Como Planejar uma Viagem pela Europa

Texto: MONICA MORAS @monicamoras  Fotos: EDUARDO VIERO | @eduviero

Planejar uma viagem pela Europa não é difícil, mas exige que você decida bem o que quer fazer. Nesse artigo vou mostrar o passo a passo de coisas que você precisa pensar e considerar antes de embarcar para o velho continente.

POR QUE VIAJAR PELA EUROPA

A Europa reúne tudo de melhor num só continente. Tem história, cultura, arquitetura, culinária deliciosa, belezas naturais e é fácil de viajar tanto no verão, quanto no inverno. Além disso tudo, ainda é seguro viajar, inclusive se você estiver sozinho. E se essa será a sua primeira viagem, a Europa é o lugar perfeito para começar. 

Roma | Como Planejar uma Viagem para Europa

1. PLANEJE A SUA VIAGEM PARA A EUROPA

A primeira coisa que você precisa fazer é responder essas perguntas:

a. Quanto tempo eu tenho para viajar pela Europa? A conta precisa incluir o dia de saída do Brasil e o dia que você chega de volta. 

b. Quanto dinheiro eu tenho para viajar? Faça uma conta rápida do máximo de dinheiro que você consegue juntar em reais até o dia da viagem. Faça a conta de tudo que você pode economizar também. Esse valor vai pagar a passagem, hospedagem, alimentação, seguro viagem, transporte durante a viagem, entradas em museus, comprinhas e o que mais você precisar gastar na viagem. Mais abaixo eu ensino a conta.

c. O que eu gosto de fazer? Entrar em museus e galerias, visitar atrações famosas, provar comidas típicas, provar cervejas locais em pubs, fazer compras nas famosas liquidações (agosto e fevereiro), relaxar na praia, caminhar na montanha, explorar a cidade de bicicleta, etc. Seja muito sincero com você mesmo para escolher os lugares para visitar na Europa. Se você está indo com outra pessoa, leve em consideração os gostos dessa pessoa também.

d. Planejar a viagem sozinho, pegar pacote ou seguir um roteiro personalizado? Sozinho dá mais trabalho, mas é gratificante depois que você faz exatamente o que quer fazer, sem ficar preso num roteiro. Pegar pacote facilita não precisar pensar em nada além do horário de encontrar o guia, e é só seguir o grupo. Seguir um roteiro personalizado serve para quem não tem tempo de planejar tudo sozinho, mas quer viajar sem grupo e fazer só coisas que sejam do seu interesse. É um meio termo entre planejar sozinho e pegar pacote, pois o travel designer vai planejar tudo por você de acordo com os seus gostos, mas você vai fazer tudo por conta própria no lugar destino. Existem vários profissionais que fazem roteiros personalizados, como por exemplo, Travel Hunter (fala com a Fernanda) que faz para o mundo todo ou a Ana Grassi que é focada na Itália. 

2. DEFINA O ROTEIRO DE PAÍSES

Você já sabe quanto tempo tem, quanto de dinheiro tem e o que gosta de fazer. Agora vem a parte mais difícil: o roteiro! O roteiro da viagem pela Europa precisa muito levar em consideração quanto de dinheiro você tem para gastar. Tenha em mente de que quanto mais perto for um destino do outro, mais fácil e barato vai ser viajar. 

Agora abra o mapa e comece a ver os lugares que são próximos. Use o Google Maps para calcular as distâncias de carro, assim você tem uma média para saber se vai precisar pegar voo ou se só ônibus ou trem resolve. E se bater a dúvida, veja o valor na GoEuro. Vou explicar essa parte mais adiante.

Sugestões de roteiros de 15 dias sem sair do Espaço Schengen: 

  • Portugal, Espanha e França

  • França, Suíça e Itália

  • França, Bélgica e Holanda

  • Austria, Eslováquia, Hungria e República Tcheca

  • Alemanha, República Tcheca e Polônia

  • Dinamarca, Suécia e Noruega

  • Itália e Grécia

  • Entre tantas outras combinações possíveis! 

Bratislava | Como Planejar uma Viagem para Europa

2. TIPOS DE VIAGEM PELA EUROPA: MOCHILÃO SOZINHO, EUROTRIP COM AMIGOS, LUA DE MEL, VIAGEM EM FAMÍLIA

Essa é uma decisão crucial no planejamento. Porque se você vai sozinho (a), você vai fazer o seu tempo. Porém, se a viagem envolve outras pessoas, tudo precisa ser negociado para que todo mundo aproveite.

Com crianças aproveite cidades com parques e atrações instigantes, como a Disney Paris, o Oceanário de Lisboa ou a Mini-Europe de Bruxelas. Com os amigos, vale incluir cidades com street art e bares com preços bons, como Berlin, Atenas, Budapeste e Lisboa. E se for lua de mel, escolha alguma coisa que seja a cara do casal para fazer, e aqui vale gastar uns euros a mais. 

3. DEFINA O ROTEIRO EM CADA CIDADE

Agora que você já escolheu os países, é hora de escolher o que fazer em cada cidade. Lembre-se que algumas cidades são mais caras do que as outras no mesmo país. Roma é mais barata do que Florença, por exemplo. 

Pesquise roteiros prontos das cidades que quer visitar e liste:

a. Lugares que tem que visitar na cidade

b. Lugares interessantes que gostaria de visitar na cidade

c. Lugares que gostaria de visitar, mas tudo bem se não der para ir

Exemplo em Roma: Tem que ir na Piazza San Marco (Vaticano), gostaria de entrar na Capela Cistina, tudo bem se não der para ver o Papa. Tomando essa decisão você já consegue definir quantos dias vai precisar na cidade.

Dica: Geralmente os roteiros na cidades Europeias são entre 2 e 5 dias, mas o tempo de ficar na cidade vai depender do seu tempo de férias, orçamento disponível e interesses.

Simy, Grécia | Como Planejar uma Viagem para Europa

4. QUANTO CUSTA VIAJAR PELA EUROPA

É agora que você vai validar o roteiro dos sonhos e ter certeza que vai dar para pagar. Você vai precisar de: papel, caneta, calculadora, paciência e Google. 

a. Pesquise: 

  • Quanto custa a passagem de ida e volta?Indo e vindo pelo mesmo aeroporto costuma ser bem mais barato. Use o Kayak ou Skyscanner para pesquisar os valores e ative os alertas de promoção da Melhores Destinos. Não esqueça de pesquisar pela janela anônima do seu buscador, isso garante os melhores preços.

  • Quanto custa o Seguro Viagem para o período que você tem disponível? Não esqueça que o Seguro Viagem é obrigatório para entrar na Europa e o valor da cobertura deve ser igual ou superior a 30 mil euros. Assist Card e Travel Ace funcionam bem. Use o cupom EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto. No boleto ganha mais 5% e no cartão parcela em até 12x. Contratando o seguro viagem através do nosso link da Seguros Promo, você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o blog ativo.

  • Quanto custa a hospedagem em cada uma das cidades que você quer visitar? Hotéis bem localizados tentem a ser mais caros, e hostel (albergues) com quartos compartilhados costumam ter os melhores valores. Veja no Booking.com que continua sendo o lugar mais seguro para pesquisar, e é onde estão quase todas as opções disponíveis.

    Além disso, Airbnb é sempre uma boa alternativa se você está indo de casal, família ou amigos. Reservando sua hospedagem através do nosso link do Booking.com, você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a manter o blog ativo. E se você não tem conta no Airbnb, se cadastrando através do nosso link, ganha US$ 30 na primeira viagem.

  • Quanto custa o transporte entre as cidades que você quer visitar? Use o GoEuro para saber quanto custa cada tipo de transporte entre as cidades. O site é seguro, tem em Português de Portugal (autocarro é ônibus) e dá várias opções de transporte.

  • Quanto custa os ingressos de cada uma das principais atrações do lugares que você quer visitar? Entrar no Coliseu, visitar o Louvre, conhecer a Capela Cistina, subir na Torre Eiffel, entrar no Oceanário de Lisboa, etc. Pesquise o valor de cada ingresso no site oficial da atração e se tem algum dia que é gratuito ou se tem desconto para entrar mais tarde.

  • Quanto custa uma refeição em restaurante? A média em geral é de 10 euros, mas em países nórdicos e algumas cidades específicas de alguns países da Europa, esse valor é maior.

Bruxelas | Como Planejar uma Viagem pela Europa

b. Calcule: 

Some o valor da passagem + valor do seguro viagem + valor da hospedagem (valor do dia x dias na cidade) + valores do transporte entre as cidades + valores dos ingressos = valor base (sem comida e compras)

c. Decida o “luxo” da viagem:

Agora que você já sabe quanto vai custar a viagem base, tem que decidir os pequenos luxos. Calcule o máximo que você vai destinar para compras de lembrancinhas para a família e compras para você mesmo (entre essenciais e tralhas). 

Agora pesquise quanto custa uma refeição média no seu país destino, multiplique pela quantidade de dias que você vai ficar. Esse é o resultado de pelo menos uma refeição bem feita no dia.  Mas você não vai comer apenas uma vez no dia, e é agora que entram as suas preferências: vai ter restaurante melhorzinho? Vai ter vinho ou cerveja? Vai ter lanchinhos rápidos durante o dia? Vai ter visitas naquele lugar que o sorvete/pizza/waffle/café é muito fotografável? Se vai ter, vai ter que somar o valor na conta. 

Ou seja: valor base + (valor da refeição x dias de viagem) + pequenos luxos + comprinhas = valor total

d. Deixe uma sobra para emergências:

A gente nunca sabe quando vai precisar pegar um taxi, quando vai conhecer alguém interessante e beber uma (ou três) cerveja a mais, quando vai se apaixonar por aquela blusinha maravilhosa, ou vai querer entrar num lugar fora da rota. Reserve um dinheiro só para isso! 

e. Dica Esperta:

Viajar barato é um conceito muito relativo. O que é barato para mim, pode não ser para você. Por isso você precisa gastar um tempo pesquisando. 

Positano, Itália | Como Planejar uma Viagem pela Europa

5. COMO VIAJAR BARATO PELA EUROPA

Já falei que barato é um conceito relativo, mas dá para gastar menos se você tiver:

  • Flexibilidade para viajar fora da alta temporada e durante a semana.

  • Reservar com antecedência o transporte e hospedagem, para conseguir melhores preços e mais opções. 

  • Pesquisar os dias do mês que as atrações que você quer visitar são gratuitas, ou os horários com valor reduzido, e se compensa comprar os ingressos antecipadamente.

  • Coma como um local, afinal de contas um trabalhador não vai sempre em restaurante turísticos e sabe onde estão as barbadas e as roubadas. Se ficar em hostel (albergue) ou Airbnb, ainda é possível usar a cozinha e preparar a sua própria janta e café da manhã.

6. QUE DINHEIRO LEVAR PARA EUROPA

Euros! Dos 26 países que fazem parte do Tratado de Schengen, 18 deles trabalham como euro: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Espanha, Finlândia, França, Irlanda, Holanda/Países Baixos, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, e Portugal. Assim como Mônaco e San Marino que não fazem parte, mas também usam euros. 

Nos demais países, cartão de crédito são bem aceitos e não é difícil fazer câmbio para a moeda local. São eles: Dinamarca, Hungria, Islândia, Noruega, Polônia, República Tcheca, Suécia e Suíça. Se não quiser usar o cartão de crédito, opte pelo cartão Travel Money do seu banco. 

Pode levar dólares, mas vai ter que fazer câmbio lá. O mesmo vale para libras. Não leve reais, pois a nossa moeda é muito desvalorizada e raramente aceita.

Dica de câmbio: Vá acompanhando a cotação ao longo dos meses e vá fazendo troca aos poucos. Assim você não perde tanto no final das contas.

Dica para levar o dinheiro: Evite usar o cartão de crédito para não virar refém da cotação da operadora. Leve uma pequena parte em espécie e outra parte no cartão travel money.

Atenas | Como Planejar uma Viagem pela Europa

7. QUANDO IR PARA EUROPA

Quando ir para Europa é uma escolha muito pessoal, mas saiba que existem três temporadas em geral:

  • Alta Temporada: Junho, Julho e Agosto

Os preços tendem a ser mais altos, os lugares mais lotados, e o calor pode ser escaldante em algumas cidades como Barcelona, Lisboa, Roma e Paris. 

  • Baixa Temporada: de Novembro até Abril

O frio é intenso e neva em muitos lugares. O sol dura menos tempo e alguns passeios ficam inviáveis com o frio. A única exceção da baixa temporada é o Ano Novo que sempre lota os hotéis. 

  • Temporada Intermediária: Abril, Maio, Junho e Setembro, Outubro e Novembro

Em geral os preços baixam e a quantidade de turistas reduz drasticamente. As ilhas gregas ficam muito melhores (em termos de preços e quantidade de pessoas) em Setembro, por exemplo. A exceção aqui é Munique na Oktoberfest. 

Amsterdã | Como Planejar uma Viagem pela Europa

 8. TRANSPORTE NA EUROPA

O continente mais fácil e seguro de se locomover é a Europa. Pesquise os valores de qualquer tipo de meio de transporte entre cidades e países na GoEuro (em português de Portugal, autocarro é ônibus).

a. Trem: Trem é a forma ideal de transitar entre um lugar e outro pela pontualidade e pelo conforto de apreciar a paisagem. Os trens também são bem interligados com ônibus e aeroportos, o que facilita bastante os deslocamentos. Fique ligado que existe a Interrail Eurail que oferece um ticket único para viajar por diversos lugares sem precisar comprar novos bilhetes o tempo todo. A diferença é que a Interrail é apenas residentes europeus e o Eurail atende a todos os viajantes que não possuam residência na Europa.

b. Ônibus: Em alguns lugares só é possível chegar de ônibus, os horários geralmente são muito bons e muitas vezes compensa pegar um ônibus noturno para economizar uma noite de hospedagem. Vale pesquisar na GoEuro a melhor opção. 

c. Avião: O que não faltam são companhias aéreas low cost (baratinhas) como a Ryanair Easyjet. A única regra aqui é viajar leve, sem despachar bagagem, pois é assim que essas companhias ganham dinheiro. Dependendo do trajeto, os valores compensam muito. 

Praga | Como Planejar uma Viagem pela Europa

9. O QUE LEVAR NA MALA PARA EUROPA

Só leve o que você pode carregar sem ajuda de outra pessoa, e deixe espaço para as compras. Mesmo que você não planeje fazer compras, certamente você fará. E se está viajando barato, não esqueça que a mala/ mochila precisa ser rigorosamente do tamanho padrão de bagagem de mão (55x40x20) e ter no máximo 10kg. 

Sugestões para 10 dias em temporada alta ou intermediária:

  • Elas: 1 calça jeans, 1 casaco arrumado, 3 camisetas / blusinhas, 1 regata, 1 vestido longo ou midi ou que sirva para o dia e noite, 1 saia longa ou midi que sirva para dia e noite, 1 short, 1 lenço (pro caso de não querer sair com casaco, ou precisar cobrir ombros pra entrar em igreja), 1 biquini, 1 chinelo, 1 sapato confortável para andar o dia inteiro, 1 sandália confortável para andar bastante e sirva para noite. Meias, calcinhas, sutiãs e acessórios é por sua conta. 

  • Eles: 1 calça jeans, 2 bermudas (ou 3 se as suas não forem volumosas), 3 camisetas, 1 camisa, 1 polo, 1 calção de banho, 1 casaco arrumado, 1 chinelo, 1 sapato confortável para andar o dia inteiro, 1 sapato confortável para andar bastante e sirva para a noite. Meias, cuecas e acessórios é por sua conta. 

10. COMUNICAÇÃO NA EUROPA: INGLÊS, LÍNGUA LOCAL, wifi 

Se você fala inglês ou a língua local do país que vai visitar, vá tranquilo. Caso contrário, dá sim para viajar sem falar outra língua além de português. Você vai passar mais trabalho, mas dá. Países como Espanha, França e Itália dá para se virar bem na dedução dos significados junto com o Google Tradutor. Nos demais países é preciso mais planejamento e o uso do Google Tradutor. Paciência e mímica também ajudam bastante. 

Na Europa você pode comprar um chip de celular e liberar para outros países. Dá para usar o EasySim4U. Se o tempo for curto na cidade, vale usar a wifi grátis das praças, o que é bem comum de ter. E se guie pelo Maps.me, o app grátis e off-line de mapas que dá até trajeto de ônibus e metro.

Viena | Como Planejar uma Viagem pela Europa

Agora não tem mais desculpa para adiar a viagem para a Europa! E se ficou com dúvida, manda aqui abaixo nos comentários!

 FIQUE LIGADO!!!

Não esqueça de fazer o Seguro Viagem! Eu já precisei (contei aqui) e não tinha. Não cometa meu erro! Inclusive na Europa ele é obrigatório (mostrei aqui). Fazendo o seguro através do nosso link você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a continuar viajando. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. No cartão de crédito dá para parcelar em até 12x sem juros. 

PIN IT :) 

 

Como Planejar uma Viagem pela Europa

 

JÁ CONHECE NOSSO FACEBOOK? SEGUE NO INSTAGRAM @MONICAMORAS E @EDUVIERO

VEJA MAIS