kuala Lumpur, perfeita para um day trip. Sua localização entre o Oceano Indico e o Estreito de Malaca fez com que a cidade fosse primeiro dominada pelo portugueses e em seguida pelos holandeses. Não bastasse a influência dessa mistura na arquitutura, com o passar dos anos foram os chineses e indianos que tomaram conta e fizeram Malaca, ou Melaka em malaio, ser o que é hoje: Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. 

Fomos de manhã e voltamos no final de tarde de ônibus, e só não fomos nos museus, porque começou a chover forte. Foi uma das cidades mais bonitas de fotografar que estivemos na Ásia. 

Quer aproveitar bem o dia?

VEJA OS 5 LUGARES QUE MAIS GOSTAMOS EM MALACA:

1. Praça Holandesa

A Stadthuys, a antiga prefeitura holandesa é o prédio vermelho que mais chama atenção na praça da cidade logo ao lado da torre do relógio. Hoje é museu e tudo que começa ali, até mesmo pegar uns dos triciclos ornametados para um tour. 

2. Jonker Street

É a rua mais famosa da cidade pela quantidade de cafés, pubs e restaurantes e a noite ainda tem mercado noturno típico de Chinatown.

3. Caminhar a beira do Rio Malacca

Além dos vários pubs e restaurantes na beira do rio que se tornam ainda mais agradáveis a noite, as paredes são repletas de street art. 

4. Templo Cheng Hoon Teng

É um templo chinês construído em 1645 e é o templo mais antigo ainda em funcionamento da Malásia. 

5. China Town

A maioria das coisas interessantes ficam no China Town, mas andar pelas ruas é uma constante agradável surpresa com muitas lojinhas, docerias e barbearias que parecem ter séculos. 

Não fomos, mas dizem que vale a pena: o forte A Famosa onde há uma réplica do palácio do sultão do século 15, e o Museu Marítimo que literalmente é uma caravela portuguesa e o Museu Islâmico. 

malaca malasia eduardo monica

 

O QUE VOCE PRECISA SABER ANTES DE IR PARA MALACA

 

  • COMO CHEGAR

A partir de Kuala Lumpur, no TBS, tem ônibus saindo a cada 30 minutos numa viagem de 2 horas. O bilhete é comprado na hora nos guichês mediante apresentação do passaporte ou cópia. Ao chegar em Malaca, existe um ônibus que faz o trajeto rodoviária-centro e só seguir o fluxo para saber onde ele está. A passagem é paga na hora para o motorista e o ponto para descer é o no Stadhuys, o prédio vermelho da praça central. Para voltar nós pegamos taxi (22RM) até a rodoviária, porque estava chovendo muito.

 

  • ONDE COMER E BEBER

Opções não faltam, principalmente de comida chinesa. Já para beber, as melhores opções de preço estão nos hostels no começo da Jonker Street.

 

  • ONDE FICAR

Caso você decida passar mais tempo, a melhor localização é perto da Jonker Street ou nela mesmo. São várias opções! 

 

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS