Roteiro em Barcelona: 3 Dias Passo a Passo

Texto: MONICA MORAS @monicamoras Fotos: MORGANA MORAS | @morganamoras

Montar um roteiro em Barcelona é viajar sem sair de casa. A cidade tem muita arte, história, arquitetura característica, praia, e é feita para caminhar, e caminhar muito. E uma curiosidade interessante, é que a maioria das grandes cidades (Paris, Londres, São Paulo, Xangai, Bangkok, etc) sempre divide opiniões entre quem gostou e quem não gostou, mas até hoje não conheci ninguém que não tenha se encantado por Barcelona. 

COMO USAR ESSE ROTEIRO DE 3 DIAS EM BARCELONA

  • O roteiro é em modo econômico, testado e aprovado. Minha mãe também fez esse roteiro.

  • Quase tudo é feito a pé e o que não é, eu indiquei como faz. E você vai caminhar vários quilômetros sem nem perceber! 

  • Esse roteiro é de 3 dias, mas se você quiser fazer tudo mais devagar, consegue usar ele até 4 dias tranquilamente. 

  • Use o Maps.me, aplicativo grátis e off-line mapas, para pinar todos o pontos que eu indiquei e traçar rotas a pé ou de metro.

  • Considerei o tempo de fotografar, afinal o esse blog também é de fotografia! Veja dicas de fotografia de celular e como fotografar cidades.

  • Indiquei lugares para comer, mas só se o seu orçamento permitir. Se não, tem dicas de economia lá no final.

  • Para happy hour e jantar, deixei as dicas no final.

  • No final tem dicas úteis de Barcelona, de transporte, onde comer, comidas típicas, onde ficar, hotéis e o cartão de descontos Barcelona City Pass.

  • O hotel desse roteiro era o Hotel Ramblas Atiram , super bem localizado na Las Ramblas.

  • Divirta-se, porque Barcelona é surpreendente! 

DIA 1: ROTEIRO EM BARCELONA

*Vá até a estação de metro Paral-el onde tem um funicular (bondinho que sobe).

**Pegue o Funicular até o Teleférico. 

***Mas se quiser economizar, na saída da estação, pegue o ônibus da linha 150 que vai te deixar na frente do castelo (item 2 do roteiro). A subida de ônibus é gratuita se você pegá-lo em até 75 minutos após ter saído do metrô.

1. TELEFÉRICO DE MONTJUIC

O teleférico de Montjuic leva até a parte alta de Montjuic, no Castelo de Montjuic. Foi inaugurado em 1970 a partir dele, a 100m de altura, tem uma vista incrível da cidade e dá até para ver a Sagrada Família e toda a região de Barceloneta. Compre só a ida para poder ir descendo a pé até a Fonte Mágica de Montjüic. O preço para ida e volta é de 12,50 euros para adultos e para crianças é de 9 euros. O bilhete só de ida para adulto custa 8,20 euros e para crianças custa 6,50 euros. O teleférico fica aberto de janeiro a fevereiro das 10h às 18h; de março a maio das 10h às 19h; de junho a setembro das 10h às 21h e de novembro a dezembro das 10h às 18h.

2. CASTELO DE MONTJUIC

O Castelo de Montjuic foi um forte militar do século 16. Hoje ele tem umas das vistas mais lindas da cidade. Custa 5 euros para entrar. 

3. PARQUE OLÍMPICO NO MONTJUIC

Parque Olímpico tem uma vista ótima da cidade. Ele foi construído para os Jogos de Verão de 1992 e é considerado uma referência para todos os países que sediam as Olimpíadas. Ele fica aberto ao público com pistas e quadras de esportes.

4. FUNDAÇÃO JOAN MIRÓ NO MONTJUIC

A Fundação Joan Miró foi criada pelo próprio Miró em 1975. Nele estão telas, esculturas, tapeçarias e esboços que formam uma linha do tempo pela vida do artista, desde 1914. Esta galeria de arte tem uma vasta gama do trabalho de Miró desde 1914. A entrada custa 13 euros. 

5. MUSEU NACIONAL DE ARTE DA CATALUNHA (MNAC)

Museu Nacional De Arte Da Catalunha (MNAC) tem como missão expor a coleção de arte catalã.  A coleção de arte romântica é uma das maiores e mais importantes do mundo, e no museu é muito fácil reconhecer as obras de Miró. Nele estão exposições fixas e temporárias. A entrada custa 12 euros e fica aberto terça a sábado das 10h às 18h entre outubro e abril, e até às 20h de maio a setembro. Domingos e feriados é até às 15 e o museu não abre nas segundas. 

6. FONTE MÁGICA DE MONTJUIC 

A Fonte Mágica de Montjuic já é bonita de dia, mas nas quintas, sextas e sábados, das 20h às 21h, ela se transforma num dos espetáculos mais lindos da cidade. Éum show de luzes e música, aberto ao publico gratuitamente. Vale a pena chegar mais cedo para garantir um bom lugar. 

7. CENTRO COMERCIAL ARENAS DE BARCELONA

Centro Comercial Arenas de Barcelona já foi a Plaza de Toros de las Arenas. Mas com a proibição das touradas, ele ficou abandonado até a reforma que o transformou num shopping. Além das lojas, tem uma vista 360º do alto, inclusive para o Montejuic, Museu Nacional De Arte Da Catalunha e Plaça D`Espanya. Basta pegar o elevador panorâmico, pagando 1 euro. Se preferir economizar, basta subir ao topo pelas escadas rolantes. 

Pega o metro da Estação Espanya (vermelha) e desce na Estação Catalunya (vermelha)

8. PLAÇA CATALUNYA

A Plaça Catalunya é tipo um centro, com fontes, jardins, prédios, lojas e ruas históricas. Ela é a ligação entre algumas atrações interessantes da cidade, e também um dos lugares mais animados da cidade. Também é uma das maiores praças da Espanha.

9. LAS RAMBLAS 

Las Ramblas é uma avenida de Barcelona que vai da Plaça Catalunya até perto do mar, em frente ao monumento do Cristóvão Colombo no Port Veil, o porto de Barcelona. A avenida foi construída no século 18 depois da queda do muro medieval. Apesar de ser uma rua, tem seu nome no plural, porque a cada quadra tem um nome diferente:  Rambla de Canaletes, Rambla dels Estudis, Rambla de Sant Josep, Rambla dels Caputxins e Rambla de Santa Mònica). Não deixe de tomar água na Font de Canaletes, pois diz a lenda que quem bebe da água voltará a cidade. 

10. CHURROS GRANJA VIADER

Os churros espanhóis são bem diferentes dos brasileiros. São apenas tirinhas finas passadas no açúcar e acompanhadas de uma xícara de chocolate quente bem espesso, que é onde mergulha o churros. Peça uma porção de churros e um suizo. Ah, não é tão doce assim! Os melhores lugares para provar os autênticos churros são Granja Viader (preço pagável) e Granja La Pallaresa, nas Ramblas. 

11. MERCADO DE LA BOQUERIA

O Mercado La Boqueria é uma louca mistura. No passado era um lugar para vender flores, hoje você encontra de tudo, desde frutas frescas prontas para o consumo (com talheres e tudo), sucos que vão baixando os valores conforme o horário passada, promoções relâmpagos e até produtos gourmet difíceis de encontrar num mercado padrão. Na verdade quase tudo pode ser consumidos na hora, difícil é achar espaço para parar. Ele fica aberto das 8h às 20:30h. 

DIA 2: ROTEIRO EM BARCELONA

Vai de metro até a estação Lesseps (verde L3)

Ao sair do metrô, siga as placas de rua para o parque Guell. A subida leva uns 20min, mas tem escadas rolantes nas ruas.

1. PARQUE GÜELL

O Parque Güell fica parte alta da cidade e é um dos melhores lugares para ver os trabalhos de Antoni Gaudí. O arquiteto morou lá durante 20 anos, entre 1906 e 1925. Especificamente, essa obra de Gaudí, que foi construída para ser um condomínio de casas de luxo no alto da cidade, com uma vista privilegiada de Barcelona, já foi considerada um fracasso urbanístico mas, desde 1984, tornou-se Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. Hoje é um dos lugares mais visitados de Barcelona, com quantidade máxima de visitantes por vez. 

Uma área do Park Guell é paga e outra é livre. É claro que a parte paga é mais interessante. A entrada custa 8,50 euros e eu recomendo fortemente comprar pela internet no site oficial (caso você não tenha o Barcelona City Pass, expliquei no final) para não pegar fila e também garantir os horários de manhã cedo com menos pessoas. Para chegar no parque, você precisa descer na estação Lesseps e seguir as placas. O horário de abertura é 9h e o fechamento depende da estação. Na baixa é 18h, na intermediário, 20h e na alta é 21h.  

Vai de metro da estação Lesseps (verde L3) até a estação Diagonal (verde L3). Nesse caminho, presta atenção na rua Carrer Verdi, porque é bonita.

2. CASA MILÀ (LA PEDRERA) 

A Casa Milà, mais conhecida como La Pedrera devido ao seu aspecto rústico, é uma construção modernista de Gaudí entre os anos 1906 e 1912. E é impressionante que essa construção, que fica no Passeig de Gracia, reflete toda a arte de Gaudí num momento que ele trabalha em divertes projetos todos ao mesmo tempo. A casa onde residiram os senhores Milá, uma família burguesa de Barcelona a princípios do século XX, hoje abriga um grande espaço de exposições. A entrada custa 22 euros, abre todos os dias das 9h às 18:30 entre novembro até fevereiro e até 20:30 entre março e outubro. 

3.CASA BATLLÓ 

A Casa Batlló é uma obra-prima de Gaudí, um edifício que se tornou um mito da arte, e hoje é a segunda obra mais famosa do arquiteto, perdendo apenas para Sagrada Familia. Foi construída entre 1904 e 1906 a pedido de Josep Batlló. Por dentro tudo é fotogênico e excêntrico, com muitos azulejos coloridos. A entrada custa 25 euros, mais caro do que a maioria das atrações europeias. Fica aberta todos os dias das 9h às 21h. 

4. PASSEIG DE GRÀCIA 

Passeig de Gràcia é a avenida onde fica a Casa Batlló, e é famosa pela beleza e pelas lojas. Ela liga o Park Guell até a Plaça Catalunya e é interessante observar as lojas, cafés, casas modernistas e até mesmo o piso com decorações do fundo do mar. Gràcia é um bairro não muito turístico onde é fácil observar a vida real de quem mora na cidade, ver as bandeiras separatistas da Catalunha nas janelas e os estabelecimentos fechados na hora da siesta. 

No mesmo bairro está a charmosa rua Carrer de Verdi, cheia de lojinhas e restaurante. Ela também é uma avenida longa, que liga o Park Guell até a Plaça Catalunya. Nela também é fácil ver as casas que a elite catalã começou a construir suas casas, iniciando uma disputa de quem tinha a casa mais exuberante. 

5. PLAÇA CATALUNYA

A Plaça Catalunya é tipo um centro, com fontes, jardins, prédios, lojas e ruas históricas. Ela é a ligação entre algumas atrações interessantes da cidade, e também um dos lugares mais animados da cidade. Também é uma das maiores praças da Espanha.

6. LAS RAMBLAS 

Las Ramblas é uma avenida de Barcelona que vai da Plaça Catalunya até perto do mar, em frente ao monumento do Cristóvão Colombo no Port Veil, o porto de Barcelona. A avenida foi construída no século 18 depois da queda do muro medieval. Apesar de ser uma rua, tem seu nome no plural, porque a cada quadra tem um nome diferente:  Rambla de Canaletes, Rambla dels Estudis, Rambla de Sant Josep, Rambla dels Caputxins e Rambla de Santa Mònica). Não deixe de tomar água na Font de Canaletes, pois diz a lenda que quem bebe da água voltará a cidade. 

É hora de começar a explorar o bairro Gótico (Barri Gòtic)por onde carros não circulam...


7. CARRER PORTAFERRISA

Uma rua que tem um mural famoso numa fonte de parede. 

8. CARRER PETRITXOL

Rua medieval bem estreita cheia de lojinhas.

9. IGREJA SANTA MARIA DEL PI – PLAÇA DEL PI

A Igreja de Santa Maria del Pi fica na Placa del Pi e são outras atrações Barri Gòtic, onde tudo parece medieval.

10. PLAÇA NOVA

Na Plaça Nova fica uma catedral que é uma das maravilhas arquitetônicas do Barri Gòtic.

11. CARRER DEL BRISBE

O charme da Carrer del Brisbe é uma arco que liga um prédio ou outro. 

12. PLAÇA SANT FELIPE NERI 

A Plaça Sant Felipe Neri é na verdade um pátio.

13. CATEDRAL SANTA EULÁLIA (CATEDRAL DA CIDADE)

A Catedral da Cidade, dedicada à Santa Cruz e a Santa Eulália, foi construída entre os séculos 13 e 15. A entrada é gratuita. 

14. TEMPLO DE AUGUSTO

O Templo de Augusto (Temple d’August), um templo romano dedicado a César Augusto prova que nem tudo é Gótico no Barri Gòtic. Barcelona tem várias construções como essa da época do Império Romano. O local só foi descoberto durante obras no século 19 e a visita é gratuita e rápida.Muita atenção no Maps.me, porque não é um lugar fácil de achar. Pesquise por “Temple d’August” na Carrer del Paradis.

Bairro Gotico

15. PLAÇA SANT JAUME

Na Plaça Sant Jaume é que ficam os edifícios civis e políticos.

16. MUHBA PLAÇA DEL REI

O MUHBA Plaça del Rei (Museu d`História de la Ciutat) é uma dos museus interessantes de Barcelona, que expõe objetos encontrados durante as escavações que aconteceram na Plaça del Rei e trouxeram à tona as ruínas da antiga cidade romana de Barcino. A visita no subsolo que anda pela antiga cidade é imperdível. O acesso ao museu hoje é pela Casa Padellàs, em estilo gótico. No primeiro domingo do mês a entrada é gratuita e nos demais domingos gratuita após às 15h. 

17. PLAÇA DEL REI 

Na Plaça del Rei, que não parece uma praça, fica além do MUHBA, um conjunto de edifícios que formam o que mais parece um pátio.  

18. PORTAL DEL L’ÀNGEL 

A Portal del l’Àngel é uma rua ótima do bairro para fazer compras ou comer alguma coisa. 

19. MERCADO SANTA CATERINA

O Mercado Santa Caterina é ótimo para comprar frutas, legumes e, se você tiver num Airbnb, dá até para comprar peixes frescos. 

Ruas de Barcelona

20. MUSEU PICASSO

O Museu Picasso tem pinturas de Picasso em ordem cronológica, desde o começo de sua carreira até o final. Essa organização deixa claro o pensamento de Picasso ao longo do tempo e a evolução das obras e técnicas ao longo do tempo. Lá estão as versões que ele fez de As Meninas, de Velázquez. A entrada custa 12 euros e o horário é das 9h às 19h.  

21. MERCAT PRINCESA

O Mercat Princesa é um mercado de tapas, com restaurantes e mesinhas coletivas, ótimas para almoço ou umas pausa na tarde. 

Ruas de Barcelona

22BASILICA SANTA MARIA DEL MAR

A Basílica Santa María del Mar foi construída entre 1329 e 1383 e custeada e construída (literalmente) pelos fiéis da zona do porto e da Ribeira. É considerada o melhor e mais completo exemplo da arquitetura gótica catalã. Por dentro ela é mais escura, porque durante a Guerra Civil os anarquistas e comunistas atearam fogo ao interior do templo. A visita é gratuita. 

23. PARQUE DE LA CIUDADELA  

O Parque de la Ciudadela foi o parque da cidade, de 1888. Tem esse nome porque foi construído no local onde ficava a Ciutadela, uma antiga fortaleza militar da cidade que era odiada pelo povo catalão. Nele há lago, fontes e esculturas, algumas até de Gaudí, que na época era um estudante.

24. ARC DE TRIOMF

O Arc de Triomf de Barcelona foi construído para ser a porta de entrada da Exposição de 1888. Ele fica na saída (ou entrada) do parque Ciudadela, foi desenhado pelo arquiteto Josep Vilaseca i Casanovas e tem 30 metros de altura cheio de detalhes. 

DIA 3: ROTEIRO EM BARCELONA 

Vai de metro até a estação Sant Paul dos Maig (azul escuro L5).

1. HOSPITAL SAINT PAUL

O Hospital Saint Paul é um dos cartões portais de Barcelona. Foi construído em 1901 e até 2009 era um hospital. Mas depois de restaurado, ele se transformou num museu, hoje também é Patrimônio Mundial da Unesco e famoso em todo país pela sua arquitetura. A entrada custa a partir de 14 euros, abre 9:30h e pode ser comprada online.  

Caminha até a Sagrada Família...uns 15 minutos. 

2. TEMPLO DA SAGRADA FAMÍLIA

A Sagrada Família é a principal atração de Barcelona. Essa igreja é o projeto máximo de Antoni Gaudí. A construção começou em 1882 em estilo neogótico e Gaudí trabalhou nela durante 40 anos. Ele morreu durante a construção e ela ainda não foi finalizada, o que explica os guindastes. A atual previsão de conclusão é 2030, ano do centenário da morte do arquiteto. 

É interessante observar que até o momento foram construídas 8 das 18 torres desenhadas por Gaudí, sendo que doze delas seriam dedicadas aos Apóstolos, quatro aos Evangelistas, uma à Virgem Maria e outra a Jesus. O interior foi todo inspirado nas formas da natureza, criando colunas com forma de tronco de árvore, que dão ao ambiente uma sensação de bosque.

As fachadas são simbólicas e dividas em três. A Fachada do Nascimento é dedicada ao nascimento de Cristo e é muito decorada. A Fachada da Paixão de Cristo é a mais simples e reflete o sofrimento de Jesus durante a Crucificação. E a Fachada da Glória é a fachada principal, muito maior que o resto, que representa a morte, o Juízo Final, a Glória e o inferno. Gaudí era consciente de que não conseguiria terminar de construí-la, por isso deixou prontos os rascunhos para que seus sucessores pudessem finalizar o trabalho. 

A entrada custa 17 euros, e a entrada + a subida nas torres custa 49 euros. Compre o ingresso pelo site oficial com antecedência (caso você não tenha o Barcelona City Pass, expliquei no final) , mesmo fora de temporada, pois corre o risco de não conseguir na hora. O acesso é limitado por horário, e a igreja abre a partir das 9h entre 18h e 20h dependendo da temporada. 

Caminha até... uns 15 minutos.

3. MERCAT DELS ENCANTS

O Mercat dels Encants (Mercado dos Encantos) é uma feira onde se encontra todos os tipos de coisas, desde antiguidades, roupas, calçados, bijuterias até artigos de decoração e livros. Ele tem uma estrutura física bem moderna, ampla e arquitetonicamente singela, mas bem fotogênica. É um bom lugar para comprar as lembrancinhas para a família.

Vai de metro da estação Glories (vermelha L1), troca na Urquinaona, 

desce na Barceloneta (amarela L4). Caminha até a Platja de la Barceloneta

 4. PLATJA DE LA BARCELONETA

Barceloneta é o nome da praia mais famosa da cidade. Não é nenhuma praia como se imagina, mas é o Mar Mediterrâneo e vale a visita, e até um banho se for verão.  Barceloneta foi um dos cenário de luta de Dom Quixote, um herói nacional de Cervantes. Além da Platja Barceloneta, as outras praias são Platja Sant Sebastia, Platja Sant Miquel, e Platja Somorrostro.

Caminha até o shopping...

5. SHOPPING MOREMAGNUM 

O shopping Moremagnum fica dentro da água no final de um píer de madeira. As paredes são espelhadas e o teto arqueado, que faz refletir a água azul ao redor. 

6. L`AQUARIUM BARCELONA

O L’Aquarium Barcelona tem mais de 11mil peixes e animais marinhos de 450 espécies diferentes em 36 metros de diâmetro, 5m de profundidade, e um túnel de cristal de 80 metros que o atravessa por baixo, com uma vista privilegiada de tubarões, arraias e moreias. Ele também é um dos aquários mais importantes do mundo. 

Nele há os aquários de dedicados ao mar Mediterrâneo, também há os aquário tropicais, que são multicoloridos, e as experiências como a imersão com tubarões, onde os turistas com PADI (certificado de mergulhador) podem entrar num tanque de 4 milhões de litros de água com os tubarões. A entrada custa 20 euros e abre das 10h às 20h. 

Caminha até o Port de Veil, no Christopher Columbus Monument, que fica no extremo das Las Ramblas e  pega o metro na estação Drassanes ou La Rambla para o seu hotel.

DICAS GERAIS DE BARCELONA

1. METRO EM BARCELONA

Descendo as escadas de qualquer estação de metro de Barcelona, você vai chegar na zona das bilheterias. Todas as estações de metrô têm bilheterias nas entradas, mas nem todas estão sempre abertas, e por isso há máquinas de venda de passagens. Você vai usar o bilhete para passar na catraca e vai guardar ele até sair da estação, para o caso de uma possível conferência. Dependendo do trem, você vai precisar apertar um botão ou acionar uma alavanca para entrar e sair do vagão. 

2. BARCELONA CITY PASS

O Barcelona City Pass é um cartão de descontos que você recebe por email e só precisa imprimir e carregar na carteira. E o melhor dele é que você pode usar também para compras online. Você precisa escolher quantos dias vai usar e ele só começar a valer a partir do primeiro uso. Ele inclui a Sagrada Familia, Park Guell, aerobus (ida e volta) do aeroporto Girona, ônibus turístico, e 20% de desconto nos ingressos online da Casa Battló, La Pedrera, entre outros. Não inclui o transporte pública, mas tem 20% de desconto na compra do cartão Hola BCN do transporte público. 

Não é barato, mas você precisa fazer a conta se compensa comprar de acordo com tudo o que pretende visitar. Faça a conta com os valores que anotei aqui no roteiro. Veja mais informações no site oficial

3. ONDE FICAR EM BARCELONA

Se você estiver de carro ou não gosta de muvuca, evite ficar na Las Rablas e Bairro Gótico. 

  • Casa Gràcia: é um hostel com quartos com ar-condicionado, privados ou compartilhados. O espaço é amplo, bem decorado, e fica na frente de uma estação de metro. Tem também terraço compartilhado, cozinha e recepção 24 horas. 

  • Center Inn: fica num edifício histórico a 1 minuto da Plaça Catalunya. Tem quartos para até 4 pessoas. Os quartos tem uma varanda com vista para a rua. 

  • Chic & Basic Born Boutique Hotel: fica o lado do Parc de la Ciutadella e a menos de três minutos de caminhada do Museu Picasso. Os quartos são claros e o hotel todo é fotogênico. Tem quartos para até 3 pessoas.

  • Room Mate Anna: hotel moderno, com quartos exclusivos, que fica próximo da Plaça Catalunya, tem piscina redonda na cobertura, e todos os quartos tem ar condicionado e TV.  

  • Yurbban Passage Hotel & Spa: é um hotel boutique que fica a sete minutos de caminhada da Plaça de Catalunya. Além da vibe do hotel, tem passeios de bicicleta gratuitos, SPA, vista da piscina no terraço e até uma lojinha de souvenirs com produtos desenvolvidos por designers e artesãos locais. Quartos para até 3 pessoas. 

  • Hotel Ramblas Atiramsuper bem localizado na própria Las Ramblas, ne frente de uma estação de metro, apesar do quarto ser pequeno. É o hotel deste roteiro. 

  • May Ramblas Hotel: localização muito boa, hotel com cara de hotel, possui um terraço com vista  e oferece wifi gratuito. Tem quartos para até 4 pessoas e todos tem ar-condicionado, TV, terraço ou varanda. 

4.COMPRAS EM BARCELONA

  • Temporada de liquidações: as “rebajas”acontecem geralmente de 1º de julho até o final de agosto e de 7 de janeiro até o final de fevereiro.

  • Horário: a Espanha faz a siesta (soninho da tarde), mas lojas de departamentos e shoppings não fecham nesse horário. Para saber, maioria das lojas abre das 10h às 14h e das 16 h 30 min às 20h, de segunda a sexta. 

  • Reembolso do IVA (tax free):Compras que superem os 70 euros tem direito ao reembolso do IVA (tax free, global refund). Não esqueça de pedir o formulário do IVA (tax free) na loja quando estiver pagando. 

  • Loja de departamentos: a mais fácil de visitar é El Cortes Inglés na Plaça Catalunya

  • Antiguidades: tem ao longo do Bairro Gótico, principalmente na Calle Banys Nous na Calle de la Palla.

5. ONDE COMER EM BARCELONA

  • Pra economizar: na hora da fome ou da preguiça, procura um Carrefour ou Lidl no Maps.me. Além dos preços baixos, tem porções prontas, sanduiches e coisas salva vidas e salva bolsos. 

  • Bo do B: tudo é imenso aqui, desde o sanduíche até as porções de comida. Os preços vão de 4 a 10 euros. Endereço: Carrer de la Fusteria, 14, Bairro Gótico

  • Menu del Dia: tem refeições completas por uma média de 6 euros, com um pouquinho a mais, tem taça de vinho. Endereço: Carrer dels Còdols, 27, Bairro Gótico

  • Casa Jaime: é famosa desde 1953 pelos pratos de comida catalã e espanhola. As porções começam a partir de 1,50 euros. Espere gastar em torno de 10 euros no total. Endereço: Consell de Cent 222. Eixample. 

  • La Boqueria: o mercado tem de tudo, de todos os preços e vale muito a pena comer por lá. Ele é o item 11 do dia 1 desse roteiro. 

  • La Barra: ótimo para comer tapas e pintxos bascos, mas o carro chefe aqui são as batatas bravas com o molho bem picante. Os valores giram em torno de 15 euros. Endereço 1: Rosselló, 231, Eixample; Endereço 2: Carrer Comte d’Urgell, 240, Eixample.

6. COMIDAS TIPICAS DE BARCELONA

São muitas, mas as mais fáceis de encontrar são:

  • Pa amb tomàquet: uma fatia de pão italiano tostada onde se esfrega o tomate. É uma entrada tradicional em todos os restaurantes.

  • Arròs negre: o arroz negro é feito de arroz, lula, sépia (espécie de lula), camarões, caldo de peixe e a tinta da lula, que dá a cor do prato. 

  • Escalivada: é uma mistura de pimentão vermelho, beringela e cebola, previamente assados e temperados com azeite e alho. Vira uma misturinha para comer com pão tostado ou como acompanhamento de carnes. 

  • Crema catalana: é um doce feito de leite, gemas, açúcar, amido (tipo Maizena), raspa de limão e rama de canela. E por cima tem um caramelo feito com maçarico culinário. 

FIQUE LIGADO!

Não esqueça de fazer o Seguro Viagem! Eu já precisei (contei aqui) e não tinha. Não cometa meu erro!). Lembre-se que nem sempre o seguro saúde cobre outros estados. Fazendo o seguro através do nosso link você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a continuar viajando. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. No cartão de crédito dá para parcelar em até 12x sem juros. 

JÁ CONHECE NOSSO FACEBOOK? TEMOS INSTAGRAM TAMBEM: @BLOGEDUARDOEMONICA

SEGUE NO INSTAGRAM @MONICAMORAS @EDUVIERO

VEJA MAIS