O Que Fazer em Florença: 15 Atrações Imperdíveis para Iniciantes

Texto: MONICA MORAS   Fotos: EDUARDO VIERO

Florença na Itália é terra das artes, dos gênios e uma das belas da Itália e do mundo. Um verdadeiro museu ao ar livre, com palácios, igrejas, praças e galerias de arte.

UM POUCO DE HISTÓRIA DE FLORENÇA

Florença é uma cidade única. Nenhuma outra cidade italiana tem a mesma riqueza histórica representada em museus e galerias. Foi em Florença que trabalharam Dante, Michelango, Medicis entre outros que contribuíram para a Idade de Ouro florentina. 

Fundada em 59 a.C, Florença foi durante muito tempo reconhecida como a capital da moda. É considerada o berço do Renascimento italiano e uma das cidades mais belas do Mundo, e que  abriga 30% dos tesouros artísticos da humanidade, segundo a Unesco. Eu concordo, Firenze, como dizem os Italianos é indescritível. A capital da Toscada ainda ficou famosa por ser a cidade natal Dante Alighieri, autor da Divina Comédia, que é um marco da literatura universal. 

CURIOSIDADES: A CIDADE DAS ENCHENTES

A posição geográfica de Florença favorece enchentes. A cidade é cercada por montanhas, próxima do afluente do rio Arno, que corta a cidade. Dante descreveu o rio Arno como fosso maldito, por causa das chuvas e neve derretida que faz o rio Arno subir. As mais famosas e registradas foram em 1269 e 1966.

EDU_6209.jpg

O QUE FAZER EM FLORENÇA

15 COISAS IMPERDÍVEIS PARA QUEM VAI PELA PRIMEIRA VEZ

Florença é linda, mas é cara. É o tipo de cidade que não cabe muito bem no bolso que quem tem o orçamento apertado. Por isso se você está indo pela primeira vez e ainda por cima não tem muito tempo, essa lista tem as atrações “tem que ver” da cidade. 

Mas antes de começar, já baixe o aplicativo Maps.me que é off-line e gratuito, para pinar os lugares. Assim vai ficar mais fácil andar pela cidade sem precisar de internet e ou ficar lembrado o nome dos lugares.

1. GALLERIA DEGLI UFFIZI

Na Galleria degli Uffizi, existem salas dedicadas aos maiores artistas do Renascimento, como Leonardo da Vinci e Rafael, quadros Botticelli, como Primavera e O Nascimento de Vénus, e obras dos maiores artistas mundiais, como Michelangelo, Tiziano, Durer ou Rubens. A Galleria degli Uffizi foi fundada em 1581 por Medicis e hoje é um dos mais importantes museus do mundo. O ingresso custa 6,50 euros e ela não abre nas segundas. 

2. COMPLEXO MONUMENTAL DO PALAZZO PITTI E JARDIM DE BÓBOLI

Este palácio foi a residência real de três dinastias e atualmente serve como museu. O complexo ainda conserva a sua atmosfera histórica, engloba o Jardim de Bóboli, um dos primeiros e mais famosos jardins italianos, projetado em 1549. O ingresso custa 11,50 euros.

3.GALERIA DELL’ACADEMIA

Antigo edifício da primeira academia de arte da Europa que foi transformado em museu em1873. Entre as obras de vários artistas italianos, a mais importante é a estátua de Davi feita por Michelangelo. O ingresso custa 6,50 euros e ela não abre nas segundas. 


4. DAVID, O SÍMBOLO DE FLORENÇA

A estátua de David, de Michelangelo, está na Galeria da Academia, sendo uma das obras mais conhecidas da arte universal. A original está dentro do museu, mas existem mais duas réplicas da cidade. Uma na frente da Galeria da Academia e outra na Piazzale Michelangelo, de onde se tem a famosa vista da cidade.

5. PIAZZA SAN GIOVANNI

A Piazza San Giovanni é onde fica a Basílica Santa Maria del Fiore, a Duomo, datada de 1296 em estilo gótico. À direita da Duomo está o campanário e na sua frente está o Batisterio de San João. A Via de Calzaioli, uma das ruas mais elegantes de Florença, une diretamente a Duomo com a Plaza della Signoria, onde está o Palazzo Vecchio, o edifício mais importante da cidade. Ele é sede da Câmara Municipal de Florença e museu ao mesmo tempo. 

6. CATEDRAL SANTA MARIA DEL FIORE, DUOMO

É nessa praça que estão os prédios mais interessantes de Florença. A Basílica de Santa Maria del Fiore é a Duomo, de construção entre 1296-1368, famosa pela sua cúpula de Brunelleschi e pelo campanário de Giotto. A Duomo é uma das obras da arte gótica da renascença italiana, é considerada de fundamental importância para a História da Arquitetura, e também registo da riqueza e do poder da capital da Toscana nos séculos 13 e 14. O nome da basílica se refere ao lírio, o símbolo de Florença (fiore é flor em italiano). 

Na da Piazza del Duomo está também o Batistério de São João. Dizem que é o mais antigo edifício da cidade, e é famoso pelas suas portas de bronze onde estão reproduzidas cenas da vida de São João Batista e da Bíblia. Michelangelo referiu-se a estas portas como As Portas do Paraíso, nome que permanece até hoje. A entrada custa 18 euros e o horário é das 10am até 16:45pm. 

7. PONTE VECCHIO

Não muito longe da Duomo está a Ponte Vecchio, a ponte mais antiga da cidade. É famosa pelas lojas, principalmente de joias e ouro. Dependendo do horário, transitar pela ponte pode ser bem difícil devido a quantidade de turistas. 

8. PIAZZA DELLA SIGNORIA

Nesta praça situa-se o Palazzo Vecchio, atualmente a sede do município florentino. No seu interior acolhe um museu que expõe, entre outras, obras de Agnolo Bronzino, Michelangelo, Buonarroti e Giorgio Vasari. Sobre a fachada principal rusticada encontra-se a Torre de Arnolfo (Torre di Arnolfo), um dos emblemas da cidade.

9. BASILICA DI SAN LORENZO

A Basílica di San Lorenzo era a igreja privada dos Médici, uma das mais ricas da cidade. Todo o interior foi desenhado por Michelangelo e os púlpitos de bronze são as últimas obras de Donatello. Inclusive é nela que está a Capela de Martelli como monumento sepulcral de Donatello. 

Basilica di Santa Croce

10. BASILICA DI SANTA CROCE

A Basílica di Santa Croce é a principal igreja franciscana de Florença e uma das principais basílicas da Igreja Católica no Mundo. Nela estão enterrados grandes nomes italianos  Michelangelo, Galileo Galilei, Maquiavel e Rossini. A entrada custa 8 euros e o horário é das 9:30 às 17h, variando apenas no domingo. 

11. PIAZZALE MICHELANGELO NO POR DO SOL

A Piazzale Michelangelo fica na parte mais alta de Florença e a subida é fácil, a pé mesmo, tudo grátis. Lá em cima dá para ver toda a cidade que é cortada pelo rio Arno, e o momento mais bonito é no por do sol. Na praça está uma réplica da estátua de Davi e muitos jovens se reúnem ali no final de tarde parar beber alguma coisa nas tardes de verão. Aproveite que está pertinho e já conheça a Chiesa de San Miniato al Monte. 

12. VER FLORENÇA DO ALTO

Florença é linda de qualquer jeito, mas de cima ela ganha uma charme ainda mais especial. O por do sol é lindo da Piazzale Michelangelo, mas se você quer uma experiência diferente, tem ainda a Cupola de Brunelleschi  que fica na Catedral de Santa Maria del Fiore, a Torre di San Niccoloe vários restaurantes abertos ao público. 

13. FAZER COMPRAS EM LOJAS E MERCADOS

A capital da Toscana é uma lugar perfeito para fazer compras, desde roupas até delícias italianas. Se você quer comprar em lojas, caminhe pelas Via Tornabuoni, Via Calzaiuoli e Piazza della Repubblica. Mas para delícias como queijos, vinhos, e outras coisinhas irresistíveis, vá aos mercados: Mercado de San Lorenzo, Mercado de Sant’Ambrogio, e os mercados semanais de Le Cascine e Mercado del Porcellino

Sanduíche do All`Antico Vinaio

14. PROVAR O MELHOR DA GASTRONOMIA DA TOSCANA

A gastronomia da Toscana é uma das melhores da Itália, mesmo sendo bem simples. Todos os produtos são de qualidade e os mais famosos são os embutidos. Não deixe de provar um pão tostado com paté, um sanduíche de presunto e crostini

Uma dica especial para comer bem e barato é no All'Antico Vinaio, onde o sanduíche custa 5 euros, mas é tão grande que dá para duas pessoas. O pão é fresco, presunto fatiado na hora e dá para sair comendo, ou sentar numa das escadarias dos prédios no entorno. Eles também vendem copo de vinho. 

Mas se você quer comer em restaurante, sugiro pedir uma pasta fresca que é preparada de forma artesanal. Os destaques são pappardelle com molho de lebre, o pici, um tipo de spaghetti grosso que se serve com vários tipos de molhos. 

15. PROVAR OS VINHOS

Aproveite Florença para provar vinhos. Já que você vai provar algumas especialidades da região, harmonize com um vinho de Chanti. Não deixe de provar também o vin santo, um vinho doce que se obtém de uvas passas e que se serve normalmente com a sobremesa, juntamente com os cantuccini.

QUANTOS DIAS PARA O ROTEIRO EM FLORENÇA

O tempo mínimo em Florença para conhecer tudo é de 2 dias. Mas se você quiser alguns bate a volta para cidades próximas (veja mais abaixo), é melhor programar mais tempo. Recomendo baixar o aplicativo off-line de mapas Maps.me. Funciona igual o Google Maps, mas offline e você pode pinar todos os lugares e traçar rotas a pé. 

No primeiro dia recomendo começar a visita pela Galeria Dell’Academia, pois dela é fácil andar pelos principais pontos da cidade que listei acima, terminando com o por do sol na Piazzale Michelangelo. No segundo dia recomendo deixar para as compras e visita aos mercados. Assim você terá tido tempo de ver tudo antes de decidir onde comprar queijos, vinhos e os presentinhos, afinal Florença é linda, mas é cara. 

Além disso, preste atenção nas placas de sinalização. Até mesmo elas tem arte! 

DICA: Se você está viajando em modo econômico, faça lanches com os sanduíches prontos e frescos do Carrefour Express. Além disso, caminhe, pois tudo fica relativamente perto, e assim você evita gastar com o tram. E não esqueça de pesquisar valores antes de fazer compras, pois os preços tendem a variar, mas a qualidade não. 

MELHOR ÉPOCA PARA VISITAR FLORENÇA

Qualquer época é boa para visitar Florença, porque a cidade é linda demais. Mas em julho e agosto é verão e é quando a cidade está mais lotada e quente. As temperaturas variam de 0ºC e 6º C no inverno e ficam entre 20ºC a 35º Cno verão, graças ao clima mediterrâneo da região da Toscana.

MELHORES BATE E VOLTA DE FLORENÇA

  • PISA: Além da Torre de Pisa, existem várias outras atrações fáceis de conhecer a pé.A partir de Florença a viagem de trem leva 1 hora entre as estações Firenze S.M. Novella e Pisa Centrale, e custa 8,40 euros por trecho com trem regional, que tem saída a cada 30 minutos. Leia Nosso 1 Dia em Pisa
  • SIENA: Siena é uma cidade medieval encantadora, muito bem conservada e fácil de conhecer.A partir de Florença a viagem de trem leva 1:30 entre as estações Firenze S.M. Novella e Siena, e custa 9,10 euros por trecho com trem regional, que tem saída a cada 20 ou 40 minutos.
  • LUCCA: Essa é uma cidade renascentista com um dos centros históricos mais bem conservados de toda a Europa. A partir de Florença a viagem de trem leva 1 hora entre as estações Firenze S.M. Novella e Lucca, e custa 7,60 euros por trecho com trem regional, que tem saída a cada 1 hora. 

COMO CHEGAR E SAIR DE FLORENÇA

Florença é a capital da região da Toscana e por isso muito bem conectada com a Itália inteira. Você pode chegar ou sair de avião, pois há aeroporto na cidade, ou pode optar por ônibus ou trem com destino a estação Firenze  Santa Maria Novella. O ônibus chegam e partem dos fundos da estação de trem.  

ONDE FICAR EM FLORENÇA

  • HOSTEL ARCHI ROSSIdormitórios mistos e femininos, café da manhã, localização excelente, muito limpo, armário com cadeado, banheiro no quarto. 
  • HOSTEL MY FRIENDSdormitório misto, localização excelente, confortável, limpo, atendimento em espanhol para quem não fala inglês. 
  • B&B LA TERRAZZA SUL DUOMOquartos privados completos, do lado da Duomo, com terraço e vista da cidade, quartos elegantes em estilo clássico. 
  • B&B LA NANNINA: quartos privados completos e aconchegantes, bem decorados, bem localizado pertinho da estação, equipe atenciosa. 

Veja mais opções de hoteis e hostels AQUI. Se você ainda não sabe escolher hostel, leia Como Escolher um Hostel: Guia para Iniciantes. Mas se quer uma opção de hospedagem maior, recomendo pesquisar no Airbnb. Se você ainda não tem conta, cadastre-se através do nosso link para ganhar um descontão (que pode valer até uma noite) já na primeira hospedagem. 

FIQUE LIGADO! 

Não esqueça de fazer o Seguro Viagem! Eu já precisei (contei aqui) e não tinha. Não cometa meu erro! Fazendo o seguro através do nosso link você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a continuar viajando. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. Mas se optar em pagar no cartão de crédito, ainda dá para parcelar em até 12x sem juros.   

VEJA TODOS OS ARTIGOS DA ITALIA

 

O Que Fazer em Florença: 15 Atrações Imperdíveis para Iniciantes

 

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS