O Que Fazer em Cachi, Norte da Argentina

Texto: MONICA MORAS  Fotos: EDUARDO VIERO

Cachi, no norte da Argentina, ainda conserva as características de casas coloniais feitas de tijolos à vista alinhadas em ruas estreitas. Ela fica a 157km de Salta, a 2.280m de altitude e tem aproximadamente 8mil habitantes. 

Chegar lá a partir de Salta já é uma aventura. Além da estrada cênica passando pelo Valles Calchaquies que é um vale a 2mil metros de altitude com vários vilarejos indígenas, a Cuesta del Obispo onde o bispo de Tucumán usou o lugar para descansar em 1600 na viagem para Cachi, e também a Piedra del Molinos a 3340m de altitude. Como se não bastasse, a rota ainda passa pelo Parque Nacional Los Cardones que é quase um “mar” de cactos da espécie cardón e fica na Quebrada de Cafayate. E tem também a Rectal del Tin Tin, uma parte da trilha Inca que ficava na Argentina. Entre outras vilas, igrejas, lugares e paisagens. Sempre parando e fotografando. 

Cachi é rodeada de montanhas da Cordilheira dos Andes de mais de 5 mil metros de altura. Foi fundada no século 16 e foi o lar da aristocracia colonial naquela época. Não é à toa que a cidade tem tantos prédios luxuosos brancos misturados com casas modestas de adobe. 

Na cidade, o ponto principal é a Praça 9 de Julio, rodeada de bares e restaurantes. Aliás, foi o único lugar verde que vimos, isso porque ela estava sendo fortemente irrigada, pois fomos no final do extenso período de seca. Em frente a praça está a igreja San José de Cachi que tem mais de 2 séculos e é considerada Monumento Nacional. Outras atrações incluem locais naturais, sítios arqueológicos, o Museu Arqueológico de Cachi e até a Oficina de Turismo. 

A cidade é toda organizada e limpa, e nos chamou a atenção o fato de todas as placas das ruas serem feitas com madeira de cardón. E em termos de educação, nos chamou a atenção crianças ganharem computadores para estudarem. Eles fazem uma espécie de revezamento na turma, mas podem inclusive levar para casa. 

Como chegamos na hora da ciesta, almoçamos no El Aujero, um restaurante que servia a carne típica da região, o cabrito, em todas as formas. Uma delícia! Mas se você prefere algo melhor, vale ir no El Cortijo. Como fizemos bate e volta a partir de Salta, nós estávamos no Hostal Prisamata. Mas se você optar por ficar na cidade, algumas sugestões de hospedagem bem localizadas sãoo El CortijoCasaPueblo e a Villa Cardon.

COMO CHEGAR EM CACHI

Nós optamos por ir de excursão pela agência Turismo La Posada, junto com Valles Calchaquies, Cuesta del Obispo e Parque Nacional de Los Cardones, saindo de Salta. Não tínhamos tempo e por isso preferimos esse bate e volta que incluía várias atrações me um único dia. Esse tour custa 820 pesos argentinos (jul/18). 

Mas existem ônibus com linhas regulares. São umas 4h de viagem. O inconveniente de ir de ônibus é a impossibilidade de ir parando em pontos de interesse, como nos fizemos de excursão.

FIQUE LIGADO!!!

Não esqueça de fazer o Seguro Viagem! Eu já precisei (conteiaqui) e não tinha. Não cometa meu erro! Fazendo o seguro através do nosso link você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a continuar viajando. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. No cartão de crédito dá para parcelar em até 12x sem juros. 

VEJA TODOS OS ARTIGOS DA ARGENTINA

PIN IT :)

 

O Que Fazer em Cachi, Norte da Argentina

 

JÁ CONHECE O NOSSO FACEBOOK?

VEJA MAIS