Como Visitar a Vinícola Miolo, no Vale dos Vinhedos

Texto: MONICA MORAS @monicamoras  Fotos: EDUARDO VIERO | @eduviero

Conhecer a Vinícola Miolo é um daqueles programas tem-que-ter na Serra Gaúcha. A vinícola fica em Bento Gonçalves no Vale dos Vinhedos, tem uma vista incrível 360º, programas diferenciados de visitação, cursos, tem o Wine Garden para um picnic, e ainda é a principal exportadora de vinhos do Brasil e também a maior produtora de vinhos finos no país. 

A HISTÓRIA DA VINÍCOLA MIOLO 

A história da vinícola Miolo começou a com a vinda da família para o Brasil, assim como tantos outros imigrantes italianos que vieram para essa região. Foi no ano de 1897 que Giuseppe Miolo, natural da região de Vêneto/Piombino Dese – Padova, chegou a Bento Gonçalves e adquiriu um lote de terra de 24 hectares, cujo “endereço” era Lote 43 da Linha Leopoldina. Mas sabia ele no futuro, o Lote 43 o primeiro lote a fazer parte da demarcação com Denominação de Origem.

Se você não sabe, a Denominação de Origem (D.O.) estabelece que toda a produção de uvas e a elaboração dos vinhos sejam realizadas na região delimitada do Vale dos Vinhedos sob rigorosas regras técnicas, elevados padrões de qualidade e precisa avaliação sensorial de todos os vinhos.

Foi no Lote 43 que a família iniciou e sua produção de vinhos e foi o sustento durante décadas. Na década de 70, a família ousou e começou a cultivar Merlot. Foi do Lote 43 que saíram as uvas para a elaboração dos primeiros vinhos finos brasileiros.

A Vinícola Miolo surgiu em 1989 e foi no Lote 43, único lote que a família possuía, onde foram colhidas as uvas para a primeira produção dos vinhos da Miolo. Em 1999, a família decidiu prestar uma homenagem ao patriarca Giuseppe Miolo e elaborou seu primeiro vinho ícone com uvas Merlot e Cabernet, que ganhou o nome Miolo Lote 43. Assim, os primeiros dois Lotes 43, safras 1999 e 2002, ainda foram elaborados com vinhedos de latada, plantados na década de 70. 

Hoje o Lote 43 só é elaborado apenas em vindimas excepcionais. É um vinho que apresenta características próprias para o envelhecimento e possui estrutura suficiente para suportar muitos anos de garrafa. É envelhecido por cerca de um ano em barricas novas de carvalho francês e americano. Depois de engarrafado, permanece durante mais um ano nas caves subterrâneas da vinícola no Vale dos Vinhedos.

Os anos passaram, e agora a vinícola Miolo passou a se chamar Miolo Wine Group, e hoje atua no Vale dos Vinhedos, na Campanha e Campos de Cima da Serra, no Rio Grande do Sul, e ainda em Vale do São Francisco, na Bahia. É a maior produtora de vinhos finos do Brasil e também a maior exportadora.  

COMO É A VISITA NA VINÍCOLA MIOLO

É muito fácil visitar a Vinícola Miolo. Você só precisa decidir que tipo de visita quer fazer, já que existe a opção de visita convencional, com degustação, e tem também a Escola do Vinho que exige um pouco mais de tempo e planejamento. 

Na visita tradicional, é um tour guiado que começa pelo próprio vinhedo. Fomos na vindima, então as parreiras estavam carregadas. Fomos guiados pelo enólogo, o sommelier e o diretor da Miolo. Uma visita interessante. Logo depois do vinhedo, fomos onde estão os tanques com vinho e espumantes e onde degustamos alguns. Antigamente eram imensos barris de carvalho. Depois, entramos na Cave das Barricas, onde estão os vinhos em processo de amadurecimento. É um espaço enorme! 

Em seguida, andamos pelas Caves de Envelhecimento, onde estão os vinhos engarrafados, mas sem rótulo ainda. É aqui que tem uma parte especial com o Miolo Lote 43, vinhos finos para ocasiões especiais, e até umas garrafas do primeiro lote de 1990. Depois, foi o momento de subir na torre de onde se tem uma vista 360º graus do Vale do Vinhedos. Lindo demais! Cada lado tem vista para uma cidade diferente, e na frente da vinícola Miolo, está o charmoso hotel Spa do Vinho. 

A última etapa da visitação, é a degustação. Fomos guiados até o prédio onde fica o Centro de Visitação, e no segundo andar, entramos num auditório todo pronto para aprendermos mais sobre a produção, tipos de vinhos e espumantes e algumas curiosidades. 

Você sabia, por exemplo, que o calendário lunar influencia a colheita da uva? Que precisa de 1kg de uva para fazer uma garrafa de vinho? Que no Vale do São Francisco, na Bahia, como tem produção o ano todo (todos os meses), diferente do Rio Grande do Sul, o suco de uva é produzidos lá e é 100% natural, sem adição de nenhum conservante? Inclusive por lá tem até passeio de barco. Aqui na Campanha vai ter um trem, e no Vale dos Vinhedos a melhor opção ainda é de carro. E vá com tempo para aproveitar o dia todo no completo. 

Nossa degustação foi um pouco mais longa, com mais rótulos, já que fazia parte de uma press trip. Como privilégio, ainda vimos um das garrafas do Miolo Under The Sea, um espumante Cuvée Tradition Brut, que faz parte de um lote de 500 garrafas que ficou 1 ano envelhecendo nas água de Bretanha na França. Nas caves submarinas, as condições são ideais, com escuridão, umidade, temperatura constância melhor do que uma cave normal. Essa garrafa é definitivamente um item de colecionador.

Miolo Under The Sea

Depois da degustação, passamos a loja que oferece bem mais do que vinhos e espumantes. Resista se for capaz! E em seguida formos para o Wine Garden onde havia um almoço nos esperando, com churrasco propagado pela Michele, do Divas do Fogo, música com o Grupo Folclórico Vicentino de Monte Belo, e o melhor de tudo (depois da comida e bom vinho), a pisa na uva. Afinal, é tempo de vindima. Minha família é da Serra Gaúcha, então nem preciso dizer que eu estava me sentindo em casa e lembrando minha infância na colônia onde meus nonos moravam. 

Wine Garden Miolo

COMO VISITAR A VINÍCOLA MIOLO?

A Vinícola Miolo fica na Estrada do Vinho, na RS 444, km 21, no Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves, bem em frente ao Spa do Vinho. Você pode optar por se hospedar na região da Uva e Vinho mesmo, ou fazer um bate e volta de Gramado. Mas lembre-se de planejar bem essa visita, porque vocie não vai poder dirigir depois, indiferente de onde esteja hospedado. 

HORÁRIO

·       O roteiro dura 1 hora. 

·       De segunda a sábado, às 9h, 10h, 11h, 12h, 13h, 14h, 15h, 16h e 16h30min

·       Domingos e feriados, às 10h30min, 11h30min, 12h, 13h30min, 14h30min, 15h e 15h30min

·       Acima de 15 pessoas é necessário agendamento prévio.

VALOR

·      R$ 35 por pessoa (R$ 10 é revertido em compra)

CONTATO

·      Telefone:(54) 2102.1537 ou 2102.1540 

·      Email: visita@miolo.com.br

·      Site: www.miolo.com.br

·      Veja mais fotos: @grupomiolo

 LOCALIZAÇÃO

·      RS 444, km 21, Bento Gonçalves

ESCOLA DO VINHO

Na Escola do Vinho existem diversos programas para quem quer aprender mais. Tem desde o curso rápido de como degustar que dura algumas horas, até um curso mais completo que dura dias. Confira no site www.miolo.com.br a programação. 

Leia também:

FIQUE LIGADO!!!

Não esqueça de fazer o Seguro Viagem! Eu já precisei (contei aqui) e não tinha. Não cometa meu erro!). Lembre-se que nem sempre o seguro saúde cobre outros estados. Fazendo o seguro através do nosso link você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a continuar viajando. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. No cartão de crédito dá para parcelar em até 12x sem juros. 

*Esse passeio fez parte da Press Trip durante a Vindima 2019, para a qual fomos convidados. 

VEJA MAIS ARTIGOS! O blog está cheio de informações do Rio Grande do Sul! 

JÁ CONHECE NOSSO FACEBOOK?

SEGUE NO INSTAGRAM @MONICAMORAS @EDUVIERO

VEJA MAIS