Guia de George Town, A Cidade do Street Art de Penang

Translate here!

Texto: MONICA MORAS   Fotos: EDUARDO VIERO

Há muito tempo eu queria ir numa cidade que tinha pinturas nas ruas interagindo com elementos reais, mas nunca lembrava onde ficava, nem sequer o país. Até que um dia ainda na China eu vi uma foto e estava lá o nome da minha cidade-desejo: George Town, a capital de Penang que é a maior ilha da Malásia. Foram 10 dias por lá, e muita história para contar e mostrar.

História

George Town fica na costa de Penang e desde 2008 a cidade se transformou em Patrimônio da Humanidade pela Unesco. A maioria das casas do centro histórico tem estrutura baixa e ficam em ruas e becos estreitos que misturam vários estilos de arquitetura do século 18 quando a cidade era colônia britânica. No século 19 grandes terraços, principalmente chineses, foram construídos quando o então posto comercial se tornou um centro exportador da Malásia.

Nos anos 60 perdeu seu status para Kuala Lumpur e há menos de 20 anos se reergueu e tornou-se um destino bastante desejado da Malásia, não só pela riqueza histórica, mas pelo colorido das casas e do street art espalhado pelas ruas, pela mistura de sabores da culinária malaia, indiana e chinesa e pela energia vibrante que toma conta dessa cidade encantadora.

 

O Que Fazer: As Principais Atrações da Ilha

 

1. Street Art

Não há dúvidas de o que atraí a maioria das pessoas para George Town é o street art que combina pinturas com elementos reais interagindo perfeitamente. Não é difícil encontrar elas, basta pegar um mapa de Walking Tour que está disponível gratuitamente em qualquer hostel ou café e seguir as indicações. Mas se você quer ver mais do que está no mapa, é melhor pegar um trishaw, aquelas bicicletas de 3 rodas onde um verdadeiro guia turístico te leva pedalando para percorrer a cidade. Em 1 hora é possível ver tudo por 40 ringgit.

 

2. Museu da Câmera

O Museu da Câmera fica na Lubuh Muntri, pertinho da Love Street. Além de uma interessante coleção de câmeras antigas, o museu tem espaços interativos como câmara escura, um estúdio fotográfico com câmera de 120mm, entre outras salas. A entrada custa 20 ringgits, que também da desconto no café ou na lojinha do museu. Vale a visita!

 

3. Cheong Fatt Tze Mansion, a Blue Mansion

A Mansão Azul, que hoje é um hotel, já foi construída por um rico comerciante chinês toda de acordo com yin-yang. Seu belo jardim, pintura azul e detalhes em madeira e até mesmo os poços de água feitos para a época das chuvas são uma verdadeira obra de arte. Se você gosta de história e ainda quer ver um lugar bonito, a Blue Mansion é perfeita. A visita é guiada e acontece 2 vezes por dia por 17 ringgits, às 11h e ås 15h.

 

4. Clan Jetties

Esse pedacinho de George Town é como uma vila flutuante que antigamente eram clãs de famílias chinesas que imigraram para Malásia. Vale a pena visitar e ver as lojinhas interessantes que ficam ali.

 

5. Little India

Além do cheiro delicioso de curry, o que chama atenção são as diversas lojas indiana tocando música alta. É como entrar em outro país andando nessa região. Tem até um templo Hindu!

 

6. Templo Kuan Im Teng

Esse templo fica na mesma rua da mesquita e marca a divisão entre Little India e China Town. O que mais chama a atenção nele são as centenas de lanternas chinesas que enfeitam o lugar.

 

7. Mesquita Kapitan Keling

Não recomendo visitar essa mesquita se você não é muçulmano, mas ver ela de fora é muito bonito, diferente de todas as outras da Malásia que nós vimos.

 

8. Love Street

Não é só o nome da rua que é encantador, mas também as casas chinesas de séculos atrás ainda muito bem preservadas. Uma diferente da outra, cada fachada mais linda que a outra. Essa rua também leva para vários street art e faz a ligação entre Little India e China Town.

george town penang malasia

 

9. Kim Haus Hotel

O Kim Haus Hotel é um hotel butique, com café e pub com música ao vivo que foi uma fábrica de jóias de ouro. No hotel ainda para ver todos as ferramentas da fábrica e todo o sábado a noite o segundo andar se transforma num pub com música ao vivo. Fica na Lebuh Campbel, uma rua de comércio muito charmosa. Hospedes tem desconto no café e no pub e esse foi o hotel que escolhemos parar passar nossos dias em George Town. Pegamos pelo Airbnb.

 

10. Queen Victoria Memorial Clock Tower

É uma torre do relógio com 60m construída parar homenagear a rainha Vitoria, já que George Town foi colônia britânica.

 

11. Red Garden Food & Night Market

Se você gosta de comer bem e pagar barato, esse é o lugar carto. George Town tem a melhor culinária da Malásia porque mistura tudo que tem de bom na Ásia. São opções parar todos os gostos e bolsos. Tem comida chinesa, malaia, indiana, tudo misturado e ainda vende bebida alcoolica. Por ser uma país muçulmano, muitos lugares não vendem bebidas alcoolicas.

 

12. Praia Batu Ferringhi

Se bater um calor e der vontade de se jogar no mar, Batu Ferringhi é a melhor opção. A mais badalada praia da ilha e com vários resorts de luxo, mas a água não é tão bonita assim. Fica a 30 minutos de ônibus de George Town e oferece diversas opções de esportes aquáticos que estão descritos com valores na beira da praia. Lá tem vestiários com armários pagos e a noite é tem uma feirinha que percorre a avenida inteira entre o Hard Rock e a entrada da praia. O food market tem opções e preços ótimos.

 

13. Penang Hill

Essa montanha tem a maior e mais bonita vista da cidade. Vale cada centavo da entrada e tempo dentro ônibus. Vale a pena ir de tarde e ver as luzes da cidade se acenderem. E também é divertido subir e descer com funicular, porque é muito íngreme e chega a dar frio na barriga ver subindo tão alto.

 

Onde e Quanto Tempo Ficar

A melhor localização é no centro de George Town, o que mais próximo do cruzamento das ruas Campbel e Kapitan Keling. Dali você consegue visitar tudo a pé e ainda ficar perto da rodoviária e do porto. Em dois dias você consegue ver tudo, mas nós ficamos 10 dias, porque estávamos trabalhando também. Escolhemos ficar no Hotel Kim Haus na Lebuh Campbel pelo Airbnb que custou 22 dolares a noite (quarto privado, com banheiro e ar condicionado) e não nos arrependemos. Localização excelente, preço justo e oferecia tudo que precisávamos sem cobrar a mais por isso, como café, água gelada, espaço para trabalhar, desconto no restaurante e no pub e até maquina de lavar e secar grátis. Achei a localização do Komtar longe das atrações de George Town.

Na cidade tudo é feito a pé, pois é muito pequeno. Parar visitar Penang Hill ou Batu Ferringhi, existem ônibus de linha. 

 

Como Chegar e Sair

Penang tem aeroporto, rodoviária e porto e o taxi tem valor fechado do centro de George Town para ou a partir de qualquer um desses pontos. Da rodoviária custa 35 riggints, do porto custa 20 ringgits. Mas também existem os ônibus de linha que levam até o Komtar, um mini shopping e terminar rodoviário local.

Se você vem de Kuala Lumpur ou Cameron Highlands melhor opção é o ônibus. De Singapura também existe opção de ônibus. Escolha uma opção que não pare em Butterworth, a cidade que liga o continente a ilha. 

Se você vem de Langkawi, a única opção é o jetty.

Se você vem da Tailândia, China ou Singapura, existem voos diretos para Penang.

Você pode comprar as passagens todas pela internet e é seguro. Basta imprimir os tickets! 

Tá pensando em visitar a Malásia? Veja TODOS os posts aqui.

george town penang malasia
george town penang malasia
george town penang malasia
george town penang malasia
george town penang malasia
george town penang malasia
george town penang malasia
george town penang malasia

 

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS