Shanghai World Financial Center

Translate here!

Texto: Mônica Morás   Fotos: Eduardo Viero e Mônica Morás

Antes de ir morar na China, já havíamos visitado o país duas vezes e foi Shanghai que fez o coração disparar e decidir ficar. Mas sempre fomos deixando pra trás a subida no Shanghai World Financial Center. Na última semana, depois de 6 meses morando por lá, decidimos ver a cidade do alto dos 100 andares. Foi como se apaixonar novamente pela cidade!

Tem alguma coisa em Shanghai que me fascina, o movimento, como tudo muda o tempo todo, algo que só que vive por lá consegue entender. A cidade cresceu muito rápido nos últimos 20 anos e se tornou uma selva de pedras encoberta pela poluição, mas nem por isso ela perdeu o charme. Mas pensando nisso, é melhor subir no SWFC num dia “limpo”.

O Shanghai World Financial Center tem 492m de altura e na época foi considerado o maior arranha-céu do mundo. Fica em Pudong, na estação Lujiazui (linha 2). A entrada custa 180RMB e é válida apenas para uma vez. O andar 94 tem lojinha de souvenirs, banheiros, etc, mas o andar 100 é dá a melhor vista e tem o chão de vidro, por isso o prédio parece um abridor de garrafas. O que todo mundo faz é subir antes do pôr do sol e esperar até a Oriental Pearl acender as luzes. 

E depois de muito trabalho, a foto do Eduardo foi escolhida para representar Shanghai na matéria da CNN sobre a transformação da sua cidade de residência nos últimos anos. Veja aqui! E pra saber o que é aquele VPN ali em cima na foto, clique aqui.

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS