O que Fazer em Bangkok: Guia de Atrações

Translate here!

Texto: MONICA MORAS    Fotos: EDUARDO VIERO

Bangkok é a capital mais populosa da Asia e do único país que não foi colonizado por europeus. Talvez seja por isso que se mantenha ainda tão autêntica. Cada bairro é uma nova cidade e uma nova descoberta. 

bangkok tailandia eduardo e monica

Moramos mais de 1 ano na Tailândia e muito desse tempo foi em Bangkok, trabalhando diariamente nas mais diversas regiões da cidade e tendo contato com pessoas locais. Descobrimos e aprendemos tantas coisas, que resumir as atrações apenas nesta lista é com certeza negligenciar muitas coisas. Mas se você está indo para Tailândia, preparamos uma lista com as melhores:

 

As 20 Melhores Coisas para Ver e Fazer em Bangkok

 

1. GRAND PALACE:

Construído em 1782 e por 150 anos foi Residência Oficial da Realeza. Desntro do complexo, está o templo Wat Pra Kaew onde fica o Buda de Esmeralda, feito de uma única pedra no século 15.

  • Ingresso: 500 bath
  • Horário: todos os dias das 8:30 às 15:30.
  • Vestimenta: ombros, pernas, decotes e barriga cobertos. Há empréstimo de vestimentas na entrada mediante a caução de 400 bath, devolvidos na saída.

 

2. WAT ARUN:

O Templo do Amanhecer foi construído no século 19 em estilo Kmer, todo ornamentado em porcelana e flores. Esse templo é o simboliza o nascimento do Período Rattanakosin e a fundação de Bangkok como a nova capital da Tailândia depois de Ayutthaya. Se de dia ele é lindo, a noite ele fica iluminado e mais charmoso ainda. Para chegar a partir do Grand Palace basta pegar a balsa que faz a travessia por 2 bath.

  • Ingresso: 50 bath
  • Horário: todos os dias das 8:30 às 17:30.
  • Vestimenta: ombros, pernas, decotes e barriga cobertos.

 

3. WAT PHO:

É o Templo do Buda Reclinado, um Buda de 46m de comprimento coberto por folhas de ouro. Também é conhecido pela escola tradicional de Thai Massagem e serviços excelente. Fica ao lado do Grand Palace.

  • Ingresso: 100 bath
  • Horário: todos os dias das 8:30 às 17:00.
  • Vestimenta: ombros, pernas, decotes e barriga cobertos.

 

4. WAT PATHUM WANARAM:

É um templo que fica no meio do maior centro comercial de Bangkok e ainda assim é silencioso e rodeado por natureza. O complexo do Wat Pathum é grande e ali existem espaços para meditação, com cursos exclusivos parar mulheres, inclusive. Entre as árvores existem espaços parar meditação e todos os dias entre 17h e 19h existe meditação coletiva aberta ao público no hall dedicado a princesa Mãe. O livrinho das leituras iniciais está em inglês também. Foi nesse templo que o Monge do Rei nos recebeu e nos aconselhou.

  • Ingresso: grátis
  • Horário: manhã até noite, todos os dias
  • Vestimenta: ombros, pernas, decotes e barriga cobertos.
Wat Arun

Wat Arun

 

5. ASIATIQUE THE RIVERFRONT:

É um mercado noturno a céu aberto que fica nas margens do rio Chao Phraya. Foi aberto em 2012, tem excelentes opções de restaurantes (todos os bolsos), lojas locais, massagem, lutas de Muay Thai e uma roda gigante de 60m de altura. A maioria dos festivais abertos ao público acontecem lá.

  • Horário: 17h às 24h.
  • Como chegar: o barco grátis faz o trajeto a partir da estação skytrain BTS Saphan Taksin entre 16h e 23h.

 

6. SIAM SQUARE:

É uma área onde estão os shopping Siam Paragon, Siam Absolut, Siam Discovery, que são os melhores shoppings da cidade, onde está a rua de compras, cinema, luzes a noite e até o Hard Rock Cafe. Os shoppings abrem às 10am e fecham 10pm.

 

7. MBK:

É o maior shopping da cidade. Tem de tudo que se possa imaginar! Roupas, eletrônicos, moveis, acessórios,  e até luta de Muay Thai nas quartas a noite.

 

8. SOI COWBOY:

A rua do filme Se Beber não Case, uma rua bem pequena. Não importa se você gosta ou não dessas coisas, vale a visita, especialmente a noite e pela experiência única. É mais seguro, organizado e com melhor qualidade de shows do que toda Pattaya, Silom, Nana ou Khao San Road juntos. Não ouse fotografar! Nada e nem ninguém, nem na rua nem nos GoGo. É extremamente proibido e se você por pego, perde o equipamento (câmera, celular, etc). A maioria dos lugares cobra apenas a cerveja, a entrada é gratuita, mas tem que se manter bebendo parar estar lá. Sim, mulheres também vão; sim, tem casas só de ladyboys; sim, tem Ping Pong Show e a maioria dos lugares é grátis, mas vai acontecendo durante a noite; sim, é um lugar de prostituição.

Para saber:

  • Ping Pong Show é um show onde mulheres fazem tudo com a vagina: jogar ping pong, estourar balão com dardos, escrever no papel, assoprar velas de bolo, de tudo!
  • Os maridos/namorados que estão acompanhados não são assediados.
  • E quando digo que ladyboys são lindas, é porque a tailandesa é pequena e magrinha, sem muito corpo e nem maquiagem, ao contrários das ladyboys que são maiores de altura, tem silicone e se maquiam muito bem.

 

9. SILOM E PATPONG NIGHT MARKET:

Esse bairro tem hotéis, hostels, cafés e restaurantes muito bons. É uma das melhores localizações da cidade em termos de deslocamento. De dia é uma região comum, no final de semana acontece o mercado de rua e a noite vira uma mistura de Khao San Road com Soi Cowboy no Patpong Night Market. Tem mercado de rua, comida de rua, show GoGo, Ping Pong Show, show de sexo ao vivo, rua de pubs gays apenas para homens, etc.

 

10. SUKHUMVIT SOI 11, NANA:

A região onde está a estação Nana do BTS é onde estão os melhores (alto nível) pubs da cidade, os hotéis de luxo, feira de rua com produtos eróticos, muitas ladyboys, massagem e muitos restaurantes indianos. O melhor horário parar visitar é a noite, quando as coisas acontecem. Infelizmente em 2017 a Subsoi 11 foi fechada. Era uma pequena “rua” com vários pubs ótimos, como o Stash Bar, Cheap Charlie's (que parecia uma taverna) e Tapas Café.

Ari Area

Ari Area

11. LUMPINI PARK:

É um parque imenso, lindo e muito seguro. Todos os dias de manhã cedinho acontecem aulas de yoga, dança, tai chi chuan entre outras coisas. E no final de tarde tem, às 18h tem dança aberta ao público grátis. É impressionante a quantidade de gente que se junta nessa horar parar dançar. Sempre tem gente correndo ou praticando esportes, dá parra alugar um barquinho e dar uma volta, tem dragões de Komodo espalhados pelo parque (cuidado!) e nos finais de semana acontecem apresentações de musica clássica grátis no final de tarde.

 

12. ARI AREA:

O Ari é hipster e o melhor lugar da cidade para trabalhar online. São diversas opções de cafés com preços acessíveis, super aconchegantes, alguns até mesmo hipsters, preparados para receber quem está com o computador e oferecem wifi de alta velocidade grátis. Mas mesmo que não esteja trabalhando, vale a pena ir para conhecer os cafés e o Paper Butter Burguer que vende o melhor hambúrguer da cidade e como melhor preço.  

 

13. THONGLOR:

É uma região nobre, com ótimos hotéis e o melhor bairro para comer bem em excelentes restaurantes. Excelentes na qualidade culinárias, de serviço e ambiente. Todos são exclusivos e oferecem opções de várias partes do mundo. Essa região ultimamente vem crescendo nas opções de festas também.

 

14. SKY BAR DO LÉBUA:

É o bar do filme Se Beber não Case. Tem uma vista indescritível da cidade e do rio. Não importa se vai no final de tarde ou a noite, a vista ainda assim é fascinante. Fomos fazer um trabalho lá na temporada de chuvas e quando começou a chover a cidade sumiu na névoa branca. Sem palavras para descrever a vista! Vale a pena!

  • Horário: 18h às 1h.
  • Ingresso: Se manter bebendo.
  • Vestimentas: smart casual.
  • Idade mínima: 20 anos para o Sky Bar. Para o restaurante Sirocco, crianças acima de 7 anos e vestidas smart casual.
  • Importante: mochilas, bolsas grandes, malas não são permitidos e não há onde deixar.
bangkok tailândia eduardo e monica

15. THAI MASSAGE:

Fazer uma massagem tradicional tailandesa é obrigatório! Essa massagem consiste em alongamentos feitos por profissionais que no final fazem sair leve, às vezes um pouco doloridos também. São puxões e apertões nos lugares corretos para fazer o corpo ficar soltinho.

  • Preço: média de 400 bath por 1 hora
  • Variações: a opção foot massage geralmente é metade do tempo massagem nos pés e outra metade massageando cabeça e ombros. A oil massage é massagem relaxante, sem alongamentos.
  • O que acontece: às vezes é necessário trocar de roupa por uma mais soltinha que eles oferecem. Nos homens, elas perguntam se pode subir nas costas (caminhar por cima) para massagear. Nas mulheres, elas as levam com os pés (tipo leg press) pelo cóccixaté o corpo ficar em U invertido enquanto seguram os braços. Parece estranho, mas é maravilhoso. Ah, as tailandesas são pequenas, mas são bem fortes. Sim, existem homens massagistas, mas nunca fizemos em lugares que eles trabalhavam.

 

16. RCA:

RCA significa Royal City Avenue. É a rua das danceterias e clubes. É considerada umas das melhores festas do mundo. Enquanto Khao San, Patpong e Nana vão perdendo “espaço”, o RCA não para de crescer e ficar melhor. São DJ internacionais em festas que acontecem até mesmo durante a semana. Durante a semana é quando fica mais lotado com o pessoal que trabalha e no final de semana quem toma conta são os jovens na faixa dos 20 anos. Parar chegar lá, só de taxi ou Uber.

 

17. BANGKOK ART AND CULTURE CENTER:

É o lugar onde estão reunidos todas as artes contemporâneas. Acontecem exposições, teatro, cinema, workshops e mostras de design.  Também é uma dos melhores lugares parar encontrar produtos de design sustentável.

 

18. PASSEIO PELO RIO CHAO PHRAYA: 

Esse é um passeio bem interessante de fazer, pois há não muito tempo atrás a melhor forma de transporte em Bangkok era fluvial, pois não havia metro ou skytrain. Pode ser bem econômico ou até um cruzeiro com jantar especial. O fato é que todas as opções fazem a mesma rota. Em Bangkok existem mais de 30 piers, mas o melhor é começar pelo Sathorn pier, que tem ligação com o BTS skytrain da estação Saphan Taksin. Dali saem:

  • Os barcos grátis para o Asiatique. Barcos comuns de turismo.
  • Os barcos públicos (bandeira laranja) que custam 15 bath e param em todos os piers. Barcos comuns que lotam.
  • Os barcos que fazem o shuttle entre os hosteis de luxo como Annatara, Shangri-la, Oriental, Ramada, Riverside e Millenium Hilton. Barcos marrons, que parecem pequenos templos.
  • Os barcos de turismo (bandeira azul) que custam 40 bath ou 150 pelo dia todo, param apenas nos pontos turísticos, tem uma gravação explicando por onde está passando. A companhia do barco é Chao Phraya Express Boat e o ticket é comprado no guichê desses no pier da saída do BTS Saphan Taksin. Barcos comuns de turismo. Os pontos que ele para são: Sathorn Pier: guichê, Oriental Pier (N1): Oriental Hotel, Si Phraya Pier (N3): shopping River City, Rajchawong Pier (N5): China Town, Tha Tien Pier (N8): Wat Pho, Maharaj Pier (N*): Grand Palace, Wang Lang Pier (N10): Patravadi Theatre, e Phra Arthit Pier (N13): Khao San Road.
  • Os barcos privados fazem tours específicos pelo rio com no máximo 4 pessoas ao custo médio de 1200 bath. Os barcos são um tipo de long tail, aquele tradicional tailandês.
  • Os barcos que fazem o tour noturno com jantar são mais requintados, perfeitos parar luxury travelers, oferecem excelentes opções no cardápio, música ao vivo, passam por todos os pontos turísticos da cidade à beira do rio e o tour tem uma duração média de 2 horas, a partir das 19h. Existem várias companhias que oferecem esse tour, com preços que começam a partir de 1000 bath por pessoa. O Hotel Riverside oferece várias opções de tours, e além dele, os tours mais famosos e tradicionais são Wan Fan The Exotic Boat Restaurant com culinária e música Thai, White Orchid River Cruise com deck aberto para uma vista 360º e buffet de culinária Thai e Western e música ao vivo,  o Chao Phraya Princess Cruise, em que cada deck é decorado de forma única parar proporcionar um jantar romântico com buffet Thai e Western e música instrumental ao vivo, e o Grand Pearl Amazing Dinner Cruise com culinária Thai e música ao vivo.

 

19. COMPRAS:

Bangkok é o melhor do mundo para fazer compras. Não importa se é luxury ou mochileiro, tem de tudo! Alguns lugares que ouso chamar de “shopping Alibaba” onde você encontra tudo por preços inacreditáveis de baratos e ainda pode experimentar.

  • Roupas e Acessórios Baratos: Platinum Fashion Mall, Terminal 21, Union Mall e Chatuchak Weekend Market.
  • Maquiagem e Perfumes: Eveandboy (marcas, alternativos, acessórios) e Robinson (departamentos)
  • Eletrônicos: MBK, Pantip Plaza, Fortune Town, Siam Discovery, Siam Paragon e Lazada (online)
  • Fotografia e Video: MBK (câmeras e equipamentos), Siam Discovery (DJI, Go Pro e Leica), Photo City (filmes, revelação, câmeras analógicas)
  • Aventura: Siam Discovery
  • Marcas: Central World, Siam Paragon, Emporium e Gaysorn Village
  • Luxo: Emporium, Siam Paragon e Gaysorn Village
  • Design: Siam Absolut
  • Crianças: Platinum Fashion Mall, Central World e Siam Paragon
  • Duty Free: King Power (compra na cidade, retira no aeroporto)
  • Departamentos: Robinson e Siam Paragon
  • De tudo um pouco: MBK, Chinatown, Indra Square, Chatuchak Weekend Market e Dayso.
  • Online, de tudo um pouco, entrega rápida: Lazada

***Vai ter post completo com Guia de Compras em Bangkok.

Veja o post GUIA COMPLETO DE BANGKOK: O QUE VER, FAZER, SABER E ONDE FICAR

 

20. BATE E VOLTA DE BANGKOK:

Veja também o post TUDO SOBRE A TAILANDIA: 28 DICAS DE QUEM MOROU LA BASTANTE TEMPO

Veja o post GUIA COMPLETO DE CHIANG MAI NA TAILANDIA

Lamborghini laranja

Lamborghini laranja

Shire

Shire

O caos no transito

O caos no transito

 

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS