Roteiro em Buenos Aires: 3 Dias (ou Feriadão) Passo a Passo 

Texto: MONICA MORAS   Fotos: EDUARDO VIERO

Buenos Aires é bom sempre, mesmo que seja um roteiro rapidinho! Para falar a verdade, Buenos Aires é perfeita para um final de semana prolongado de feriadão, porque:

  • Fica pertinho.
  • Dá para ir só com o RG (máximo de 10 anos de emissão, não vale CNH).
  • Não precisa falar inglês, basta um português bem devagar.
  • As melhores atrações acontecem no final de semana.
  • Dá para levar só reais. Ou seja, sem se estressar com a cotação do dólar e troca e destroca de moeda. 
  • Se você está com pouco tempo ou está no esquema bate e volta a partir do Uruguai, esse roteiro funciona bem, porque caminha bastante, usa pouco o Uber, vê bastante coisa. 

El Caminito

COMO USAR ESSE ROTEIRO DE 3 DIAS EM BUENOS AIRES

  • O roteiro é em modo econômico, testado e aprovado. 
  • Quase tudo é feito a pé e o que não é, eu indiquei como faz. E você vai caminhar vários quilômetros sem nem perceber! Considerei sempre sair entre 9h e 9:30h para rua.
  • Esse roteiro é de 3 dias, mas se você quiser fazer tudo mais devagar, consegue usar ele até 4 dias tranquilamente. E se tiver com pressa, é só acelerar o passo no sábado e tirar os museus e o jardim japonês de sexta (ou segunda). E se der, siga para o Uruguai de ferry (veja).
  • Use o Maps.me, aplicativo grátis e off-line mapas, para pinar todos o pontos que eu indiquei e traçar rotas a pé ou de metro.
  • Considerei o tempo de fotografar, afinal o esse blog também é de fotografia! Veja dicas de fotografia de celular e como fotografar cidades.
  • Não indiquei lugares para comer de dia, porque sugiro você pegar alguma coisa rápida num mercado ou uma lanche de padaria, tipo empanadas. De noite dei sugestões de pubs. Ah, se for comer fora, tem que deixar gorjeta (chama-se propina).
  • No final tem dicas úteis de Buenos Aires de onde ficar, como usar transporte, câmbio, chip de celular, mais algumas dicas essenciais. 
  • Divirta-se, porque Buenos Aires é linda! 

Leia também: Guia de Bairros de Buenos Aires: Atrações e Onde Ficar

ROTEIRO DE 3 DIAS EM BUENOS AIRES

OU FINAL DE SEMANA PROLONGADO

Esse roteiro de final de semana prolongado em Buenos Aires é perfeito para economizar e ver bastante coisa da capital Argentina. Sugiro chegar na cidade de noite antes do feriadão brasileiros, tipo ir direto do trabalho para o aeroporto. Já fiz várias vezes e também já fui do aeroporto direto para o trabalho na época que eu tinha um emprego fixo (larguei tudo em 2014). Da série: o que a gente faz para viajar. Mas se não der, tudo bem, segue o roteiro de onde dá até quando tiver que ir embora. 

Vou escrever um Roteiro de 3 dias em Buenos Aires, considerando que existe um sábado e um domingo. O dia que “sobra” é segunda ou sexta. 

Malba

SEXTA (OU SEGUNDA!) EM BUENOS AIRES

1. PARQUE PALERMO / ROSEDAL

O Parque Palermo, ou Parque Três de Febrero, é bem arborizado e repleto de espécies vegetais. É também conhecido como Rosedal, pois preserva milhares de roseiras de mais de 100 espécies. E tudo fica ainda mais bonito com lago com a sua ponte, a pérgula, o pátio andaluz, anfiteatro e obras de arte de artistas  argentinos e internacionais, confeccionadas em bronze, pedra ou mármore. Horário: abre às 8h, mas no verão fecha às 20h e no inverno às 17h. 

2. JARDÍN JAPONÊS

Seu projeto, doado à cidade portenha em 1979 pela Associación Japonesa da Argentina, promove a difusão da cultura asiática. Lá, é possível observar bonsais, espelhos d`água, carpas e vegetação típica do Japão. Horário: segunda a domingo 10h-18h, entrada 120 pesos

*Se for Segunda, ou de manhã, ou tiver só meio dia, ou não quer andar mais ainda, ou simplesmente não quer gastar 130 pesos extras, pule o Museo Evita. 

3. MUSEO EVITA

O museu mostra a vida e a obra de uma das mulheres mais marcantes da História da Argentina: Eva Perón. Horário: terça a domingo 14h-19:30, entrada 130 pesos. Eu adorei esse museu, um dos mais tocantes que já visitei. 

**Já deve ser perto do meio dia e nessa região tudo é caro. Ou você segura a fome, ou procura um mercadinho no Maps.me para fazer um rápido desvio de rota. Melhor se tiver alguma coisa para enganar o estômago na bolsa. 

Floralis Genérica

4. MUSEO DE ARTE LATINOAMERICANO DE BUENOS AIRES (MALBA)

O projeto do museu foi desenvolvido com o objetivo de integrar o edifício à cidade e criar um ambiente propício para desfrutar das obras de arte, atendendo aos padrões internacionais de exposição e conservação. Horário: segunda a sexta das 12:30-20:30, fechado na terça, final de semana e feriados 9:30-20:30, entrada 120 pesos. Não precisa necessariamente ir na parte que paga (apesar de ser ótimo!), mas pelo menos entre um pouco para ver ele por dentro. 

5. FLORALIS GENÉRICA

A Floralis generica é uma escultura metálica em forma de flor situada na Plaza de las Naciones Unidas, presenteada à cidade pelo arquiteto argentino Eduardo Catalano. Durante o dia ela fica aberta e a noite se fecha.

6. PLAZA FRANCIA

Praça arborizada, cercada de prédios e esculturas. Lá, está o Monumento de Francia a la Argentina, obra do escultor francês Émile-Edmond Peynot, doada ao país em comemoração à revolução de Mayo de 1810. O local abriga uma feira de souvenirs e obras de artes nos fins de semana, a famosa Feira da Recoleta. Inclui a feira da Recoleta no sábado. 

7. CENTRO CULTURAL RECOLETA

O edifício, antigo convento dos padres recoletos, foi inaugurado em 1732 com a Iglesia del Pilar. Em 1980, passou por uma restauração e, atualmente, funciona como centro de exposições, espetáculos e atividades itinerantes. Horário: quinta e sexta 13:30-20:30, final de semana e feriado 11:30h-20:30h.

Palermo

8. BASÍLICA DE NUESTRA SEÑORA DEL PILAR

O nome da Basílica de Nuestra Señora del Pilar foi dado em homenagem à santa padroeira da cidade de Zaragoza , na Espanha. Datada de 1732, ela é considerada a igreja de estio barroco mais antiga da cidade, com construção iniciada no ano de 1716. Em seu interior, estão imagens artísticas, como a de São Pedro de Alcântara.

*** Como está o seu tempo? No sábado o Cemitério da Recoleta também faz parte do roteiro. 

9. CEMETERIO DE LA RECOLETA

O cemitério da Recoleta é considerado um dos mais bonitos do mundo, repleto de monumentos e mausoléus feitos por artistas reconhecidos, como o escultor La Mora. Importantes personagens históricos, a exemplo da ex-primeira dama Eva Perón, do general Carlos María de Alvear e do general Juan Facundo Quiroga, estão sepultados lá. 

**** Tem energia para caminhar mais um pouco? Se não tiver, tudo bem! 

10. BIBLIOTECA NACIONAL

A biblioteca, inaugurada em 1811, foi reprojetada pelo arquiteto Clorindo Tesla e reinaugurada em 1922. Atualmente, tem sete andares, divididos em salas de leitura, acervo, sala de exposições, fototeca, midiateca, audioteca e mapoteca. Segunda a sexta 7h-24h, final de semana 12h-19h. Você não precisa necessariamente entrar (apesar de valer a pena), mas só de ver por fora já vale, porque é muito fotografável com uma arquitetura bem diferentona.  

11. OPÇÃO PARA A NOITE:

BEBER ALGUMA COISA NO PALERMO: A noite portenha começa tarde, mas não significa que você não possa ir mais cedo para um barzinho curtir uma música, beber alguma coisa e gastar pouco. Palermo tem excelentes opções, como o The Temple Bar, Growlers ou no Sheldon (muito fotografável de dia). 

Troca da Guarda na Plaza de Mayo em frente a Casa Rosada

SÁBADO EM BUENOS AIRES

1. PLAZA DE MAYO

A Plaza de Mayo é um dos pontos mais procurados pelos turistas, por ser rodeado por monumentos relacionados à História do País: a Casa Rosada, o Banco de la Nacional Argentina, a Catedral Metropolitana e o El Cabildo de Buenos Aires. Desde 1810, a Revolução de Mayo, tem sido palco de episódios históricos e políticos. 

No centro da praça, está a Pirâmide de Mayo, com Estatua de La Liberdad portenha no topo. Em 1990, o lugar foi revitalizado com palmeiras do Rio de Janeiro.  Todos os dias às 18h tem a cerimônia de recolhimento da bandeira com banda e soldados. Vale assistir. 

 2. CASA ROSADA

A Casa do Governo, mais conhecida como Casa Rosada, é a sede da Presidência da Argentina na Cidade Autônoma de Buenos Aires. Antigamente, o local abrigava o Forte de Dom Juan Baltasar da Áustria, até que, em 1868, passou a ser ocupado pelo Poder Executivo. Nessa época, também surgiram os jardins e a cor característica das paredes. 

A inauguração do prédio atual, obra do arquiteto italiano Francesco Tamburini, ocorreu oficialmente em 1898, durante o segundo mandato do general Julio Argentino Roca. Em seu interior, há cômodos especiais, como o Salón Blanco, onde são realizadas as cerimônias presidenciais e do Estado; o Patio de las Palmeras, espaço aberto no interior do palácio; e o Museo de la Casa Rosada, único aberto ao público. Lá estão à mostra objetos de antigos presidentes e o patrimônio da sede governamental. 

Cerimônia de recolhimento da bandeira acontece às 18h. Visitação: segunda à sexta das 10h-18h, domingo 14h às 18h, grátis, mas tem que agendar. Como você não tem tempo, vai só olhar de fora mesmo. 

3. CATEDRAL METROPOLITANA

A construção, inspirada no Palácio dos Bourbons, em Paris, não tem torres e traz 12 colunas na fachada, que simbolizam os apóstolos. Em seu interior, composto por cinco naves, está o mausoléu do libertador argentino, general San Martín. 

*Aqui é um momento difícil de escolher, porque a Calle Florida está “do lado”, mas se seguir por ela, a gente “perde” o Café Tortoni e o Obelisco. Eu não perderia! Se você só for fazer fotos, vai gastar uns 30 minutos a mais, apenas. 

Florida no domingo

4. CAFÉ TORTONI

Inaugurado em 1858, o café é o mais antigo da Argentina. Uma de suas especialidades é o bife de chouriço com salada. Tem shows de Tango puro, sem glamour. Excelente escolha. Mas o nosso roteiro é econômico e a gente quer ver coisas bonitas, então sugiro tomar só um cafezinho ou pelo menos entrar para ver por dentro.

5. AVENIDA 9 DE JULIO

Com 140m de largura, é considerada uma das avenidas mais largas do mundo. Além disso, é o corredor norte-sul da cidade, que liga a Plaza del Libertador à Plaza Constituición. O obelisco é um dos marcos mais monumentais. 

6. OBELISCO

Cruzamento das Avenidas Corrientes e 9 de Julio, o obelisco é monumento histórico nacional de 67m de altura, considerado símbolo portenho. Construído em comemoração a diversos eventos nacionais, como o quarto centenário da fundação de Buenos Aires, foi inaugurado em 1936. No local, houve o primeiro hasteamento da bandeira argentina e também a Proclamação da República. Na frente dele fica o letreiro de Buenos Aires para fazer a foto. 

7. CALLE FLORIDA

A Florida é centro comercial mais famoso da cidade, a rua concentra as principais lojas e galerias de Buenos Aires. O trafego de carros é proibido e tudo fecha no domingo. Observe as portas ao longo dessa rua, porque são imensas, todas diferentes e cheias de detalhes. Muito cuidados com os batedores de carteira. Como não temos tempo, nada de comprinhas. 

**Já deve ser horário de almoço. Se der fome, tem várias opções de lanches rápidos na Florida. Empanadas geralmente são as coisas mais baratas. 

8. GALERÍAS PACÍFICO

As Galerias Pacífico antes era uma galeria de arte, e hoje, esse edifício centenário funciona como shopping center, reunindo diversas marcas famosas. Possui belos afrescos em algumas paredes internas, que datam da década de 1940. Horário: Segunda a sábado das 10h-21h, domingos 12h-21h. Além de linda (foco na porta!) é uma boa parada para usar o banheiro.

9. PLAZA SAN MARTÍN

A Plaza San Martín é ladeada pela tradicional rua Florida, a praça abrigou um santuário até o final do século 17. O general San Martín treinou ali o exército de Los Andes, que liberou a Argentina, o Peru e o Chile de poder dos espanhóis. Na primavera e verão ela fica toda florida. 

***Veja como estão os seus pés, pois a próxima parada fica a quase 2km de distância, uns 30 minutos de caminhada em linha reta. Se tiver cansado, pegue um Uber. 

10. LIBRERIA EL ATENEO - GRAND SPLENDID

A edifício onde fica a livraria El Ateneo foi projetado pelos arquitetos Peró e Torres Armengol para o empresário Max Glucksmann. Ele abriu o teatro chamado Teatro Grand Splendid em maio de 1919. Dentro há afrescos no teto pintados pelo artista italiano italiano Nazareno Orlandi e cariátides esculpidos por Troiano Troiani. O teatro tinha capacidade para 1050 pessoas com uma variedade de atrações. O edifício foi posteriormente renovado e convertido em uma loja de livros e música. 

Mais de um milhão de pessoas visitam a livraria anualmente e em 2018 ela foi eleita como a segunda livraria mais bonita do mundo pelo The Guardian, junto com a Libreria Acqua Alta em Veneza. Horário: segunda a quinta 9h-22h, sexta e sábado 9h-24h, domingo 12h-22h. Vá disposto a percorrer essa livraria, mesmo que não compre nada. Apesar que os livros da Maitena (Mulheres Alteradas) e os quadrinhos da Mafalda são bem tentadores e fáceis de ler, mesmo em espanhol. Aqui não importa muito o horário que você vai chegar, já que fica aberta até tarde. 

****Confira o relógio, mas já deve ser perto das 4h da tarde. Caminhe até o próximo ponto observando os edifícios. Você vai observar que quanto mais perto da Feirinha da Recoleta, mais os prédios vão lembrar Paris. Até o muro do Cemitério da Recoleta lembra os muros de Paris. 

11. CEMETERIO DE LA RECOLETA

O cemitério da Recoleta é considerado um dos mais bonitos do mundo, repleto de monumentos e mausoléus feitos por artistas reconhecidos, como o escultor La Mora. Importantes personagens históricos, a exemplo da ex-primeira dama Eva Perón, do general Carlos María de Alvear e do general Juan Facundo Quiroga, estão sepultados lá. Horário: 8h-18h, mas só pode entrar até 17:30h. 

Para falar a verdade, o Cemitério da Recoleta nem parece um cemitério como estamos acostumados, já que não se vê lápides. Cada Mausoléu tem uma arquitetura única trabalho em mármore e vitrais. O túmulo mais visitado é de Evita Perón e a forma mais fácil de achar ele, é seguir o Maps.me, pois existe essa localização com o nome María Eva Duarte de Perón. 

12. FEIRA DA RECOLETA

A Feira da Recoleta começou na Plaza Francia, em finais de 1970, quando um pequeno grupo de "hippies" começou a vender seus artesanatos no parque. Desde então, a feira começou a crescer, até agora que tem registrado mais de cem artesãos. Horário: finais de semana 11h-20h. Apesar da Recoleta ser bonita qualquer dia, nos finais de semana fica mais bonita ainda, já que tem a feirinha.  

***** Já deve estar escurecendo, então, prepare-se para a noite. 

13. OPÇÃO PARA A NOITE:

ASSISTIR UM SHOW DE TANGO: Tango Porteño (mais tradicional), Madero Tango VIP (famoso), Piazzola Tango (moderno), Senõr Tango (mais show do que tango), e Café Tortoni (tango puro, sem glamour). O Brasileiros no Ushuaia tem alguns pacotes de tango com jantar com preços interessantes. Paga em reais no site. 

El Caminito

DOMINGO EM BUENOS AIRES

1. EL CAMINITO

Rua que funciona como um museu a céu aberto, também conhecida como Museo Bellas Artes al Libre Caminito. Atualmente povoado por artistas de rua e apreciadores do tango, o local não tem portas nem calçadas, mas é marcado por diversas janelas e casas coloridas. O nome Caminito foi dado inspirado no título do popular tango de 1926, de Peñalosa e Filiberto. Hoje Caminito é sinônimo de museu a céu aberto com um grande valor cultural e turístico, principalmente pela influência do tango.

2. CALLE GARIBALDI

Rua dividida por trens, de onde é possível avistar a edificação genuína do bairro. As casas são pintadas com cores fortes: verde, azul, amarela, vermelha, etc. Fica a uma quadra da famosa rua Caminito. É ótima para comer alguma coisas nos diversos bares. 

*Gosta de Futebol? Vá para La Bombonera. Não gosta? Pule a La Bombonera.

**Chame o Uber para Avenida Independência com a Defensa.

3. FEIRA DE SAN TELMO

A feira fica na Plaza Dorrego e se extende por 1km numa rua cheia de antiquários, a Defensa. É uma feira de antiguidades e atrações ao ar livre, como shows de tango e teatro. Horário: apenas nos domingos das 10h-17h. Aproveite para entrar no antiquários, pois eles snao lindos por dentro. 

Quase na esquina de onde você chegar tem um Carrefour. Se quiser pegar algo para comer, aproveite. Uma quadra depois tem a sorveteria Freddo, o melhor sorvete da Argentina. E mais adiante tem um Subway com bem parecidos como do Brasil e wifi grátis. 

Restaurante em San Telmo

Artista no El Caminito

4. MERCADO DE SAN TELMO

Com uma fachada tipicamente italiana e grandes espaços interiores, o Mercado de San Telmo foi inaugurado em 1897 para atender às necessidades da nova onda de imigrantes que chegam da Europa. As barracas de antiguidades, frutas frescas e especiarias foram atualizadas desde então, mas a estrutura interna do mercado continua a mesma, com colunas de metal e vigas. O edifício foi declarado monumento histórico nacional no ano de 2000. A banca da Cidade do Café é conhecida por ter um dos melhores cafés da cidade.

5. PLAZA DORREGO

A Plaza Dorrego é a segunda praça mais antiga de Buenos Aires, depois da Plaza de Mayo, e foi também o lugar onde a população reafirmou a independência. Aos domingos, abriga a feira de antiguidade de San Telmo, que existe desde 1970. E nessa praça que estão os melhores coisas para comprar, se for o caso. 

***Desça pela rua Humberto I e depois vá andando para a direita pela Avenida Ingeniero Huergo até achar um ponto que consiga atravessar os trilhos.

6. PUERTO MADERO

Puerto Madero foi fundado em 1991, é o bairro mais novo da cidade e mais rico. Fica numa região pequena, entre quatro diques e uma reserva ecológica, e composta por avenidas amplas, bares, restaurantes, um centro empresarial e hotéis luxuosos. Ande sem compromisso por aqui.

7. PUENTA DE LA MUJER

Ponte retrátil com 160m de comprimento e 5m de altura, inaugurada em 2001. A obra é do arquiteto Santiago Calatrava. 

8. CORBETA URUGUAY E FRAGATA SARMIENTO

Essas são as duas das fragatas mais antigas da Marinha Nacional estão localizadas no Puerto Madero e, atualmente, funcionam como museu. Ambas conservam o mobiliário original. Horário: todos os dias 10h-19h, entrada 10 pesos. Não precisa entrar, mas é interessante.

***** Já deve estar escurecendo, então, prepare-se para a noite OU para ir embora! 

9. OPÇÃO PARA A NOITE:

COMER BEM NO PUERTO MADERO: Escolher um dos restaurantes elegantes para comer a autêntica parrila argentina ou um assado, como no tradicional Siga La Vaca, Johnny B. Good (animadíssimo!) ou no Estilo Campo. Só para avisar, os preços aqui não vão baixar dos 50 reais. 

DICAS GERAIS DE BUENOS AIRES

ONDE FICAR EM BUENOS AIRES

Não é difícil escolher onde ficar em Buenos Aires. É só definir as suas prioridades e o próximo destino. Meus bairros favoritos são São Telmo (perto do porto para Uruguai), Recoleta (atrações) e Palermo (barzinhos). O mais barato é o San Telmo. Veja a lista:

a. SAN TELMO

  • Art Factory San Telmodormitórios, dormitório feminino pequeno, quartos privados, baratinho e bem localizado.
  • América del Sur Hostellocalização perfeita, ótimo para conhecer pessoas, dormitório e quartos privados de casal ou até quatro pessoas. 
  • Lemon Apartmentsapartamento mobiliado e bem decorado, localização excelente, confortável. 
  • L`Adresse Hotel Boutiquehotel boutique bem decorado, aconchegante, bem localizado, quartos privados. 

b.RECOLETA

  • Benita Hostelboa localização, organizado, bom pra conhecer pessoas, dormitórios, dormitórios femininos pequenos e quartos privados. 
  • Reina Madre Hosteldormitórios e quartos individuais, atendimento excelente, confortável, bom para conhecer pessoas. 
  • Grand Petit Casa Hotelhotel boutique, localização boa, confortável, café da manhã muito bom. 

c. PALERMO

Mas tem mais opções em outros bairros no Guia de Bairros de Buenos Aires: Atrações e Onde Ficar . E se vocâ não sabe escolher hostel (albergue), leia Como Escolher um Hostel: Guia para Iniciantes

QUANDO IR PARA BUENOS AIRES

A melhor época para viajar para Buenos Aires é durante a Primavera quando a temperatura é amena e não varia muito e a flores deixam a cidade bem mais bonita. Mas nada impede de ir nas outras épocas: 

  • Verão: quente e úmido, 25ºC e 30ºC, chances de chuva
  • Outono: dia quente, noite fria, 14ºC e 23ºC
  • Inverno: clima frio e seco, 7ºC e 15ºC
  • Primavera: agradável durante o dia, fresco a noite, 15ºC e 23ºC

TRANSPORTE EM BUENOS AIRES

  • Metro / Ônibus: Para andar de metro, o Subte, ou ônibus, você precisa do cartão SUBE. Ele custa 25 pesos e vende em qualquer quiosque de rua. 
  • Taxi:É muito barato, mas cuidado com as notas falsas. 
  • Uber / Cabify: Tem Uber em Buenos Aires e ele custa 20% mais caro entre 22h e 6h. Mas também tem o Cabify que funciona igual ao Uber, mas tem mais carros circulando. 
  • Bicicleta: Você pode pegar um bicicleta grátis para nadar pela cidade. Basta se registrar no Ecobici pelo aplicativo ou na Plaza de Mayo presencialmente. 

CHEGANDO E SAINDO

  • Aeroporto Ezeiza: Você pode pegar um taxi comum (não confiável), o tem o Taxi Ezeiza (branco) com tarifa fixa de 680 pesos para qualquer lugar da cidade. Tem o ônibus executivo Manuel Tienda Leon que vai até o Terminal Madero, estação Retiro do metro, por 190 pesos e por uma taxa extra pode desembarcar em outro bairro. E tem o ônibus comum número 8 que vai até o Centro de Buenos Aires, mas que só é possível pagar com o SUBE. 
  • Ferry Do Uruguai: Se você vem de Montevideu ou Colonia do Sacramento de ferry, certamente vai desembarcar no Puerto Madero. O Buquebus desembarca num dos extremos pertinho da Avenida Cordoba. Já o Colonia Express para pertinho da rodovia 25 de Mayo e feira de San Telmo. 
  • De Porto Alegre de ônibus: A Flechabus faz essa rota a partir da rodoviária. Confira os valores no Busca Ônibus

 Leia também Guia Para Viajar Pelo Uruguai: Dicas e Roteiros

CHIP DE CELULAR

Você pode comprar chip de celular diretamente nas lojas das companhias de telefonia Movistar, Claro ou Personal. Leve seu RG ou passaporte, porque precisa registar. O preço varia entre 10 e 40 pesos, e além disso você precisa colocar créditos a um valor médio de 9 pesos por dia. Esse valor diário dá direito a usar 50mb por dia, ou seja, contenha-se na hora de usar os dados na rua, com exceção do Facebook e Whatsapp que não fazem parte dessa conta. Para recarregar, basta ir em qualquer quiosque de rua. 

Dica para quem tá sem chip de celular ou vai fazer só bate e volta do Uruguai: acha uma café, pede internet e explica o motivo. Eles são gentis e você consegue chamar seu Uber. 

CÂMBIO

É melhor levar dólar, porque é mais valorizado, mas se você não tem dolares em casa, leve reais para não fazer troca e destroca de moeda e acabar perdendo mais do que levar apenas reais. Evite pagar as coisas em reais, pois a cotação nem sempre é justa nas lojas. No aeroporto Ezeiza e Aeroparque, faça câmbio no Banco La Nación (veja cotação:  http://www.bna.com.ar) que funciona 24h todos os dias da semana. Na cidade (tipo na Florida), fique atento, pois as casas de câmbio geralmente funcionam das 10h às 15h com raras exceções. Atualmente (julho/2018) 1 real vale 7,10 pesos e 1 dolar vale 27 pesos. Leia Câmbio: Que Moeda Levar, Onde Trocar e Dicas para Economizar

E se bater a preguiça de pensar, o Brasileiros no Ushuaia tem diversas opções de city tour, jantares, tango, passeio e barco e muito mais. Fala em português e paga em reais pelo site. 

Puerto Madero

Agora não tem mais desculpa para adiar a viagem de Buenos Aires! 

Ficou com dúvida? Tem sugestões? Escreve aqui nos comentários! 

PLANEJE A VIAGEM

  • SEGURO VIAGEM COM DESCONTO: Não esqueça o Seguro Viagem! Eu já precisei e não tinha. Não cometa meu erro. Na Seguros Promo você parcela em até 12x sem juros e ganha 5% de desconto usando o código EDUARDOEMONICA5. Ou ainda ganha 5% pagando no boleto.
  • PASSAGEM AEREA EM 6X SEM JUROS: Pesquise passagens aéreas baratas no Passagens Promo e ainda pague em até 6 parcelas sem juros. 
  • RESERVE HOSTEL / HOTEL E PAGUE SO QUANDO CHEGAR: Reserve seu hostel ou hotel através do Booking e pague somente quando chegar no local. 
  • PARA SABER: Se você agendar seu hostel / hotel, comprar seguro viagem em até 12x sem juros ou até a passagem aérea em até 6x sem juros pelos links desse artigo, você não paga nada a mais por isso, consegue uma condição melhor de pagamento, e ainda nos ajuda a continuar viajando, pois ganhamos uma pequena comissão. 

VEJA TODOS OS ARTIGOS DA ARGENTINA

 PIN IT :) 

 

Roteiro em Buenos Aires: 3 Dias (ou Feriadão) Passo a Passo 

 

JÁ CONHECE NOSSO FACEBOOK?

VEJA MAIS