Sapatos para Viajar: Como Escolher o Levar na Mala

Texto:MONICA MORAS  @monicamoras  Fotos: EDUARDO VIERO @eduvieroMONICA MORAS  

Arrumar a mala é uma desafio, mas escolher quais sapatos colocar nela, é quase uma aventura pelo desconhecido mundo das bagagens de mão leves, afinal, sapatos pesam e ocupam espaço. Pensando nesse drama, fiz:

  • Uma lista de sapatos para viajar e quais são mais indicados para o seu tipo de viagem

  • Um check list para te ajudar a escolher quais sapatos levar na sua próxima viagem

  • Dicas práticas para carregar os seus sapatos na mala. 

Marrocos, aparatas

 MODELOS DE SAPATOS PARA VIAJAR

Viajar leve é uma arte, e sapatos precisam colaborar nesse momento. Sou super a favor de sapatos leves, que não ocupam espaço, que combinem com tudo que eu tenho e que ainda por cima, sejam confortáveis, porque eu sou do tipo de pessoa que caminha demais. Tenho pavor de sentir dor nos pés, principalmente quando eu não estou cansada. Na minha mala geralmente tem 1 chinelo, 1 tênis e o terceiro sapato está relacionado ao objetivo & tipo da viagem, que geralmente fica entre rasteirinha, alpargatas ou um sapato estiloso sem salto. 

1. Chinelo

Item obrigatório em qualquer mala. Esse serve para andar no quarto, tomar banho no banheiro coletivo do hostel, ir para a praia, e se você se sente confortável, dá para passar o dia todo andando pela cidade ou praia. 

Gramado

2. Tênis

Um clássico. Foi-se o tempo que tênis era só para academia de tantos detalhes, cores, formas e espaço ocupado. Hoje existem modelos estilosos, leves, que combinam com qualquer situação e ainda dá para praticar exercícios de studio sem problemas. O tênis é o que salva no voo longo, naquele dia que sabe que vai andar demais pela cidade, no dia que o tempo está meio chuvoso, e até naquele happy hour em cima da hora com os novos amigos da viagem. 

Desde que conheci o Yuool, não tiro mais ele do pé, por todos os motivos que citei aqui: é estiloso, levinho, esquenta no inverno e refresca no verão, porque é feito de lã merino, combina com todas as minhas roupas (de relaxar e trabalhar), dá para fazer meu yoga e ainda dá para lavar na máquina! Se você me acompanha a mais tempo aqui, sabe que eu sou uma pessoa muito prática, que odeia perder tempo, mas que não abre mão de se sentir bem. Falei nos posts Dicas da Mala: Como estar bem arrumada o dia todo durante a viagem Como eu Me Libertei do Meu Guarda Roupa.

3. Rasteirinha

A queridinha do verão. Para não errar, é só usar uma rasteirinha. Ela fica ótima com qualquer roupa e em qualquer ocasião não tão formal. É bem aceita em todos os ambientes e isso torna a rasteirinha um dos meus sapatos favoritos de verão. O único cuidado que você precisa ter aqui é ter certeza que ela não vai dar bolha num dia de calor intenso e com pé suado. Na dúvida, carregue um curativo na bolsa. 

Gramado, sapato arrumadinho

4. Sapatilha

Arrumada e confortável. Sapatilha é ótima para enganar quando a gente não quer usar salto. Ela combina com roupas de inverno e verão e sempre dá uma pouco mais de elegância para o visual. Se a sua viagem inclui trabalho, jantar num restaurante mais estiloso, ou quem sabe um ambiente que exija um pouco mais, a sapatilha é uma boa opção. Gosto da sapatilha também quando estou na dúvida se precisa de salto ou não. 

5. Alpargatas

Conforto. Eu sou uma grande fã de alpargatas. Elas são pra mim a mistura perfeita do tênis com a rasteirinha. Combinam com tudo de inverno e verão, mas tem um ar um pouco mais esportivo do que a sapatilha, e são fechadas, ao contrário da rasteirinha. Gosto de usar em lugares que eu sei que vou ter que tirar o sapato várias vezes ao longo do dia (Ásia) e onde o clima está ameno, nem tão calor, nem tão frio. Geralmente elas são de lona, então se molhar, não é um problema secar durante a noite. 

Até pouco tempo atrás eu nem usava alpargatas, porque sempre me remeteu a vida no campo. Mas depois de um tempo viajando pela Argentina, depois Uruguai, e com a volta para o Brasil por causa do Projeto Pampa, passei a usar por praticidade e hoje uso por opção em diversas ocasiões. 

Capadócia, rasteirinha

6. Bota de trilha

Essencial na trilha, obviamente. Se você vai fazer uma caminha até uma cachoeira, o tênis resolve. Mas se é para entrar mata adentro, subir e descer montanha, trilhas difíceis, andar na neve, a solução é ter uma bota de trilha. Como ela é mais alta, ela protege os tornozelos de possíveis torções ao longo do caminho, ainda mais em solos irregulares. 

Minha dica aqui é sempre escolher as botas que são impermeáveis, porque a gente nunca sabe quanto de barro vai ter no caminho, ou quantos riachos vai ter que atravessar. Ah, e lembre-se que uma bota de trilha exige meias de algodão. 

7. Salto alto (bota / sandália / sapato)

Eu sei que muitas mulheres adoram salto e se sentem muito confortáveis com eles. Se você é uma delas, escolha o seu modelo com atenção para não ocupar espaço desnecessário. Tenha em mente o quanto você vai usar, qual é a roupa que esse salto vai dar o toque final. E cuidado com a cor. 

Salto vale para a noitada, trabalho, se a viagem envolve um evento social (casamento, formatura, etc), ou se você está querendo usar mesmo numa ocasião especial ou específica para se sentir bem. Acho justo! 

Ushuaia, botas de trekking

8. Sapato sem salto

Estilo com conforto, é assim que eu defino esses sapatos. Eles servem para o dia, noite, verão, inverno, para turistar pela cidade e até para aquela reunião importante com o novo cliente. Escolho sempre modelos que tem a ver comigo, com o meu estilo, que não me deixe formal demais e que ainda sejam confortáveis. 

Esses sapatos são um pouco mais “pesados” visualmente do que uma sapatilha, e mais “arrumados” do que uma alpargatas. Por isso que gosto tanto e procuro aqueles que realmente tem haver comigo. Expliquei como definir o seu estilo no post Como eu Me Libertei do Meu Guarda Roupa

9. Bota

Um clássico do inverno. Botas são ótimas opções no inverno, porque fazem aquele balanço entre o cassação essencial nos dias de frio, e dependendo do modelo, dá uma up no visual. Confesso que não uso muito, porque ocupa espaço demais na mala. Mas se o seu destino é de inverno, vale levar sim. Escolha sempre um modelo confortável e que combine com as suas roupas de usar de dia e de noite.

Evite aquelas botas que exigem atenção demais na hora carregar, que não podem amassar ou que tem um solado grosso ou muito pesado. Isso porque o peso do seu sapato acaba refletindo também no seu conforto durante a viagem. 

Leia também:

COMO ESCOLHER QUAIS MODELOS DE SAPATOS LEVAR NA VIAGEM

Antes de escolher, responda algumas perguntas:

1. Qual é o tipo de viagem? 

Férias, trabalho, evento social (casamento, formatura, etc), de tudo um pouco...

2. Qual é a temperatura?

Inverno com neve, frio, verão escaldante, calor, talvez chova, agradável...

3. O que eu quero fazer nessa viagem?

Vários nadas na beira da praia, muitas trilhas na natureza, andar o dia todo pela cidade, aproveitar a noite como se não houvesse amanhã...

Opa! Temos algumas respostas! 

4. Quais são os meus sapatos mais confortáveis que eu usaria com certeza nessa viagem?

Liste todos! Vale chinelo, tênis, sapatilha, salto, bota, rasteirinha... 

5. Da minha lista, quais são os 3 que mais combinam com todas (TODAS!) as roupas que estão na minha mala?

Sim, essa é a parte mais difícil, porque não pode passar de 3. E eu tenho quase certeza que a na sua lista vai ter 1 chinelo e 1 tênis. Eu já ensinei a arrumar a mala lá no post Dicas da Mala: Como estar bem arrumada o dia todo durante a viagem.

 COMO GUARDAR OS SAPATOS NA MALA

A solução é bem simples: sacos de tecido. Vale aqueles de lavar a roupa, vale aqueles que vem os biquínis, e se for grande, até uma fronha vale. O tecido ajuda a não arranhar o seu sapato, evita de sujar suas roupas se o solado estiver muito sujo, e evita aquele barulho chato de sacolinha plástica no quarto compartilhado. Dependendo do tamanho do sapato, aproveite para guardar as meias dentro dele. 

Viu só como foi fácil!? Se ficou com dúvidas, comenta aqui embaixo! 

FIQUE LIGADO!!!

Não esqueça de fazer o Seguro Viagem! Eu já precisei (contei aqui) e não tinha. Não cometa meu erro! Fazendo o seguro através do nosso você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a manter o blog ativo. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. No cartão paga em até 12x. 

VEJA TODOS OS POSTS SOBRE PLANEJAMENTO 

JÁ CONHECE NOSSO FACEBOOK?

SEGUE NO INSTAGRAM @MONICAMORAS @EDUVIERO

VEJA MAIS