Arquitetura Marroquina: História, Design e Fotografia

Texto: MONICA MORAS  Fotos: EDUARDO VIERO

Durante séculos o Marrocos tem sido influenciado por diversas culturas devido à sua localização única. Foram tribos, árabes, romanos, berberes e colonizadores europeus que formaram o que hoje conhecemos como o Marrocos e que moldaram o estilo arquitetônico único do país.

Diferentes elementos fazem parte da arquitetura e design do Marrocos, mas a influência maior ainda é islâmica, principalmente nos ornamentos. Mas além da influência islâmica, a arquitetura hispano-mourisca, que é um tipo de arquitetura característica do Norte da África e da Península Ibérica, também é originária do Marrocos. Por isso que hoje é fácil ver a combinação dos dois estilos e ainda fazer algumas comparações com edifícios de outros países. Leia Pelas Medinas do Marrocos

ELEMENTOS DE DESIGN

O Marrocos tem uma história turbulenta, mas também uma herança artística que sobreviveu até hoje, principalmente a sua arquitetura única. Os elementos de design da arquitetura marroquina têm uma forte influência islâmica: padrões geométricos elaborados, caligrafia islâmica ornamental de versos do Alcorão e zellij colorido (um mosaico de cerâmica). Além disso, pátios abertos com jardins luxuosos também podem ser encontrados no centro da maioria dos edifícios. Eles foram construído assim para dar privacidade e relaxamento, principalmente para a proteger da mulheres dos olhares de estranhos.

O estilo mourisco-hispano também é destaque com paredes brancas, telhados de estuque entre os arcos e cúpulas. E o mais interessante é que esses elementos estão misturados até mesmo entre edifícios de estilo islâmico, como mesquitas e medersas (escolas islâmicas). 

ESTRUTURAS DIFERENTES, DESIGN DIFERENTE

Não são só os elementos de design combinados que fazem do Marrocos um país com arquitetura única. Mas sim as características únicas de cada um dos seus edifícios: mesquitas, riads, souks, muralhas, kasbahs, palácios e medersas. E todos eles têm propósitos e projetos arquitetônicos muito diferentes. 

Mesquita Hassan II, Casablanca

  • MESQUITAS

As mesquitas são as estruturas mais importantes do Marrocos e estão presentes em qualquer cidade ou vila, independente do tamanho. São paredes e fontes cobertas de zellij verde e branco e um mirabe  (um tipo de “altar” que indica a direção para Meca) caprichosamente adornado em mármore. 

Infelizmente apenas a mesquita Mesquita Hassan II em Casablanca é aberta para os não-muçulmanos. Então se você quer ver como é uma mesquita por dentro. Vai ter que incluir Casablanca no roteiro. Leia O Que Fazer em Casablanca em 1 Dia (ou na escala de horas)

  • RIADS

Riads são casas e palácios tradicionais em Marrocos. Eles são projetados para dentro, com um pátio central que permite a privacidade da família e a proteção do clima marroquino. Todos os quartos abrem para este pátio (janelas e portas). 

Esses pátios são geralmente decorados com uma fonte e laranjeiras ou limoeiros. Mas ainda dependendo da riqueza da família, o riad pode ser decorado com zellij e estuque. Hoje muitos antigos riads foram reformados e se transformaram em hotéis e restaurantes. É interessante observar que a porta principal tem duas aberturas. A maior para qualquer pessoa e a menor apenas para membros da família, assim as mulheres não precisavam necessariamente se cobrir para receber sua família. 

Kasbah des Udayas, Rabat

  • KASBAHS

Kasbah é uma cidade fortificada construída para fins defensivos, mas nos moldes de uma medina. Além de seu tamanho, as kasbahs foram tipicamente construídas em harmonia com o ambiente. Todas as perdes são maciças em o exterior é todo em cor terrosa. Os materiais de construção simples utilizados permitiram que os interiores ficassem quentes no inverno e frescos no verão.  

O melhor lugar para ver uma kasbah é em Rabat, na Kasbah des Udayas. Dentro nem parece a mesma cidade de fora, e a vista a partir dela é de tirar o fôlego. Leia O que Ver em Rabat, A Capital do Marrocos

Merdesa Ben Youssef, Marrakesh

  • MEDERSAS

Merdesas são escolas de ensinamentos islâmicos, onde se aprende e discute o Alcorão. Mas além disso, nas merdersas se estudavam também direito, filosofia e astrologia. Sua arquitetura é única e com um contraste impressionante: dormitórios de madeira extremamente pequenos e simples para os estudantes, e um portão adornado de forma magnifica e um vasto pátio central com arcos decorados com trabalhos detalhados de estuque. 

Dentro ainda há uma mesquita decorada com uma extensa caligrafia islâmica e complexos motivos geométricos em zellij verde e branco brilhante. As merdesas são incríveis e ao mesmo tempo difíceis de explicar devido a sua complexidade. Por isso, não deixe de visitar a Merdesa Bou Inannia em Fez e também a Merdesa Ben Youssef em Marrakech. 

Além dos disso, o Marrocos guarda outras verdadeiras joias da arquitetura até mesmo nas cidades menores na beira da estrada. Não se deixe enganar, já que não apenas Marrakesh e Fez e outras cidades grandes tem exemplos de arquitetura impressionante. Cada nova vila tem uma história e uma peculiaridade. Por isso o que você precisa fazer é simplesmente observar. Observe prédios do governo, portões de medinas em forma de U, minaretes de mesquitas caprichosamente adornados e todas as decorações das casas dentro das medidas. 

O Marrocos vai te surpreender! 

FIQUE LIGADO!!!

Não esqueça de fazer o Seguro Viagem! Eu já precisei (contei aqui) e não tinha. Não cometa meu erro! Fazendo o seguro através do nosso link você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a continuar viajando. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. No cartão de crédito dá para parcelar em até 12x sem juros. 

Pin it :) 

 

Arquitetura Marroquina: História, Design e Fotografia

 

Já conhece o nosso Facebook?

VEJA MAIS