Guia Alternativo de Bangkok

Texto e Fotos: MONICA MORAS  

Bangkok é uma cidade grande, um paraíso para os hipsters e fácil de montar um roteiro alternativo. Tem velho, novo, do luxo a decadência, tudo junto e misturado. Bangkok é contraditória, cosmopolita e vibrante. Tem mercados noturnos, culinária tradicional e opções de grandes chefs internacionais, vida noturna imbatível e tem muita cultura. Algumas pessoas odeiam, outros amam, mas ninguém passa indiferente por Bangkok. Sou do time que ama e morou por lá.

Montei esse guia alternativo de Bangkok para você que já está cansado de ver templos e andar pela Old Town. A cidade não se resume a isso, e eu vou te mostrar o que fazer além do roteiro tradicional, esse aqui: Roteiro em Bangkok Passo a Passo: Imperdíveis e Arredores

The Jam Factory

GUIA ALTERNATIVO DE BANGKOK

O que incluir no roteiro além dos templos

ONDE IR

Onde ir em Bangkok é a pergunta mais difícil de responder, já que é impossível ficar entediado nessa cidade. E é por isso que é mais fácil explicar Bangkok por regiões. Não vou falar da Old Town, a queridinha dos mochileiros, mas sim dos bairros com cenas mais hipsters e fáceis de chegar apenas usando BTS skytrain. Leia também Onde Ficar em Bangkok: Guia para Nômades Digitais

  • THONGLOR: Bairro de luxo da cidade que antigamente era o lugar onde a classe trabalhadora residia. As ruas de ThongLor são repletas de boutiques, cafés conceito, pequenos restaurantes, lojas de design e vida noturna luxuosa. Visite o The Commons, uma galeria conceito e o Patom Organic Living, que é um viveiro que só serve comida orgânica. 
  • EKKAMAI: Esse é o bairro das galerias de artes de todos os tipos, principalmente com exibições temporárias de artistas locais e internacionais. Aqui você também encontra cafés da moda, lojas vintage, garage sales com marcas internacionais de luxo e ótimos restaurantes de culinária internacional. 
  • ARI: É o bairro mais hipster de todos, com excelentes cafés, é amigável com nômades digitais (wifi free sempre), opções mais práticas para compras rápidas, mercado internacional, pubs da moda e o bairro com a melhor comida de rua de Bangkok. Leia o que o The Guardian falou desse bairro. Destaque para o Ong Tong que tem o melhor khao soi, o Paper Butter como melhor e mais barato hambúrguer da cidade, o Porcupine Cafe, um dos cafés conceito do bairro, e o The Yard, minha família tailandesa. 
  • SILOM: Essa é uma das áreas mais turísticas de Bangkok, com ótimos restaurantes, vida noturna controversa por cauda do infame Patpong e os Ping Pong Shows, excelentes opções de hospedagem e ainda é pertinho da Old Town. Também é conhecido pela vida noturna gay agitada nas Soi 2 e Soi 4, com destaque para o Telephone.

The Jam Factory

Veja COMO É MORAR NA TAILÂNDIA

COMPRAS

É inegável que Bangkok é uma cidade perfeita para compras, fácil de incluir num roteiro alternativo. Tudo é barato e fácil de achar, desde que você saiba o que quer. E não se trata de produtos baratos e má qualidade, bem pelo contrário. Bangkok tem design de qualidade por preços imbatíveis. Leia Compras em Bangkok, Um Guia Definitivo e Democrático

  • CHATUCHAK WEEKEND MARKET: Fazer compras em Bangkok é uma arte em si e o Chatuchak é o único lugar que você vai encontrar algo que você está procurando. E provavelmente vai encontrar até o que não está procurando, afinal é um espaço do tamanho de 11 campos de futebol com 15 mil lojinhas e “apenas” 30% dos frequentadores são turistas. Tente resistir a tentação! A noite, bem ao lado, ainda acontece o JJ Green, o melhor mercado noturno de Bangkok. Leia Chatuchak, O Mercado de Final de Semana de Bangkok 
  • SIAM SQUARE: Siam é o bairro comercial de Bangkok e no entorno da Siam Square estão os melhores shoppings da cidade que inclusive são conectados uns nos outros. Para marcas e conceito, visite o Siam Paragon, Siam Discovery e Central World. Para coisas do dia a dia, eletrônicos, marcas locais e baratinhos, vá no MBK, Siam Square One e Siam Center Mall. Na avenida atrás do Siam Square estão o Platinum (de fábrica) e o Pantip (eletrônicos). Leia Onde Comprar Eletrônicos em Bangkok: 15 Lugares Que Valem A Pena

Patom Organic Living

Veja ROTEIRO EM BANGKOK PASSO A PASSO: IMPERDÍVEIS E ARREDORES

COMIDA

A comida tailandesa é polêmica, mas dizem que é uma das melhores cozinhas do mundo. Eu aprendi a gostar, mas confesso que misturar amendoim, açúcar e pimenta tudo num único prato pode causar certo pavor. Prove antes de recusar, porque o sabor nem sempre é o que parece. Eu recomendo muito fazer um tour gastronômico para aprender a comer e saber exatamente os seus limites nos temperos. Importantíssimo: não tenha medo de experimentar a comida de rua. Além de limpa, é barata e fácil de achar. 

  • CHINATOWN (YAOWARAT): O Yaowarat Food Night Market é um dos melhores lugares para se permitir novos sabores. A avenida inteira fica repleta de barraquinhas de ruas, algumas inclusive constam no Guia Michelin, as ruas laterais tem seus pequenos restaurantes lotados e os preços são muito convidativos. E não tem só comida tailandesa e chinesa. 
  • ARI: O melhor do bairro Ari é a comida. Tem opções para todos os gostos e bolsos, do street food ao restaurante gourmet. As melhores opções ficam no começo da Soi 7, incluindo a barraquinha de rua da esquina e o Ong Tong, a Soi 1 na galeria Ari One onde está o Paper Butter, a semi-soi na saída 1 do BTS que tem a barraquinha vegetariana em que tudo custa 40 baht. Para beber, vá no pub do Villa Market, no térreo. São as melhores craft beers da região. 
  • NANG LOENG MARKET: A área de Nang Loeng era conhecida por ter uma diversidade de pessoas de várias áreas da Ásia, incluindo China, Vietnã, Camboja e Laos. E isso já tem mais de 200 anos, por isso você encontrará alguns ingredientes interessantes e comidas que não são comuns em outras partes de Bangkok. Além de ingredientes e comidas variadas, você também verá vendedores e barraquinhas famosas do país. Ao lado do mercado está o Sala Chaloem Chani, o primeiro cinema original na Tailândia, construído em 1918 e que só fechou em 1993.

Yaowarat Food Night Market

VIDA NOTURNA

Bangkok é 24 horas, fácil de chamar um Grab (tipo Uber), pegar uma coisa rápida no 7Eleven e ainda achar comida de rua boa e barata altas horas da noite. Além disso Bangkok é segura e famosa pela noite animadíssima. Portanto se você aproveitar a noite de uma forma alternativa, que foge do padrão Khao San Road, tenho algumas sugestões (confira os horários de abertura): 

  • MOON BAR: É o rooftop bar favorito dos locais e expatriados. É o segundo mais alto rooftop de Bangkok, tem vista linda e é silencioso. Perfeito para casais ou amigos mais discretos. Leia também 7 Rooftop Bar em Bangkok que Valem a Pena
  • SKYTRAIN JAZZBAR: O Jazz Bar é daqueles lugares que dá vontade de ficar horas. O clima é agradável e descontraído, a música é boa, os móveis são retro, a decoração é casual, os frequentadores são pessoas interessantes de conhecer, locais e estrangeiros, e o valor da bebida é padrão restaurante. 
  • SAXOPHONE PUB: Melhor lugar para escutar jazz e blues ao vivo, dançar, encontrar gente interessante e gastar pouco. A localização é ótima e o pub parece um pub europeu. 
  • BUDDA BAR: Meu bar favorito de Bangkok! Tem música ao vivo toda sexta e sábado (veja as live do Facebook). A cerveja é barata, a música é boa variando entre local e internacional, as pessoas são muito gente boa e dá para fazer amizades locais e se juntar numa mesa. Não tem muito espaço para dançar, mas a galera dança. 
  • PLAY YARD: O melhor do Indie tailandês toca aqui. Não espere ver estrangeiros aqui, mas certamente vai escutar música boa dos melhores e mais famosos artistas nacionais e regionais (coreanos, japoneses, etc). Destaque para o JuiJuis.
  • EL CHIRINGUITO: Se quer encontrar pessoas que falam alguma latina, esse é o lugar! É um bar espanhol que fica na Soi Nana do Chinatown (não é a Sukhumvit 11), o novo endereço dos bares hype de Bangkok. A cerveja tem preço padrão boteco e ainda serve tapas espanholas. Veja mais no Facebook do El Chiringuito.

ARTE, DESIGN E CULTURA

Que os templos são uma das marcas registradas da Tailândia, isso todo mundo já sabe. Mas que a cena artística de Bangkok rivaliza com muitas cidades importantes da Europa, isso provavelmente você não sabia ainda. Inclusive escrevi um roteiro alternativo para você que gosta de arte e design: Roteiro de Arte e Design em Bangkok. São muitas as galerias de arte, mercados de design e atrações culturais. Por isso separei só os que eu mais gosto:

  • BANGKOK ARTE AND CULTURE CENTER (BACC): É um espaço imenso de arte, muitas galerias independentes, cafés com design e workshops de fotografia, ilustração e muito mais. Fica na frente do MBK. 
  • YELO HOUSE: Uma galeria de arte com exibições temporárias temáticas divididas em salas. Tem espaço para workshops e coworking, além de uma café com vista para o Klhong.
  • WAREHOUSE 30: Um dos meus lugares favoritos para ver design de moda, de produtos e de serviços de artistas locais. Os preços não são dos melhores, mas os produtos são impressionantes. O muro da frente é cheio de street art. 
  • THE JIM THOMPSON HOUSE: Essa casa faz parte do roteiro da maioria dos estrangeiros (não brasileiros), e é o tipo de lugar para entender as superstições tailandesas e o estilo de vida local. Leia também Como é Visitar a Jim Thompson House

BACC

Veja QUANTO CUSTA NA TAILÂNDIA: VALORES PARA PLANEJAR A VIAGEM

TOUR DENTRO DE BANGKOK

Bangkok é uma cidade dinâmica com incontáveis coisas interessantes e alternativas para fazer. Todo final de semana, por exemplo, acontecem pelo menos 50 eventos distintos na capital tailandesa. Mas apesar de tanta variedade, a maioria dos turistas acaba usando Bangkok apenas como hube visitando os imperdíveis. Por isso algumas coisas diferentes que você pode fazer, além de todas as que já citei acima são:

  • FAÇA UM TOUR GASTRONÔMICO: A comida tailandesa é completamente diferente dos que estamos acostumados e talvez você precise de ajuda para aprender mais sobre os cheiros e sabores. Melhor ainda se puder fazer isso por áreas menos conhecidas da cidade, em mercados de comida, barraquinhas de rua e restaurantes disputados. Tente o food tour A Chef’s Tour que tem roteiro de dia e a noite, assim você pode tirar um dia conhecendo lugares inusitados de Bangkok e ainda comendo.
  • PEDALE POR BANG KRACHAO: Bangkok é uma cidade agitada, algumas vezes até caótica. Por isso Bang Krachao é perfeito para passar o dia. Também conhecido com o pulmão verde de Bangkok (Bang Krachao, green lung of Bangkok), é uma ilha com vasta vegetação ainda bem preservada e que vira refúgio de famílias no final de semana, quando acontece um pequeno mercado flutuante. O lugar perfeito para alugar um bicicleta e sair explorando tudo, ainda mais se você é do tipo que prefere natureza. Leia também Bang Krachao: Explore o "Pulmão Verde" de Bangkok
  • VÁ AO CINEMA: As salas de cinema tailandesas estão cada vez melhores, mais modernas e virando o programa favorito de quem já está cansado de compras e passar calor. O melhor é o Paragon Cineplex do shopping Siam Paragon, padrão internacional. Mas se é para entrar no clima tailandês mesmo, recomendo o Bangkok Screening Room com filmes alternativos e o House RCA, que passa filmes asiáticos também. Ambos mais parecem uma sala de cinema de condomínio chique, relativamente pequenos e com cadeiras ultra confortáveis (não durma!).
  • DESCUBRA O KUDEEJEEN: O Kudeejeen é o bairro que foi destinado para os Portugueses pelo rei da Tailândia quando Ayutthaya estava sendo destruída pelo exército de Burma. Inclusive os primeiros Europeus a chegarem na Tailândia. Isso porque os portugueses ofereciam armamento bélico e em troca de proteção. O bairro é pequeno, tem uma igreja católica, um museu dos imigrantes e vende o famoso bolinhos português. Inclusive os portugueses deixaram várias heranças para a Tailândia, como palavras exatamente iguais (café, chá, etc), influenciaram todos os doces que vão ovos e ainda introduziram a pimenta na culinárias, já que eles traziam especiarias da India. Leia também Kudeejeen, Uma Comunidade Portuguesa em Bangkok
  • CONHEÇA KLHONG TOEI: Khlong Toei é a maior favela da Tailândia e fica em Bangkok. Esse é o tipo de turismo socialmente responsável feito pelo projeto Local Alike, onde a maior parte do valor é revertido para os projetos sociais da comunidade. Eu fiz o “A Day as a Change Maker” coletivo que agendei no hostel The Yard (o privado é caro!) e ainda é difícil explicar o que senti de bom e de ruim, porque o tour dá a oportunidade das pessoas da comunidade falarem, mostrarem os rostos e histórias por trás das estatísticas que não são nada boas, principalmente na questão social. E criam uma chance para quem quer colaborar, mas não sabe como e nem tem tempo de ser voluntário. Leia mais Como Foi Visitar Khlong Toei em Bangkok, A Maior Favela da Tailândia.

The Yard Hostel Bangkok

Veja MELHOR ÉPOCA PARA VIAJAR PARA A TAILÂNDIA: CLIMA POR MÊS

ONDE FICAR

Bangkok é uma das maiores cidades da Ásia e a mais visitada do mundo. Não é de surpreender que existam muitas opções de hospedagem, mas surpreendente mesmo é saber que não custa caro. Inclusive, é em Bangkok que existem o maior número de Airbnb disponíveis para os viajantes. Ganhe descontão na primeira estadia se cadastrando através do nosso link. Mas se você quer o clima de hostel ou hotel, separei alguns que fogem do convencional: 

  • THE YARD HOSTELUm hostel todo feito de containers, com café da manhã e um jardim imenso para passar o dia jogando numa rede ou num puf na grama. Tem várias programações gratuitas, como noite do cinema, tarde de yoga, aula de culinárias, assistir lutas de muay thai, entre outras coisas. Yard significa parentes e a ideia é que você seja recebido como um membro da família (falei aqui Onde Ficar em Bangkok: The Yard Hostel). É o hostel favorito de quem está viajando por longo prazo e precisa descansar, por isso a chance de conhecer alguém muito interessante é de quase 100%. Reserve!
  • HERE HOSTELO lugar favorito dos amantes do Instagram. Tudo é muito fotografável, o clima te faz sentir hype, o ambiente é bonito, amplo, bem aproveitando e tem muitos brasileiros. É hostel bem jovem, para quem está ligado nos mídias sociais, e geralmente procurado por mochileiros que estão recém estão começando a viajar, e por isso também é bem barulhento. Reserve!
  • OUTRAS OPÇÕES DE HOSTEL SÃO: Once Again (reserve), Bed Station (reserve), Mad Monkey (reserve).
  • SIAM @ SIAM DESIGN HOTEL BANGKOKComo o nome diz, é um hotel boutique cheio de design e com um espaço enorme. Fica literalmente da área de compras, pertinho das atrações culturais e de design de Bangkok, dos shoppings mais importantes e também do link que leva e trás do aeroporto e do BTS que vai para todos os pontos da cidade. É claro que a piscina tem borda infinita também, uma das marcas registradas dos condomínios de Airbnb e hosteis de Bangkok. Reserve!
  • LE MERIDIEN BANGKOKHotel de luxo, 5 estrelas no Silom, uma das melhores localizações da cidade para quem quer fazer o roteiro tradicional de Bangkok e ainda o roteiro alternativo. Os quartos são amplos, atendimento impecável e ainda tem um deck de massagem exclusivo. Reserve!
  • OUTRAS OPÇÕES DE HOTÉIS SÃO: Millennium Hilton Bangkok (reserve), Pullam Hostel Bangkok G (reserve), Anantara Riverside Resort Bangkok (reserve).

The Commons

Veja TUDO SOBRE A TAILÂNDIA: 28 DICAS DE QUEM MOROU LÁ BASTANTE TEMPO

FIQUE LIGADO!!!

Não esqueça de fazer o Seguro Viagem! Eu já precisei (contei aqui) e não tinha. Não cometa meu erro! Fazendo o seguro através do nosso você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a continuar viajando. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. No cartão paga em até 12x. Travel Ace atende bem na Tailândia, por isso confira os valores. 

VEJA TODOS OS POSTS DA TAILANDIA

Pin it :) 

 

Guia Alternativo de Bangkok

 

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS