Conhecendo o Glacial Martial no Ushuaia

Texto: MONICA MORAS  Fotos: EDUARDO VIERO

Apesar de ser chamado de Fim do Mundo, o Ushuaia tem muitas atrações e nada é tedioso por lá. Uma das atrações imperdíveis dessa parte da Patagônia Argentina é o Glaciar Martial.  O Glaciar Martial é uma popular montanha coberta por uma grossa camada de gelo nos meses de inverno que em dias de tempo bom, proporciona um vista incrível do Ushuaia e Canal Beagle. No verão a vista também é incrível, mas a montanha não tem o charme da neve. 

A geleira Martial está a 1.050 metros acima do nível do mar e é a fonte mais importante de água potável em Ushuaia. Seu nome é devido ao explorador Luis Fernando Martial, chefe da expedição francesa que chegou à área em 1883 para fins científicos. Era uma dos lugares que mais queríamos visitar e demos muita sorte, pois na ida o tempo estava aberto e tivemos a vista linda, já na volta o tempo fechou e descemos com neve. E por incríveis que parece, foi lá no alto que fizemos amizades que duram até hoje. 

COMO VISITAR O GLACIAR MARTIAL

PARA CHEGAR NO GLACIAR MARTIAL

Para chegar no Glaciar Martial (glaciar significa geleira), existem três opções: minbus saindo do centro da cidade, taxi ou caminhando. O ônibus tem variação de horários, por isso, confira na Secretaria de Turismo (Av Maipú). O taxi é o mais cômodo e pagável, e a caminhada é de uma subida de 3km pela Ruta 3 que dura entre 1h e 2h.

Você sempre vai chegar no mesmo lugar: na aerosilla (teleférico) em frente a Casa de Té, uma casa de chás lindinha que faz a gentileza de chamar taxi na volta. 

COMO SUBIR NO GLACIAR MARTIAL

Existem duas formas de subir o Glaciar Martial: fazendo trekking e de teleférico. Escolher um ou outro vai depender  da sua disposição física, financeira e de tempo. Nós fomos de teleférico. 

a. TELEFÉRICO

Se você optar pelo teleférico, vá até a aerosilla (teleférico) e escolha o seu tipo de ticket. Você pode escolher a penas subir e depois descer a pé, ou subir e descer. O valor não varia muito para ida e volta e sai em torno de 50 reais. 

O teleférico na verdade são aquelas cadeiras abertas e o trajeto dura mais ou menos 15 minutos. Se você optar por apenas subir, pode fazer o caminho de descida pela trilha de trekking. Mas como o clima varia bastante, se você não tiver muito tempo, recomendo a descida de teleférico mesmo, pois rende ótimas fotos, melhores até do que do alto da geleira. Subimos com tempo limpo, descemos com neve.  

b. TREKKING SOZINHO

Você pode subir sozinho a partir do teleférico por duas trilhas: uma por dentro do bosque e outra num caminho aberto pela montanha. Algumas pessoas gostam de caminhar pelo glacial e usar ele como escorregador, mas isso não é recomendável, porque pode haver fissuras no gelo. 

 c. TREKKING POR AGÊNCIA

Se você prefere fazer algo mais aventureiro e com segurança, sugiro pegar um tour, principalmente no inverno. A subida é feita em grupo com pessoas experientes e grampões para firmar bem no gelo. A descida é feita por uma trilha de escadas, que facilita bastante. Se você gosta de neve e quer realmente interagir no ambiente, vale a pena. Sugiro o tour do Brasileiros do Ushuaia, que já faz tudo em português e paga em reais, uma boa economia e comodidade. 

Indiferente de como você for, não deixe de visitar o Glaciar Martial do Ushuaia, uma das maiores belezas da Patagônia Argentina. 

OPÇÕES DE HOSPEDAGEM

Tente ficar o mais próximo possível da Secretaria de Turismo do Ushuaia na Avenida Maipu, porque a cidade é pequena, mas é toda na montanha, ou seja, cheia de subidas. 

Casa de Te

FIQUE LIGADO!!!

Não esqueça de fazer o Seguro Viagem! Eu já precisei (contei aqui) e não tinha. Não cometa meu erro! Fazendo o seguro através do nosso link você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a continuar viajando. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. No cartão de crédito dá para parcelar em até 12x sem juros. 

 

Conhecendo o Glacial Martial no Ushuaia

 

JÁ CONHECE O NOSSO FACEBOOK?

VEJA MAIS