Viajar de Casal: Dicas Infalíveis para Dar Tudo Certo

Translate here!

Texto: MONICA MORAS

Viajar é tudo de bom! Melhor ainda quando a gente viajar com quem a gente gosta. Mas nem tudo é perfeito e aquela viagem romântica pode virar um pesadelo se o casal não se entender antes e durante a viagem.

como viajar a dois

Antes de começarmos a nossa viagem que já está completando 3 anos, já tínhamos viajado sozinhos, só com amigos, fizemos viagens curtas de final de semana, tentamos uma mais longa e isso foi nos ensinando como fazer tudo dar certo até quando está tudo errado. Viajar de casal é parceria! No post O Desafio da Convivência na Estrada contamos mais sobre como as coisas funcionam para nós e como administramos as situações. E se você não sabe, a nossa viagem já quase acabou (leia aqui)!

Pensando em todas as situações que já vivenciamos, fizemos uma lista de vantagens, desvantagens e coisas que que vocês dois precisam fazer para tudo dar certo na viagem do casal.

 

VANTAGENS DE VIAJAR A DOIS

 

1. CUSTA MAIS BARATO

Na maioria das vezes é mais barato reservar um quarto duplo do que pegar 2 camas num quarto compartilhado de hostel. E na hora das refeições dá para dividir a pizza ou sanduiche, comprar coisas para cozinhar, pedir a porção para dois do cardápio e ter com quem dividir a batata frita do barzinho.

2. CONSTRUÇÃO DE BOAS MEMORIAS

Nada melhor do que ter com quem dividir bons momentos, compartilhar sentimentos, sair da rotina do casal, ter novas histórias marcantes para contar e fotos para recordar.

3. É MAIS SEGURO

São duas pessoas para uma tomar conta da outra, seja nos cuidados com segurança de evitar furtos, para o caso de uma ficar doente e segurança de ter alguém para compartilhar inseguranças. Até mesmo para fotografar sem medo que a câmera seja roubada.

4. ABRE ESPAÇO PARA NOVOS PLANOS

Na viagem estamos mais livres e dispostos a conversar, a pensar mais adiante e fazer planos juntos. É nesse momento que a parceria é construída, que a gente se sente confortável em compartilhar e pensar no futuro.

como viajar de casal

DESVANTAGENS DE VIAJAR A DOIS

 

1. A CONVIVÊNCIA EXCESSIVA

Viajar a dois é um bom teste de convivência e paciência. Tudo precisa ser negociado, do horário de acordar, o roteiro, os custos, entre outras coisas. E além disso os defeitinhos podem tomar proporções inesperadas a ponto de desejar estar sozinho e não com aquela pessoa.

2. TEM DESENTENDIMENTO, BRIGA, CARA FEIA

Por mais parceiros que o casal seja, são duas pessoas pensando diferente e discordando. Vai ter discussão por motivos grandes e até os mais bobinhos. Mas os piores são por má interpretação ou falta de comunicação clara. Se tiver que discutir, é melhor que discuta e resolva as diferenças rapidamente para não acumular com outras coisas e estragar a viagem. Fale abertamente sobre o que você sente e tente chegar num acordo. Escutar e ceder faz parte de uma relacionamento saudável. Falar também, porque nem sempre o outro é capaz de compreender a sua cara feia ou mau humor.

3. CONHECER OUTRAS PESSOAS FICA MAIS DIFÍCIL

Quando se é um casal, as pessoas de fora tendem a se afastar, assim como o casal muitas vezes sem querer acaba se fechando. Dificilmente um viajante solo ficará sozinho num lugar novo, diferente de um casal que é raro estar com outras pessoas.

4.PRIVACIDADE

Mesmo que o casal decida fazer programas separados na mesma viagem, tem momentos que tudo que a gente quer é ficar sozinho. Na rotina normal isso é mais fácil, mas na viagem até esse momento precisa ser negociado com o outro.

Leia também:

eduardo+e+monica+viagem.jpeg

FAÇA A VIAGEM A DOIS DAR CERTO

 

1. MAU HUMOR FAZ PARTE

É preciso entender o outro, saber reconhecer quando tem uma TPM chegando, fome batendo, sono pegando. A pessoas não é chata, ela fica chata por circunstâncias que podem ser incontroláveis e momentâneas.

2. DEIXA DE FRESCURA

Frescura para comer, para sair, para dividir, para interagir, para carregar a própria mala. Não existe nada mais estressante do que alguém que não para de reclamar que o clima tá ruim, que o trem tá lotado, que as pessoas são antipáticas, que a distância é longa, que não tem wifi, que não come “nesse tipo de lugar” e nem “esse tipo de coisa”. Reclamação dá rugas!

3. ABRA A MENTE

Viajar é sair da rotina e muitos lugares são completamente diferentes do que estamos acostumados. Eles estão errados? Não, para eles você está errado, portanto abra a mente e entre no clima. Permita-se ver novos pontos de vista e respeite, mesmo que você discorde. E isso inclui talvez não andar de mãos dadas, não poder beijar ou abraçar em público e outras demonstrações de afeto tão comuns para nós.

4. DINHEIRO

Defina muito bem o orçamento da viagem, quem paga o que e as prioridades de cada um. Dinheiro é um dos fatores mais propensos a gerar discussões.

5. SEJA A PESSOA COM QUEM VOCÊ GOSTARIA DE VIAJAR

Viajar de casal é parceira. Tem que decidir junto, fazer as coisas junto, pensar juntos. É injusto sobrecarregar o outro com tomadas de decisão e de atitudes. Vale na hora de escolher o roteiro, onde comer até pesquisar como ir de um lugar para o outro.

Leia também:

  

Já conhece nosso Facebook?

VEJA MAIS