O Crescimento na Fotografia com Smartphone

Texto e Fotos: EDUARDO VIERO  

Há muito tempo venho pensando sobre a fotografia de celular e resolvi escrever. Com certeza será um texto grande, mas com bastante informação.

Os smartphones já percorreram um longo caminho. Nos últimos anos as melhorias feitas na fotografia de smartphones foram enormes, e no topo do mercado estão celulares como o Google Pixel 2, o iPhone XS e o Samsung Galaxy S9. Meu aparelho atual, o iPhone 6S, faz ótimas fotos e até funciona muito bem com pouca luz, e este modelo agora tem mais de 3 anos! Apesar de ser um aparelho relativamente antigo, consigo alcançar bons resultado com ele. Claro que devo dizer que tem seus limites como todos os equipamentos.

fotografia de celular

Quando vou sair para fazer fotos, minha câmera principal é minha DSLR, embora seja grande, eu não me importo muito. Tenho também uma Mirrorless, que uso com a lente do kit, o que deixa a câmera muito mais compacta, e assim, muitas vezes é melhor levar ela, pois é mais fácil de guardar. Algumas vezes temos que fazer algumas viagens curtas e sem nenhuma pretensão de trabalho, então levamos a Mirrorless e os nossos celulares.

 Processed with VSCO with fp8 preset
 Processed with VSCO with fp8 preset

Muitas pessoas me perguntam qual o melhor equipamento para fotografar. Mas essa é uma resposta muito relativa, tudo depende. Se for para registrar momentos com a família e viagens, sem pretensão de trabalhos, um smartphone bom resolve todos os problemas e faz fotos ótimas. É só saber usar ele!

Recentemente, um amigo me perguntou porquê ainda continuo usando câmeras e porquê eu não comprava apenas um dos smartphones mais recentes, com tecnologia nova e tal. Eu falei que não me importava com a qualidade dos smartphones, porque eu tinha minha câmera, mas isso me fez pensar. Por que eu teria a necessidade de continuar investindo e usando equipamentos que dependem um do outro? Nos dias de hoje, em 2018 (quase 2019), quase todo mundo tem um smartphone avançado o suficiente para tirar fotos decentes, pelo menos em boa luz. Então, por que sinto que preciso de mais?

Há algum tempo atrás minha câmera estragou e foi para o conserto. Por sorte eu estávamos indo para Milão, onde tem uma assistência técnica própria da Canon, onde fomos muito bem atendidos. Deixei minha câmera lá para conserto, e em 3 dias eles me entregaram ela perfeita. Nesses 3 dias fotografei apenas com meu iPhone 6S. E ficaram ótimas! Veja elas no artigo Minha Câmera Quebrou e Eu Fotografei Milão com iPhone

 Processed with VSCO with s2 preset Processed with VSCO with s2 preset

Um smartphone é um sistema de câmeras tudo em um. Você não compra lentes para ele e é um custo único. Na verdade, você pode ter isso de graça, já que você está comprando um telefone mesmo assim. Você pode adquirir aplicativos para melhorar sua funcionalidade, muitos deles gratuitos.

 A maioria das câmeras, ao contrário, são produtos de hardware, lançados no mercado com um conjunto de recursos com os quais você está preso. Até que as empresas de câmeras tentem seduzi-lo com os modelos mais recentes em seu próximo ciclo de lançamentos. Todos os dias câmeras novas entram no mercado, e vem de todos os lados, Canon, Nikon, Sony, Fuji, entre outras.

Uma grande vantagem do celular é o tamanho e peso. Eles facilmente cabem em seu bolso ou bolsa, e os carregamos para todos os lugares. Muito poucos de nós podem falar isso sobre nossas câmeras. Eu tenho carregado uma mochila grande por anos em viagens fotográficas, que, dependendo do equipamento envolvido, só podem dar espaço para minha DSLR e 2-3 lentes. Veja o artigo Equipamentos que Levo Comigo em Viagens

 Processed with VSCO with s2 preset Processed with VSCO with s2 preset

Celular X Câmera

 Há muito tempo algumas pessoas dizem que uma boa câmera significa boas fotos. Deve ser um dos maiores erros de um fotógrafo ouvir a frase onipresente: "Essa é uma ótima foto! Você deve ter uma câmera cara!"

Com câmeras cada vez melhores dentro do bolso de uma pessoa comum, e com muitas pessoas sentindo o aperto econômico, acho que contratar um fotógrafo com uma câmera “profissional” é visto cada vez mais como um passo desnecessário ou um luxo. Com o consumo principal de fotografias ocorrendo em dispositivos inteligentes, a qualidade da imagem é boa o suficiente, e as fotos tiradas de um telefone podem ser compartilhadas com facilidade e rapidez com amigos e familiares.

 Processed with VSCO with fp8 preset
 Processed with VSCO with fp8 preset

Uma coisa interessante seria entender situação atual e imaginar como um adolescente interessado em fotografia veria a indústria de câmeras como é hoje. A maioria dos adolescentes do mundo hoje, provavelmente possui um smartphone há vários anos, compartilha fotos com seus amigos no Whatsapp, ou em outros aplicativos, e usa sites de mídia social baseados em fotos, como o Facebook e o Instagram.

Então eles compram sua primeira câmera DSLR que seja, nova brilhante e a levam para casa, animadamente rasgando a embalagem para chegar ao novo orgulho e alegria de ve-la ali dentro. Dai eles descobrem edição na câmera é desajeitada ou inexistente, compartilhar fotos significa que você precisa conectar fisicamente sua câmera a um computador (ou usar um aplicativo Wi-Fi mal projetado), o sistema de menus é uma confusa computação dos anos 90. Também percebe que não há tela de toque (ou você não pode controlar totalmente algumas opções com ele), você não pode carregá-lo com o mesmo cabo que você usa para carregar seus outros dispositivos, e há poucas ou nenhuma atualização com novos recursos. Um smartphone torna tudo isso tão fácil, e esses recursos provavelmente têm um valor igual ou até mais alto do que a qualidade de imagem extra que eles poderiam obter usando sua nova câmera.

 Processed with VSCO with fp8 preset

O que o smartphone não podem fazer?

 Ainda há alguns questões para resolver antes que empresas como Google, Apple e Samsung mantenham completamente a câmera dedicada. No caso da fotografia de Vida Selvagem, ainda vai levar um tempo para os smartphones competirem com câmeras. Isso porque este tipo de fotografia depende de ter a distância focal necessária para capturar o animal em seu ambiente, o que vai contra a ideia do telefone de caber no seu bolso.

fotografia de celular

 Há uma nova tendência para múltiplas lentes em uma câmera do telefone. E uma combinação destas lentes com mais alguns algoritmos de estabilização de imagem, e algum processamento inteligente, podem um dia serem suficientes para emular uma lente funcional de 500mm, por exemplo. A fotografia de Esportes e Ação também está bastante segura por enquanto, desde que o esporte que você esteja gravando não permita que você se aproxime. O autofoco de detecção de contraste e o desempenho de pouca luz estão melhorando rapidamente, com a distância focal sendo talvez a única grande barreira técnica aqui, sem incluir o esforço para ter acesso a um bom local para registrar!

 Já nos casos como viagens, fotos de família e fotografia do dia a dia, no entanto, são muito fáceis para um smartphone. Casamentos inteiros foram filmados e fotografados com celulares, e isso poderia facilmente se traduzir em uma série de outros eventos também. A fotografia de Paisagem também não é segura, com a lente grande angular usual combinada com algumas das novas técnicas de HDR ou computacionais que ameaçam eliminar a vantagem da câmera tradicional.

 Processed with VSCO with fp8 preset
 Processed with VSCO with fp8 preset

O novo modo de retrato nos modelos de smartphones mais recentes, ajudou a conquistar outro dos últimos pontos principais da câmera que caíram no smartphone: O bokeh. A capacidade de gerar desfoque por trás de um assunto (objeto, pessoa) significa que os usuários de smartphone podem efetivamente tirar seus próprios retratos. Embora não seja perfeito, este é apenas o primeiro passo comercial da tecnologia e, de forma realista, só se tornará cada vez mais parecido com a realidade.

Dias atrás descobri que você pode até obter uma versão simplificada do modo retrato com vários telefones antigos usando o modo "Foco" no aplicativo do Instagram. Não tão elegante em sua execução, talvez, mas isso será suficiente para algumas pessoas. No meu caso que tenho o iPhone 6S, em alguns momentos já usei. Veja abaixo alguns exemplos de fotos que fiz utilizando essa função direta do Instagram.

 Processed with VSCO with fp8 preset
 Processed with VSCO with fp8 preset
 Processed with VSCO with fp8 preset
 Processed with VSCO with fp8 preset

 A outra coisa sobre uma câmera dedicada, em particular, os vários sistemas DSLR, é a enorme variedade de acessórios que estão no mercado. Isso permite que você experimente literalmente qualquer tipo de fotografia que você possa imaginar. A fotografia macro também ainda não foi feita para os smartphone, mas câmeras dedicadas podem capturar esse tipo de cena muito bem. A iluminação também é muito melhor na DSLR, oferecendo muitas diferentes opções, enquanto dispositivos como o iPhone tentam renderizar essa iluminação em software.

O fotógrafo automático

 Depois de algumas considerações, ao invés de qualidade de imagem, eu realmente acho que a principal razão que eu ainda carrego uma câmera é a maneira que faz eu me sentir. Eu adoro a sensação de sair com o meu kit e estar totalmente no momento, olhando atentamente meu ambiente para a próxima foto, um ponto de vista único, o momento perfeito para ser capturado. Isso provavelmente nasceu de uma educação pré-smartphone, mas acho muito difícil entrar nessa área de forma criativa quando uso um celular. Eu percebo que isso não é culpa do smartphone. Eu deveria, em teoria, ser capaz de criar uma imagem bastante semelhante em qualquer câmera, se quisermos julgar a visão criativa sobre a qualidade técnica.

 Processed with VSCO with fp8 preset

 O outro grande apelo ao uso de uma câmera dedicada é como ela lida. Aprecio muito a riqueza dos controles físicos ao meu alcance, sendo capaz de selecionar criativamente as configurações facilmente para criar a aparência que desejo. Já um telefone, parece um gadget para mim, não uma câmera. Mas mesmo assim, tento ao máximo extrair o melhor desses aparelhos. No final das contas, o melhor equipamento é aquele que você tem com você naquele momento.

Andei pesquisando e vi que, os smartphones mais recentes, como o Google Pixel 2, podem controlar a maioria dos elementos técnicos para fazer uma foto para você. Já se foram os dias em que o principal trabalho do fotógrafo é calcular uma exposição. Ele pode, por exemplo, tirar várias fotos em modo continuo automaticamente com diferentes exposições e combiná-los de maneira inteligente, analisando o conteúdo da imagem para renderizar uma cena de alto alcance dinâmico com o mínimo de ruído e exposição correta em todas as áreas da imagem. Tudo isso apenas com um único botão.

Pense no que seria necessário para conseguir isso com uma câmera. No mínimo, você precisaria passar pelo seu fluxo de trabalho normal de pós-processamento, talvez usando o Adobe Lightroom. Tente recuperar detalhes dos realces ou sombras, dependendo do que você expôs. Isso é muito mais trabalho do que um único botão.

 Processed with VSCO with s2 preset Processed with VSCO with s2 preset

 Mas ainda há, claro, algo necessário: “nós”. Precisamos escolher o local, chegar ao local e, em seguida, alinhar cuidadosamente o quadro até vermos algo agradável. Só depois disso podemos apertar o botão do obturador e captar a foto.

Ainda assim, e se até mesmo parte desse processo pudesse ser automatizado? Imagine se a câmera do telefone pudesse analisar a cena com base em vários critérios e proporções, e escolher o que ela considera a “melhor” composição, pelo menos da sua direção atual. O usuário “nós” precisaria simplesmente segurar o telefone e apontá-lo para algumas montanhas, para que os algoritmos assumissem, recortando a vista em uma bela cena montanhosa, completa com linhas principais, observação da regra dos terços e tudo perfeitamente exposto.

 Processed with VSCO with s2 preset Processed with VSCO with s2 preset

De fato, o que é para parar o algoritmo ajustando a realidade para uma composição mais agradável? Já temos as ferramentas para corrigir a distorção, mas e se os algoritmos pudessem usar essas técnicas para alterar sutilmente a visão ou a perspectiva da imagem para melhorar sua imagem? Ou identificar um carro em movimento que está estragando a foto e decide removê-lo usando técnicas de remoção de imagem?

Com as atuais técnicas computacionais em telefones, não acredito que seja um algo extraordinário e impossível. É difícil imaginar um mundo em que a composição, o aspecto criativo fundamental da fotografia, possa ser automatizada por uma máquina

 Processed with VSCO with s2 preset Processed with VSCO with s2 preset

Um ex-professor meu, contou que um rapaz desenvolveu um software que analisou todos os poemas de Sheakspeare e depois disso ele podia criar poemas tão bons quanto, inclusive esse rapaz ganhou um concurso de poemas, mas só depois contou o que ele havia feito. Existe algo parecido também com a Música, um computador que reúne todas as sinfonias já feitas por outros artistas e transforma elas em músicas como se fossem dos mesmos criadores.

Se uma máquina pode fazer isso, por que não poderíamos usar uma tecnologia semelhante para imitar o trabalho do Sebastião Salgado? Se não for agora, então no futuro. Se os smartphones tivessem um recurso como esse, o que isso faria com o negócio da fotografia?

 Processed with VSCO with s2 preset Processed with VSCO with s2 preset

O FUTURO

A longo prazo, acho que os smartphones serão a câmera principal para mais e mais pessoas, e que “manualmente” tirar fotos com uma DSLR ou mesmo com Mirrorless se tornará mais um nicho. Tenho certeza de que a indústria de câmeras continuará progredindo, mas acredito que, como a maioria das empresas de câmeras tão focadas em hardware sobre software, o foco precisa mudar para evitar que as câmeras sejam deixadas para trás.

Muito poderia ser feito para melhorar a experiência do usuário de uma câmera. Eles podem oferecer recursos que não são automatizados tanto quanto na tecnologia de smartphone, mas ainda oferecem ao fotógrafo opções mais criativas do que as disponíveis hoje.

 Processed with VSCO with s2 preset Processed with VSCO with s2 preset

Mesmo assim, provavelmente haverá um grupo que está sempre buscando a melhor qualidade de imagem possível, seja para o orgulho pessoal de um amador ou para um profissional trabalhando em uma campanha publicitária. Para muita gente, a fotografia é uma paixão profunda, e provavelmente continuarão fazendo o que estão fazendo por agora, inclusive eu, que também apesar de toda a tecnologia das câmeras digitais, uso câmeras de analógica de filme 35mm. O importante nisso tudo é estarmos cientes das novas tecnologias e estarmos sempre buscando melhorias no mundo da fotografia, seja com tecnologia ou não.

E você, o que pensa disso? Escreve aqui embaixo nos comentários.

VEJA TODOS OS POSTS DE FOTOGRAFIA

JÁ CONHECE NOSSO FACEBOOK

SEGUE NO INSTAGRAM @MONICAMORAS E @EDUVIERO

VEJA MAIS