10 Motivos Para Fotografar em RAW

Texto e Fotos: EDUARDO VIERO

Provavelmente você já houviu falar em RAW (arquivo .CR2 ou .NEF) e muitos fotógrafos devem ter te dito para fotograr em RAW. Mas você sabe porque é importante fotografar em RAW? E o que vai mudar de fato em suas fotos? Vamos ver isso então!

O que é RAW?

RAW é um formato de arquivo que captura e contém todas as informações de suas fotos. É como se ele fosse o negativo dos filmes 35mm de câmera analógica. Dependendo da marca de sua câmera RAW terá o nome de .CR2 na Canon e .NEF na Nikon, por exemplo. Se pensar na tradução literal da palavra raw, que é cru, em estado natural, facilita entender que o arquivo vem numa forma editável, sem que se perca informações originais independentemente de quantas vezes a foto sei editada e reeditada. 

Quando você fotografa em arquivo JPG, as informações da foto são comprimidas e perdidas. Já no RAW não acontece isso, com ele é possivel produzir imagens de alta resolução e também ajustar erros na foto, como exposição e balanço de brancos, o que com o JPG não é possível sem que se perca informações (qualidade) da foto. 

Para nossa sorte, grande parte das câmeras já fotografa em RAW, inclusive algumas Point and Shoots (as mais simples, que não trocam lente). Mesmo você usando uma câmera mais simples é possível, mudar o formato das suas fotos para RAW, apenas verifique isso em sua câmera. Falei aqui sobre como usar a câmera

 

Vantagens de fotografar em RAW

Os benefícios de fotografar em RAW são muitos e super importantes, então vamos lá:

1 - Alto Nível de Qualidade

Quando você fotografa em RAW, você captura todas as informações que o sensor capturou. Isso te dá uma melhor qualidade no seu arquivo. A diferença de quando você fotografa em JPG é que o processo todo é feito pela câmera. A adição das cores, temperatura é feita por um programa dentro da câmera. Já quando você fotografar em RAW (arquivo .CR2 ou .NEF) , você terá esse recurso de alterar o que você quiser na sua foto, e ainda manter a qualidade dela para alcançar melhores resultados.

2 - Captura de Forma Melhor os Níveis e as Luzes

Os níveis e luzes são os números entre o mais branco e o mais preto de uma imagem. Quanto mais qualidade você tiver no arquivo, mas fácil é de ter o controle das partes mais escuras e mais claras da imagem. Você vai conseguir editar com muito mais precisão a exposição, ajustar os preto e brancos, sombras e luzes altas e o contraste. Tudo isso sem perder qualidade em sua imagem. A diferença é muito grande na hora do tratamento de sua imagem. Lá no Instagram @eduviero eu mostro um pouco mo uso Lightroom.

3 - Maior controle sobre a Exposição

Claro que quando você fotografar, vai tentar achar a melhor exposição possível, para que não tenha que arrumá-la mais tarde. Falei de luz aqui. Mas às vezes acontece de não conseguirmos ter a exposição correta, então temos que ajustar mais tarde. Por isso quando fotografamos em RAW, muita informação fica contida no arquivo, e com isso é fácil corrigir erros de exposição seja ela alta ou baixa.

4 - Melhor controle sobre o ajuste do Balanço dos Brancos

Quando você fotografa em JPG, o balanço dos brancos já foi definido pela câmera, seja porque você deixou em automático ou mesmo resolveu já arrumar de acordo com a luz do ambiente. Indiferente disso essa informação já foi registrada no arquivo e se for alterada no pós-processamento, vai acarretar na perda de informação e um resultado não desejável.

Ao fotografar em RAW, embora ele grave a temperatura, você pode facilmente alterá-la sem perder nada de qualidade em sua imagem. E se não gostar, basta resetar a edição e começar de novo sem perder nada da imagem original. 

Para mim, uma das coisas mais importante numa imagem é ter o balanço dos brancos correto. E eu eu acho difícil capturar direto na câmera e no momento da foto. Prefiro alterar o balanço dos brancos na pós-produção.

5 - Melhores detalhes

Quando você fotografa em RAW, você tem acesso aos algoritmos da Nitidez e do Grão. Assim com o Lightroom você vai poder ajustar eles com muita facilidade. Esses dois elementos serão sempre ajustáveis, não haverá perda de informação nunca.

6 - Edite a vontade

Quando você faz alterações nos RAW ((arquivo .CR2 ou .NEF) , você não está fazendo nada no arquivo original. Quando você começa a editar uma foto em RAW, é criada uma espécie de máscara que fica em arquivo JPG ou TIFF , e será em alguma dessas duas que você vai salvar sua foto.

O mais interessante é que você não precisa se preocupar com as alterações feitas. Mesmo que você salve por cima não acontecerá nada no arquivo original. Você sempre poderá também resetar as alterações feitas na foto.

Quando fotografamos em JPG, toda vez que você abrir o arquivo você vai perder informação, e cada vez mais suas fotos vão ficando com qualidade ruim. Se você for fazer alterações em fotos em JPG, faça sempre uma cópia dela: uma para guardar e outra para editar.

7 - Melhor qualidade na Impressão

Quando você for imprimir uma foto fotografada em RAW, por esse arquivo ter muita informação gravada nele, a qualidade das cores e luzes na hora da impressão são muito visíveis. Lembre-se que você vai exportar sua foto para JPG numa resolução alta. Depois de exportada, não faça nenhum alteração em cima do arquivo JPG exportado.

8 -Controle na seleção do Espaço de Cor

Espaço de cor é um pouco mais complexo para se explicar aqui, mas rapidamente é assim:

Com RAW, você pode escolher o espaço de cor desejado dependendo da situação.

Se vai postar na na internet, o sRGB é o espaço de cor com maior aceitação na maioria dos monitores. Mesmo para uma impressão o sRGB é usado, apenas pergunte para o responsável da gráfica qual seria o melhor espaço de cor para ele, porque pode ser sRGB, Adobe RGB (1998) ou ProPhoto RGB.

Basicamente, existem três diferentes tipo de espaço de cor e você pode escolher cada um deles para diferentes situações, e assim exportar de forma correta.

9 - Eficiência na hora de editar as fotos

Mesmo os arquivos RAW sendo grande, ainda é fácil trabalhar com uma grande quantidade de arquivos ao mesmo tempo. Utilizando o programa Lightroom ou Aperture, você consegue trabalhar e editar todas as suas fotos em RAW, sem problema nenhum. Já o Photoshop não é uma boa opção para editar várias fotos. O Photoshop é ideal quando queremos ter um tratamento em uma imagem específica.

10 - RESULTADO Muito mais profissional

Um fotógrafo profissional deve entregar fotos para seus clientes na melhor qualidade possível. Principalmente se você vendeu fotos que serão impressas, para garantir uma boa qualidade no seu produto, suas fotos devem ter um exposição e balanço de brancos corretas. E na hora da impressão, deve se saber qual a melhor opção de espaço de cor que a empresa gráfica precisa. Fotografando em RAW você tem todo o controle sobre suas fotos, ajustando elas para que fiquem da melhor forma.

 

Para saber sobre RAW

Fotografar em RAW de certa forma ainda é um desafio para muitos. 

Existem algumas desvantagens que ao meu ver não são bem verdades, mas muitos fotógrafos reclamam que os arquivos são muito grandes, ou seja, ocupam muito espaço nos HD`s e nos cartões de memória.

Outros dizem que dependendo da câmera, o processamento no momento que você fez a foto fica mais lento. Bom, sempre haverá prós e contras, mas na minha opinião só vejo vantagens e ouso a dizer que fotografar em RAW ou JPG difere dos profissionais e dos amadores.

Se você quiser mais dicas de fotografia, abaixo tem vários posts com muitos assuntos relacionados a fotografia.

Veja também os nossos Presets para Lightroom. Presets ajudam a você a editar suas fotos com mais rapidez e ter um padrão de cor.

 
 10 Motivos Para Fotografar em RAW

10 Motivos Para Fotografar em RAW

 

CONHEÇA NOSSOS PRESETS DE LIGHTROOM E TAMBÉM NOSSO PORTFOLIO

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS