O Que Galle Fort Tem

Translate here!

Texto: Mônica Morás    Fotos: Eduardo Viero e Mônica Morás

Existem muitos motivos para visitar o Sri Lanka: as pessoas, a paisagem, a cultura, entre tantas outras coisas. E existem lugares que surpreendem tanto a ponto de não querer ir embora. Galle Fort é assim!

Galle Fort é a cidade colonial mais bem preservada do Sri Lanka desde a sua fundação no século 16 pelos Portugueses, e o melhor exemplo de fortificação em estilo europeu na Ásia. Anos depois de sua construção, foi dominada pelos Holandeses que fizeram grandes melhorias, mas o forte teve seu auge quando atraiu imigrantes europeus, principalmente Britânicos no século 18 que compraram, reformaram e deram ao forte um ar mais vibrante.

Galle Fort ainda se tornou Patrimônio da Humanidade pela Unesco e no passado era o principal ponto de parada para os navios que navegavam entre Europa e Ocidente. Dentro do Forte tudo continua como antigamente, fora dele é uma cidade muito interessante de explorar e até mais barata. Galle em sim é muito bonita!

Galle Fort tem apenas 36 hectares, ou seja, é bem pequena. Andar por ela é um passeio muito agradável. Num dos dias que estivemos por lá, uma escola estava fazendo excursão e o Ducth Fort ficou lotado com centenas de crianças de uniforme.

As ruas e casas lembram muito a Holanda colonial e a beira mar, as construções deixam clara a herança portuguesa. E como se não bastasse, as ruas são cheia de lojinhas de arte, pedras preciosas originais e baratas, roupas com cortes exclusivos, lojas de antiguidades e muitos restaurantes charmosos. Ainda falando em comida, adotamos o Barista Lavazza pela pizza e pelos preços muito bons.

Para hospedagem, ficamos no Old Dutch Fort Hotel, na rua principal, quarto privado completo com ar condicionado por 24 dólares. Um achado! A única coisa chata do Sri Lanka é que os blackouts são frequentes e chegamos a passar mais de 8 horas sem energia elétrica durante o dia em todas as cidades que visitamos: Colombo, Kandy, Galle Fort em Galle, Talalla Beach em Matara e Kallady Beach em Batticaloa.

Galle fica a 176km ao sul de Colombo numa área de 36 hectares (bem pequeno!) e a melhor forma de chegar lá é de trem. A estação fica a menos de 10minutos caminhando do Forte, ao lado está a estação rodoviária e um tuk tuk cobra 100 rupias para fazer o trajeto da estação até qualquer ponto de Galle Fort.

É de Galle que é fácil pegar um tuk tuk para conhecer Mirissa Beach, o Santuário de Preservação das Tartarugas Marinhas em Unawatuna, visitar as plantações de Chá Branco, as plantações de ervas medicinais Ayurveda, templos Budistas e ainda ver os pescadores do Sri Lanka, os stilt fishermen em Weligama. Ou ainda fazer tudo isso junto durante um dia inteiro por 3500 rupias (+/- US$24 ) com um tuk tuk + todos os ingressos e/ou doações.

É um programa bem turistão, mas vale a pena se explicar direitinho pro tuk tuk que o objetivo não é fazer compras de chás, ervas medicinais, ficar pobre gastando com tralhas que não cabem na mochila, etc e que você prefere guardar esse valor e retribuir a ele pelo bom passeio (gorjeta!). Funciona que é uma beleza!  

Já conhece nosso Facebook

VEJA MAIS: