Listvyanka, Por Que Você Não Precisa ir Lá

Translate here!

Texto: Mônica Morás  Fotos: Edu Viero e Mônica Morás

Desde o começo do planejamento da viagem já queríamos ir no Lago Baikal, e até então a única cidade da Rússia que ouvíamos falar ser possível ir era Listvyanka, a Riviera do Baikal. Até o Lonely Planet só dava essa opção. Bobinhos! A ilha Olkhon é o verdadeiro lugar e Listvyanka só levou fama, porque fica pertinho de Irkutsk e tem uma trilha costeando lago onde é divertido fazer picnic no final de semana.

baikal Listvyanka transiberiana

Quando chegamos lá e vimos centenas de turistas russos pegando sol e quiosques vendendo de passeio de barco em plena quinta-feira já vimos o tamanho do erro. Em menos de 10 minutos percorremos toda a orla.

baikal Listvyanka transiberiana

Fizemos um passeio de 1h pelo lago e se no fosse pelo guia e o casal de holandeses divertidíssimo, teríamos odiado ainda mais. O passeio consistiu em compartilhar histórias frustradas de viagem, sem nenhuma informação sobre o lago.

baikal Listvyanka transiberiana

Na volta fomos até uma feirinha onde Babuskas exploradoras de turistas cobravam para fotografar as barraquinhas. Mas como existem pessoa boas no mundo, uma das senhoras deixou fotografar a barraquinha e nos mostrou como eram preparados cada um dos peixes, como se comia, etc, e por que gentileza gera gentileza, decidimos experimentar o peixe assado. Mas comemos debaixo do sol, sentados nas pedras a beira do lago, porque aparentemente todos os bancos têm um “flanelinha” que cobra fortunas pelo espaço na sombra. Depois disso fizemos nada por 2h, porque simplesmente não havia nada para fazer até a van partir. Nada!

baikal Listvyanka transiberiana

Na volta pegamos a van pública, outro erro. Além de irmos como sardinhas enlatadas, num calor horrível, porque russos adoram ambientes fechados, quentes e evitam usar desodorante,  a viagem ainda levou o dobro do tempo com as dezenas de paradas na beira da estranha para enfiar pessoas lá dentro. Pessoas foram de pé na van! Essa foi a primeira vez que vimos que não dá pra confiar em tudo que dizem sobre lugares que “tem que visitar”. Na verdade normalmente esses lugares não necessariamente “tem que visitar”.

Mas se você estiver sem tempo e essa for sua única chance de ver o Lago Baikal, vá consciente e sem expectativas.

Como chegar:

As vans saem da rodoviária de Irkutsk. Basta procurar ela (em russo) e entrar (custa 700). Quando estiver cheia, o motorista parte. Então quanto mais cedo for, mais rápido a van sai. A viagem leva umas 2h sem paradas.

Na volta a van sai do estacionamento de Listvyanka. Existe a opção das públicas (custa 450, evite!) e das privadas. As privadas são rápidas, normalmente as senhoras com cara de coitadas não pedem pra trocar de lugar para ficar perto de criança e consequentemente você não fica num lugar horrível ou de pé. Sim, isso é comum e aí do turista que não trocar de lugar, mesmo com o bilhete com lugar marcado. 

 

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS