5 Curiosidades Sobre os Pastéis de Belém

Texto: MONICA MORAS @monicamoras  Fotos: EDUARDO VIERO | @eduviero 

Um roteiro em Lisboa não é completo sem os tradicionais Pastéis de Belém. A história é antiga, de uma tempo distante, mas hoje a padaria é visitada por milhares de pessoas, entre turistas e moradores locais que não deixam a tradição morrer. 

1. A receita dos Pastéis de Belém ainda é exatamente a mesma desde 1837. 

A história o próprio Pastéis de Belém conta é que no início do século XIX, em Belém, ao lado do Mosteiro dos Jerónimos, havia uma refinaria de cana-de-açúcar ligada a uma pequena loja. Por causa da Revolução Liberal de 1820, todos os conventos e mosteiros portugueses foram fechados anos depois e, consequentemente, todo o clero e os trabalhadores foram expulsos deles. Na tentativa de sobreviver, alguém do Mosteiro colocou à venda doces na pastelaria, que rapidamente ficaram conhecidos como "Pastéis de Belém", por causa de onde eram produzidos, e a receita não mudou. Na época Belém ficava distante de Lisboa, chegando apenas de barcos a vapor, e os visitantes curiosos para ver a Torre de Belém, não perdiam a oportunidade provar os famosos pastéis de Belém. 

2. Os Pastéis de Belém são assados na "Oficina do Segredo”.

A “Oficina do Segredo” é onde os Pastéis de Belém são assados, e a sala tem esse nome, porque a receita não é compartilhada com ninguém, apenas com os mestres pasteleiros que fazem os pastéis de Belém artesanalmente. A receita é patenteada e os mestres confeiteiros assinam um acordo de confidencialidade, comprometendo-se a não divulgar a maneira como os doces mais famosos do país são feitos.

3. Pastéis de Belém de Pastéis de nata não são a mesma coisa 

Os pastéis de Belém existem apenas em Belém, e a receita secreta garante que assim seja. No resto do país o nome é pastel de nata, nas mais variadas versões. Muitas pessoas não sabem nem a diferença, mas depois que se prova o verdadeiro pastel de Belém, é notável a diferença. 

pasteis de belem lisboa

4. Todos os dias 20 mil pastéis são vendidos.

Estima-se que cerca de 20 mil pastéis de Belém sejam vendidos diariamente para turistas e moradores locais. No final de semana esse número pode dobrar. E ele custa apenas, 1,10 euros. 

5. "Uma noiva que come um pastel nunca vai tirar o anel." 

Um antigo provérbio português diz que "Uma noiva que come um pastel nunca vai tirar o seu anel" e por isso é bastante comum ver casais recém-casados, vestidos de noiva e de noivo, na padaria mais portuguesa de Lisboa. Portugal é um país de tradições e, num dia de casamento, estas definitivamente não são esquecidas. Após a recepção, os noivos vão até a Pastéis de Belém para comer pastéis

PARA SABER SOBRE OS PASTEIS DE BELEM

  • A padaria Pastéis de Belém fica Rua de Belém nº 84.

  • Para chegar lá, basta pegar o tram 15E que sai da Praça da Figueira.

  • Ela fica aberta das 8h às 23h. 

FIQUE LIGADO!!!

Não esqueça de fazer o Seguro Viagem! Eu já precisei (contei aqui) e não tinha. Não cometa meu erro! Inclusive na Europa ele é obrigatório (mostrei aqui). Fazendo o seguro através do nosso link você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a continuar viajando. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. No cartão de crédito dá para parcelar em até 12x sem juros. 

VEJA TODOS OS ARTIGOS DE PORTUGAL

JÁ CONHECE NOSSO FACEBOOK

SEGUE NO INSTAGRAM @MONICAMORAS E @EDUVIERO

VEJA MAIS